Introdução: Segue o momento menos positivo para as bolsas globais. O dólar opera ainda mais fraco no exterior; e commodities mantém viés baixista. Lá fora, investidores acompanham a situação (delicada) das contas fiscais italiana. No Brasil, o índice opera em queda, próximo dos 77 mil pontos. O dólar ganha mais forças; e volta a superar a marca de R$ 4,12. Os DIs seguem o mesmo movimento, também reagindo às incertezas locais.


CENÁRIO EXTERNO: ITÁLIA NO RADAR.

Mercados… As bolsas da Europa encerraram o dia em baixa. Nos EUA, Dow Jones opera próxima à estabilidade, enquanto o S&P 500 registra leve queda nesta tarde. As commodities apresentam um viés baixista; enquanto o dólar ainda fraco frente aos emergentes e desenvolvidos. Os juros das Treasuries, por outro lado, avançam. Os juros de 10 anos operam ao redor de 2,87%. O dia é mais fraco em termos de agenda; e os movimentos são “contidos” nesta sessão.

A Itália (de novo)… Na Europa, prevaleceu a cautela em torno das contas fiscais italiana. Mais cedo, Luigi Di Maio, vice primeiro-ministro da Itália, afirmou que o déficit público do país pode exceder o teto de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) estipulado pela União Europeia (UE). Mais: Di Maio ainda ameaçou vetar o plano orçamentário de da UE, caso o bloco europeu não fizesse mais concessões para ajudar a Itália com a situação imigratória do país. As declarações reduziram o apetite dos investidores nas praças europeias. Sendo mais claro: essas incertezas políticas na Itália voltam a pressionar ativos de riscos globais.

“Eu não excluo a possibilidade (de exceder os 3%), tudo pode ser. Mas não podemos dizer agora, estamos trabalhando na lei do Orçamento” , disse Luigi Di Maio, vice primeiro-ministro da Itália.


BRASIL: DÓLAR SEGUE EM ALTA.

Mercados… O Ibovespa opera próximo dos 77 mil pontos, em queda, pressionadas por ações de bancos e Petrobras. Na outra ponta, Suzano Fibria e Klabin limitam as perdas do índice. Pressões de alta foram registradas sobre o dólar; e o real se destaca entre as principais baixas. A cotação segue em nível alto, reagindo ao cenário eleitoral (ainda indefinido) e dia mais fraco na agenda de indicadores. Os DIs também avançam; e a percepção de risco país, medida pelo CDS de 5 anos, segue em alta (+1,0%, às 14h, horário de Brasília), precificando este ambiente de incertezas domésticas.

Sobre a Eletrobras… Os papéis da estatal operam com forte volatilidade nesta sessão. Abriram em alta em meio à confirmação de interesse de players locais em suas distribuidoras que virão a leilão na 5ª feira (30). Falamos disto no Guide Empresas. No entanto, no início da tarde, os papéis da elétrica passaram a operar no campo negativo, em linha com a piora do humor nos ativos de risco doméstico.

O novo comandante… Ainda ontem, Romero Jucá anunciou que deixaria o posto de líder do governo no Senado. Comentamos mais cedo sobre o tema. Em seu lugar, Fernando Coelho, senador do partido em Pernanbuco, assumirá a cadeira. O pedido de Temer foi para que Coelho respondesse como líder da banca durante o período eleitoral, de “esforço concentrado” do Congresso.

Artigo 53… O candidato do PSL à Presidência, deputado Jair Bolsonaro, mandou um recado ao STF, ao afirmar que os ministros da corte precisam respeitar o artigo 53 da Constituição, que fala da inviolabilidade de opiniões, palavras e votos de parlamentares. Nesta tarde, a 1ª Turma do STF deve julgar se aceita a denúncia contra o presidenciável por acusação de racismo. Saiba mais no Mercados Hoje. Bolsonaro destacou também, que se for eleito presidente terá direito a indicar três novos ministros do STF, e avaliou que isso será importante para equilibrar a composição do tribunal.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: : -0,66%, aos 77.413 pontos;
Real/Dólar: : +1,04%, cotado a R$ 4,124;
Dólar Index: -0,26%, 94,533;
DI Jan/21: +09 pontos base; 9,700%;
S&P 500: -0,01%, aos 2.894 pontos.

*Por volta das 14h17, horário de Brasília. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Rafael Gad Passos Rafael Gad Passos

Equipe Econômica

Graduado em Administração de Empresas na ESPM. Possui certificação de Mercado de Ações (BMF&Bovespa). Possui experiência na área de análise do Banco Bradesco Investimentos e atualmente faz parte da equipe de Research da Guide Investimentos, com foco nas empresas do Ibovespa.

99 visualizações

relacionados

Bitnami