Você quer investir em ações ou em títulos públicos e está na dúvida em qual escolher? Você tem à sua disposição os ETFs (Exchange Traded Funds) que são fundos de investimento que aplicam seus recursos em carteiras compostas por ações de diversas empresas ou por títulos de renda fixa.

Quando você compra uma cota de um ETF é como se estivesse, ao mesmo tempo, comprando uma cesta composta por várias ações de diferentes empresas ou títulos de renda fixa de diferentes características. Isso porque o ETF sempre espelha uma carteira de ações ou títulos de um índice, como o Ibovespa ou o IMA-B, por exemplo. E com essa característica, a rentabilidade do ETF será muito parecida com a de um índice.

As cotas do ETF são negociadas na B3 de forma semelhante às ações. Ao adquirir tais cotas, o investidor, indiretamente, passa a deter todas as ações da carteira teórica do índice, sem ter que comprá-las separadamente no mercado. Dessa forma, o ETF pode proporcionar mais rapidez e eficiência no momento de diversificar seus investimentos.

Uma das vantagens de investir em ETFs é que você não precisa acompanhar o desempenho das empresas. Quem faz isso é o gestor do fundo, seguindo os critérios do índice a que esse fundo está vinculado. Mas as vantagens não param por aí.

 

  • – Diversificação: com poucos recursos o investidor aplica em uma carteira com diferentes ações ou títulos de renda fixa.
  • – Acesso fácil a diversos setores e índices da economia
  • – Dá para começar com pouco. Os valores das cotas são bem acessíveis.
  • – A taxa de administração cobrada no fundo, normalmente, é menor do que a dos tradicionais fundos de ações.

Quais os tipos de ETFs disponíveis no mercado brasileiro?

Há dois tipos de ETFs negociados no mercado brasileiro: os de Renda Variável e os de Renda Fixa.

O ETF de Renda Variável tem como objetivo acompanhar os principais índices de ações do Brasil, como por exemplo o IBOVESPA, o IBRX ou o IDIV. Já os ETFs de Renda Fixa acompanham as principais carteiras de títulos públicos divulgadas pelo mercado, como o IMA-B por exemplo.

Como comprar um ETF?

Você compra um ETF assim como compra uma ação, através dos canais de atendimento de sua corretora. Atualmente são 20 ETFs negociados na B3, sendo 14 referenciados à índices de ações locais, 4 referenciados à índices de renda fixa local e 2 referenciados ao índice S&P 500.

Hoje você aprendeu um pouco mais sobre os ETFs, que vem se tornando cada vez mais conhecidos pelos investidores na hora de compor suas carteiras de investimentos. Quer acompanhar todas as novidades e os volumes negociados por esse produto? Clique aqui e continua acompanhando O Guia Financeiro, o blog da Guide!

B3 - Bolsa de Valores B3 - Bolsa de Valores

Parceiro Guide

B3 é a bolsa de valores oficial do Brasil, sediada na cidade de São Paulo. Parceira da Guide, a empresa colabora com conteúdo mensal para o quadro B3 Responde, em que tira dúvidas e explica os principais investimentos do mercado relacionados à Bolsa.

389 visualizações

Relacionados

Utilizamos cookies para melhorar a sua navegação

Entendi
Bitnami