Foi dada a largada para o Imposto de renda 2020!

A receita federal liberou o programa para declaração anual de imposto de renda. Esse ano, o prazo de entrega iniciou dia 2 de março e vai até as 23h59 do dia 30 de abril. Todos que tiveram rendimentos tributáveis iguais ou superiores a R$ 28.559,70 no ano passado são obrigados a declarar, entre outros contribuintes. A expectativa é que cerca de R$32 milhões de declarações sejam enviadas, dois milhões a mais que em 2019.

 Não deixe para depois, o que pode fazer agora!

 No Brasil, o número de contribuintes que deixa para enviar a declaração aos 45 do segundo tempo, mostra que muitos são experientes na conjugação do verbo procrastinar. Isso porque toda parte burocrática desse processo, acaba influenciando e, muitas vezes, desanimando. Mas já dizia Charles Dicken, “a procrastinação é um ladrão de tempo”. Nesse caso, melhor não perder tempo e dinheiro, certo? Portanto, mãos à obra!

Descontos são sempre bem-vindos!

 O primeiro e um dos mais importantes passos para declaração de imposto de renda é a seleção e organização dos comprovantes referentes às despesas acumuladas no ano anterior. Isso porque eles podem render bons descontos no imposto a pagar ou, quem sabe, contribuir para uma restituição mais farta.

Os gastos com educação e saúde são os principais a serem lançados, mas atenção, fique atento às regras específicas de cada tipo de despesa, evitando assim de cair na tão temida malha fina. Por isso, reserve um tempo e separe toda documentação com calma e analisando o que pode contribuir para sua declaração.

A restituição pode ser um dinheiro extra!

 Diferente dos anos anteriores, em 2020, o primeiro lote de restituição está programado para o dia 29 de maio, com o último lote previsto para 30 de setembro. Para efeitos de comparação, no ano passado as restituições iniciaram no dia 17 de junho e se estenderam até o dia 16 de dezembro.

De acordo com os planejadores financeiros, essa antecipação no cronograma de restituição será super interessante tanto para quem pensa em investir esse recurso e aproveitar das oportunidades disponíveis no mercado, quanto para quem deseja quitar alguma dívida, ajudando assim no orçamento familiar.

 Ops…a conta chegou!

 Ainda que todos desejem ser premiados com um dinheiro extra no ano, sabemos que alguns precisam pagar ao invés de receber. E não é porque você terá que pagar, que vai deixar para fazer sua declaração no último dia, certo?

Antecipar essa informação permite um melhor planejamento do pagamento do imposto. Desta forma, você conseguirá encaixar o custo no seu orçamento, diminuindo assim os impactos em sua organização financeira.

Não perca tempo e organize-se para enviar sua declaração de IR. Entre março e abril, publicaremos aqui no blog da Guide e app O Guia Financeiro uma série sobre orientações aos investidores em relação ao imposto de renda. Acompanhe!

 

Syntax Finance Syntax Finance

Parceiro Guide

1ª Agência de comunicação 100% especializada em finanças, economia e mercado de capitais, a Syntax Finance impulsiona empresas que atuam nessas áreas no desenvolvimento de suas marcas.

332 visualizações

Utilizamos cookies para melhorar a sua navegação

Entendi
Bitnami