Fique por dentro do mundo da economia!


CADASTRE-SE AQUI

5 alternativas de investimentos para a aposentadoria

A diversificação é um dos pontos mais importantes na hora de se montar uma carteira visando à aposentadoria. Diversificar não só entre diferentes classes de ativos, mas também entre diferentes instrumentos financeiros é um caminho para aumentar suas chances de atingir seus objetivos de longo prazo e, ainda por cima, com menos sustos.

A Previdência Privada é uma forma muito eficiente de se fazer este tipo de acumulação. Além da facilidade de cadastrar suas contribuições no débito em conta, a previdência conta ainda com benefícios tributários, como a ausência do imposto come-cotas, a possibilidade de atingir uma alíquota de IR de 10% (na tributação regressiva) e o diferimento fiscal dos planos PGBL. Há ainda uma gama enorme de fundos à disposição do investidor para diversificar a carteira.

Este texto, porém, não é sobre previdência privada, mas sim sobre outros ativos que podem compor a carteira de longo prazo dos investidores. Nunca é demais lembrar que, para se investir em qualquer ativo, é necessário saber se o mesmo está adequado ao seu perfil de investidor. A ideia aqui é descrever brevemente cinco opções para que você, em conjunto com seu assessor, decida se o mesmo é adequado ao seu perfil.

Vamos a algumas opções:

Ações

Investir em ações é investir em empresas e acreditar no crescimento, não só destas empresas, mas também no crescimento da economia do país. Escolher boas empresas é crucial nesta classe de investimentos. Você pode seguir uma de nossas carteiras sugeridas ou, então, fazer seus investimentos via fundos de ações e deixar que um gestor escolha por você.

Tesouro IPCA+

É o título público disponível no Tesouro Direto que remunera o capital investido pela inflação mais uma taxa de juros, sem pagar cupom no meio do caminho. Existem diversos vencimentos. Quanto mais distante o vencimento, mais este título tende a oscilar. Mesmo sendo um título de renda fixa, há o risco de se vender o título com prejuízo, caso você precise vender antes do vencimento.

Fundos imobiliários

Investir em fundos imobiliários é investir em imóveis e ativos imobiliários. Imóveis são, historicamente, uma boa proteção contra a inflação e também uma boa aposta em cenários de crescimento econômico. Você pode contar com nossa carteira de fundos imobiliários e relatórios periódicos para te ajudar na seleção dos fundos.

Fundos multimercados

Esta classe de fundos é bem ampla. Os gestores podem utilizar uma série de estratégias diferentes e diversas classes de ativos em seus fundos. Você consegue uma boa diversificação por meio destes fundos. Importante lembrar que, justamente por ser uma classe tão diversa, é importante conhecer a estratégia do fundo no qual vai investir antes de fazê-lo.

Investimentos no exterior

Diversificar sua carteira com ativos de fora do Brasil também é importante. Desta forma, parte do seu patrimônio pode estar desvinculada do futuro de nossa economia. Você pode fazer isso via fundos de investimentos negociados aqui mesmo no Brasil, disponíveis em nossa plataforma, ou via COEs que tenham como ativos-base ações ou fundos negociados fora do país.

Vale a pena conhecer e explorar mais a fundo estas alternativas antes de investir. Cada uma pode desempenhar um papel diferente em sua carteira e ser adequada em diferentes momentos de sua vida financeira.

Ivens Gasparotto Filho Ivens Gasparotto Filho

Planejador Financeiro

Atua há mais de 10 anos no mercado financeiro, trabalhando diretamente com investidores pessoa física e planejamento financeiro pessoal. É CFA charterholder, profissional certificado pelo CFA Institute, possui também a certificação de gestores CGA, da Anbima. Estudou Gestão de Portfólios de Ativos na London Business School, é pós-graduado em Finanças pela FGV e formado em Administração pela Universidade de Brasília.

3448 visualizações

relacionados

Utilizamos cookies para melhorar a sua navegação

Entendi
Bitnami