Como a Economia afeta a vida real?

tags Iniciante

Em mais de 10 anos trabalhando no mercado financeiro percebi que poucas pessoas entendem como a economia, o Ministro da Fazenda, o Banco Central e o mercado influem diretamente em nosso dia-a-dia. Minha esposa chegou a comentar comigo que achava que a economia era algo abstrato antes de aprender alguns fundamentos.

O fato é que a economia influi diretamente em nossa vida, pois cuida de algo com o que lidamos todos os dias: o dinheiro.

Como funciona a política econômica?

8 vezes ao ano realiza-se a reunião do COPOM, onde o Ministro da Fazenda, o Diretor do Banco Central e seu colegiado analisam a situação do país e definem qual será a Taxa Selic. Esta taxa percentual regula a quantidade de dinheiro que teremos à disposição no país.

A Taxa Selic é a referência dos juros cobrados em empréstimos e investimentos de renda fixa. Por exemplo, se a taxa de juros for definida como 10% ao ano, o Banco Central passará a vender seus títulos do tesouro com rendimentos de 10% ao ano.

E como isso afetará a economia?

É muito simples. Quando os juros sobem, as pessoas acharão mais interessante investir nos títulos, pois o rendimento está mais atrativo. Com isso elas compram os títulos e esse dinheiro sairá da economia e ficará no Tesouro Nacional. Portanto, teremos menos dinheiro “passando” pelas mãos dos brasileiros.

Quando a taxa de juros cai, o investidor pode não ficar satisfeito com o rendimento e venderá o seu título de volta para o governo. Dessa forma, ele recebe seu dinheiro de volta e pode consumir algo ou abrir algum negócio. Portanto, teremos mais dinheiro “na praça”.

Por que a quantidade de dinheiro disponível no país afeta a minha vida?

Quando a quantidade de dinheiro disponível em um país aumenta, o consumo também aumenta.

Por exemplo, um investidor acha que os juros do título que possui estão muito baixos, então resolve resgatar e investir abrindo uma lanchonete. Esta empresa contratará funcionários, que ganharão mais dinheiro do que antes de possuir um emprego. Dessa forma, haverá mais pessoas consumindo e, com o aumento da demanda, o preço dos produtos que eles consomem subirão.

Assim, chegamos em algo que é discutido diariamente em nosso país: a Inflação. A quantidade de dinheiro na economia é uma das variáveis que afetam o preço de tudo que compramos e vendemos.

Qual a outra forma de aumentar a quantidade de dinheiro disponível?

Outra forma de aumentar o dinheiro na “praça” é através dos gastos do governo. Quando o governo gasta com contratações de servidores públicos, obras ou políticas sociais, ele está aumentando a liquidez da economia.

Caso ele queira diminuir a quantidade de dinheiro, ele capta aumentando os juros e segura os gastos.

Como baixar a taxa de juros sem gerar inflação?

A outra variável que influi na inflação é o aumento ou diminuição da produção. Por exemplo, caso tenhamos uma produção X de maçãs no país, o governo diminua a taxa de juros e por causa disso a demanda por maçãs dobre,  a única maneira de fazer com que o preço da maçã não se altere é dobrar a produção de maçãs.

O que o governo deve fazer com o dinheiro captado através dos Títulos do Tesouro?

O Título do Tesouro nada mais é que uma dívida que o governo faz com o investidor. Isto é, ele recebe o dinheiro com o objetivo de investir no país. Esses investimentos devem aumentar a produção, cujo aumento gera mais empregos, mais impostos, e, com o aumento da arrecadação, ele paga os juros ao detentor do título.

Por que o aumento do PIB é bom para o país?

Se o dinheiro captado pelo governo for bem investido, as empresas conseguirão produzir mais e isso trará um aumento do PIB (Produto Interno Bruto). Para aumentar a produção, as empresas contratarão mais, o desemprego diminuirá e mais pessoas estarão consumindo. Mas, se a produção subir proporcionalmente ao aumento de consumidores, a inflação será baixa.

Esses são alguns dos assuntos que influem em nossa vida. Em um próximo artigo podemos aprofundar um pouco mais. Caso tenham alguma dúvida, fiquem à vontade para fazê-las no formulário de comentários abaixo.

Conte com a Guide Life para ajudá-lo com a sua vida financeira, agende uma Orientação Financeira Gratuita clicando abaixo:

Thiago Guedes Thiago Guedes

Financial Advisor Sênior

Bacharel em Administração pela Universidade de Brasília. Atua no mercado financeiro há mais de 10 anos onde exerceu as funções de operador de bolsa de valores, chefe de mesa de operações, planejador financeiro, gestor de equipe e instrutor de treinamentos. É ex-sócio da XP Investimentos, DXI e Guide Life. Atualmente é Financial Advisor Sênior da Rio Bravo Investimentos. Possui a certificação internacional CFP®, Certified Financial Planner.

1199 visualizações

relacionados

Bitnami