Fique por dentro do mundo da economia!


CADASTRE-SE AQUI

Segundo Tempo: Amazon, a gigante que se aproxima!

Introdução: As bolsas da Europa encerram o dia sem direções claras, enquanto os mercados de Nova York ganham forças. As atenções dos investidores se voltam para os dados de inflação dos EUA. Quanto às commodities, o petróleo opera em mais uma alta. Por aqui, o Ibovespa avança mais um dia, e caminha para mais um recorde. Dólar e DIs também têm pressões baixistas. Do lado político, os agentes de mercados digerem as decisões do STF. No front macro, o mercado acompanha Ilan e Meirelles no evento em Washington.


CENÁRIO EXTERNO: INFLAÇÃO AMERICANA AINDA FRACA.

Dia misto para ativos de riscos. Enquanto as bolsas da Europa terminaram a sessão sem direções claras (o índice Stoxx 600 avança 0,29%), as bolsas dos EUA vão operando com ganhos. Aliás, um destaque: os índices americanos S&P 500 e Dow Jones voltam a registrar máximas históricas no pregão desta 6ª.

Menos inflação (do que o esperado). Nos EUA, a inflação ao consumidor veio abaixo do esperado, algo que contribuiu para pressionar o dólar para baixo. Em setembro, a inflação apresentou um crescimento de 0,5%, abaixo dos 0,6% esperados, segundo pesquisa da Bloomberg. O mercado, desta forma, se mantém mais cético quanto à 3ª elevação de juros neste ano por parte do Fed.

Otras cositas más. Ainda nos EUA, outros temas permanecem no radar: (i) indicação do novo membro do Fed; e (ii) avanço da Reforma Tributária. Quanto ao Fed, Stanley Fischer, vice-presidente da instituição, voltou a sugerir que Trump nomeasse Janet Yellen para a presidência. “Janet é uma mão segura e muito boa em explicar o que está fazendo e persuadir as pessoas do que ela está fazendo”, afirmou Fischer.

E o barril segue em alta. O petróleo opera com ganhos nesta tarde de 6ª. As tensões geopolíticas envolvendo Irã e Trump influenciam no movimento da commodity. Hoje, Donald Trump, presidente dos EUA, ameaça impor novas sanções contra o país do oriente médio. Vale recordar que em 2015, os EUA conteve o programa nuclear do Irã em troca de alívio a sanções econômicas para o país iraniano.


BRASIL: IBOVESPA EM ALTA, ENQUANTO DÓLAR E DI’S RECUAM.

A caminho de mais um recorde. O Ibovespa sobe, caminhando para mais um fechamento recorde, enquanto pressões de baixa são registradas em dólar e juros futuros. O CDS de 5 anos, que pela manhã subia, volta a recuar. Em suma, o segue favorável para ativos de risco doméstico, em linha com o quadro que abordamos mais cedo.

Enquanto isso, em Washington… Do lado “macro”, os investidores acompanham os discursos do presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, e do ministro da Fazenda, Henrique Meireles. Ambos participaram do evento Brazil Economic Conference – 2017, em Washington. Ilan comentou sobre as expectativas de inflação deste e do próximo ano, ancoradas na meta, e destacou o desempenho positivo do consumo nos últimos meses.

E os ruídos de Brasília,… No front político, o mercado repercute a decisão do STF, que considera o afastamento de cargos para deputados e senadores submetidos ao Poder Legislativo. O Senado agora articula uma votação secreta para o caso de Aécio. A votação no plenário da Casa está marcada para a próxima terça-feira (17).

Destaques corporativos Agora, aproveitamos este Segundo Tempo para fazer algumas considerações sobre alguns papéis listados em bolsa. Hoje, o destaque negativo segue com o setor varejista, algo que nos chama atenção. Enquanto escrevíamos o relatório, B2W recuava 9%, Magazine Luiza, 6%, Via Varejo 7%. O motivo? Possível expansão da Amazon no Brasil. A empresa deve começar a vender produtos, dentre eles eletrônicos, já na semana que vem. Outros produtos deverão ser adicionados até o final do ano.

Na outra ponta, as siderúrgicas e mineradoras avançam no campo positivo, em linha com a forte valorização do minério de ferro e dados mais positivos da China. Assim, Usiminas reportava alta de 6%; CSN, 5%; e Gerdau, 4%. Enquanto a Vale também avançava mais de 5%.

 

 

 

 

Rafael Gad Camano Passos – Equipe Econômica


Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +0,46%, aos 767.015 pontos;
Real/Dólar: -0,71%, cotado a R$3,150;
Dólar Index: +0,08%, 93,130;
DI Jan/21: 03 pontos base; 8,900%;
S&P 500: +0,19%, aos 2.555 pontos.


*Por volta das 14h56, horário de Brasília. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Ignácio Crespo Rey
[email protected]

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 17 da Instrução CVM nº. 483/10, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Rafael Gad Passos Rafael Gad Passos

Equipe Econômica

Graduado em Administração de Empresas na ESPM. Possui certificação de Mercado de Ações (BMF&Bovespa). Possui experiência na área de análise do Banco Bradesco Investimentos e atualmente faz parte da equipe de Research da Guide Investimentos, com foco nas empresas do Ibovespa.

461 visualizações

relacionados

Utilizamos cookies para melhorar a sua navegação

Entendi
Bitnami