Introdução: As bolsas na Europa foram contaminadas com o bom desempenho do mercado Asiático. Os mercados americanos acompanham os movimentos. Nos EUA, JOLTS é destaque na agenda. O dólar segue fraco frente aos principais pares, e commodities ampliam os ganhos. A volatilidade recua no exterior, em dia mais positivo para ativos de risco. Por aqui, Ibovespa avança, em linha com o exterior, e opera acima dos 82 mil pontos. A percepção de risco país oscila próximo da estabilidade. O CDS de 5 anos opera ao redor dos 213 pontos base.


CENÁRIO EXTERNO: DIA POSITIVO PARA AS BOLSAS GLOBAIS.

Mercados… As bolsas da Europa sobem, e o movimento de alta é acompanhado pelas bolsas dos EUA. Às 15h, o índice S&P 500 subia 0,5%. O dólar se mantém fraco no exterior, e as commodities se fortalecem. O petróleo (brent) avança 1%, cotado ao redor de US$ 74/barril. Os juros das Treasuries também avançam (10 anos ~2,96%). O índice VIX (volatilidade) recua 2%, e opera próximo aos 11 pontos. Em suma: o dia permanece com baixo aversão ao risco como escrevemos pela manhã.

Na agenda: JOLTS… Nos EUA, segundo pesquisa JOLTS, houve uma criação de 6.662 mil novos postos de trabalho em junho. Os dados vieram ligeiramente acima do esperado pelo consenso (criação de 6.625 mil novas vagas, segundo a Bloomberg ). Os dados anteriores também foram revisado para cima: passou de 6.638 para 6.659 mil novos postos de trabalho. Números que reforçam nossas perspectivas de um crescimento americano forte em 2018, e um mercado de trabalho ainda em níveis aquecidos.

Novas sanções… As sanções dos EUA contra o Irã entraram em vigor nesta 3ª feira (07). Vale recordar: a medida tinha como objetivo convencer o Irã a cumprir os termos do acordo de redução do seu programa nuclear. Mais cedo, entretanto, Trump adotou um tom ainda mais “duro” e voltou a ameaçar países aliados de Washington que tentassem atenuar os impactos destas novas sanções. A intenção dos EUA é que o Irã aceite renegociar um acordo nuclear. Donald disse que essas foram “as sanções mais duras já impostas” pelos EUA.

“Qualquer um que fizer negócios com o Irã não irá fazer negócios com os EUA. Estou pedindo pela paz mundial, nada menos”, disse Trump, em seu Twitter.


BRASIL: IBOVESPA; E DÓLAR EM BAIXA.

Mercados… A bolsa avançava até agora pouco, e a volatilidade voltou a imperar no mercado interno. O Ibovespa opera em queda. O dólar oscila próximo de R$3,71. O CDS de 5 anos, que mede a percepção de risco país, opera próximo da estabilidade (ao redor de 213 pontos base, por volta das 15h). Os ativos de risco doméstico mantiveram o movimento de recuperação, beneficiados também pelo noticiário externo mais ameno e dia mais positivo para as commodities.

Sobre o Ibovespa… Petrobras e Vale puxam o índice para cima, em linha com a valorização das commodities nos mercados internacionais. Magazine Luiza e Marcopolo também é destaque de alta, reflexo dos números mais positivos no 2º tri (veja mais no Guide Empresas). Na outra ponta, Suzano recua, em dia mais negativo para o dólar.

De olho nos Estados… Após encerramento do período de convenções partidárias, o foco do PSDB se volta ao apoio do partidos do Centrão nos Estados. Falamos disto em nosso último Segundo Tempo . Afinal, os candidatos do blocão foram liberados para montar as alianças locais que preferirem. Alckmin (PSDB), por ora, já conseguiu o tempo de TV. Precisa, a partir de agora, ganhar tração nas pesquisas eleitorais. A meta do PSDB é começar o mês de setembro com cerca de 30% de intenção de votos para Alckmin (isto é, em SP). No Brasil, o objetivo é deter 12-13% no Brasil no início do próximo mês.

Boas novas… O governo estima o 1º ano de abertura de vagas formais no mercado de trabalho, após 3 anos consecutivos de destruição de postos de trabalho com carteira assinada. A expectativa é que o país encerre 2018 com uma criação de mais de 200 mil novos postos de trabalho formais. Essa visão mais positiva, entretanto, é contrária aos últimos dados de junho do mercado de trabalho, onde o Caged registrou fechamento líquido de 661 vagas com carteira. Por sinal, foi o 1º mês com saldo negativo em 2018. No acumulado do ano, o saldo segue positivo em 392.461 empregos.

Ata do Copom… O Comitê justificou a manutenção da taxa Selic, em 6,50%, em linha com o esperado. Falamos disto na semana passada. No curto prazo, em nossa visão, o cenário-base é de manutenção desta taxa por mais tempo. A princípio, vemos o processo de normalização de Selic iniciando apenas em 2019. No comunicado, o BC aumentou o seu grau de liberdade para as próximas reuniões. Ou seja: compromete-se menos com futuras decisões. Entre os motivos, o BC citou questões domésticas, e o nível de ociosidade ainda elevado, além do quadro externo ainda desafiador para emergentes. Isto é algo que manterá a discussão sobre as próximas direções da Selic no mercado.

 


    Sobre as oscilações do pregão:

    Ibovespa: : -0,13%, aos 80.943 pontos;
    Real/Dólar: +0,28%, cotado a R$3,746;
    Dólar Index: -0,14%, 95,222;
    DI Jan/21: +08 pontos base; 8,930%;
    S&P 500: +0,35%, aos 2.860 pontos.

    *Por volta das 14h37, horário de Brasília. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.

    Contatos

    Renda Variável*


    Luis Gustavo Pereira – CNPI
    [email protected]

    Equipe Econômica

    Lucas Stefanini
    [email protected]

    Rafael Gad
    [email protected]

    Julia Carrera Bludeni
    [email protected]

    *A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
    “Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
    Rafael Gad Passos Rafael Gad Passos

    Equipe Econômica

    Graduado em Administração de Empresas na ESPM. Possui certificação de Mercado de Ações (BMF&Bovespa). Possui experiência na área de análise do Banco Bradesco Investimentos e atualmente faz parte da equipe de Research da Guide Investimentos, com foco nas empresas do Ibovespa.

    119 visualizações

    relacionados

    Bitnami