Fique por dentro do mundo da economia!


CADASTRE-SE AQUI

Mercados Hoje: Zew reforça fragilidade alemã

tags Intermediário

Introdução: Mercados asiáticos operaram mistos; Na Europa, os principais índices de mercado se movimentam sem direção única; Em NY, futuros operam estáveis, e o dólar (DXY) avança contra seus principais pares; O índice de confiança ZEW reforça fragilidade da economia alemã; Investidores aguardam a divulgação de dados econômicos e balanços de grandes bancos nos EUA; Às 14h, o mercado acompanhará discurso do presidente do Fed; O petróleo (Brent crude) avança 0,3%, negociado próximo dos US$ 66,70/barril. No Brasil, o noticiário político é reduzido, com o Congresso se preparando para o recesso parlamentar, e o movimento no exterior deve predominar como principal direcional para o mercado doméstico.


CENÁRIO EXTERNO: ZEW REFORÇA FRAGILIDADE ALEMÃ

Mercados… Mercados asiáticos operaram mistos. As bolsas de Tóquio e de Shanghai recuaram 0,7% e 0,2%, respectivamente. Na Europa, os principais índices de mercado operam sem direção única, com o DAX (Frankfurt) e o FTSE londrino registrando pouca variação desde a abertura. Em NY, futuros operam estáveis, e o dólar (DXY) avança contra seus principais pares. Na frente das commodities, ativos se movimentam majoritariamente em terreno negativo. O petróleo (Brent crude) avança 0,3%, negociado próximo dos US$ 66,70/barril.

ZEW reforça fragilidade alemã… O índice ZEW de confiança do investidor na Alemanha recuou pelo 3º mês consecutivo em julho. O índice de expectativas, que tem como horizonte os próximos 6 meses, caiu para -24,1, abaixo do esperado pelo mercado (-21,1). A situação corrente caiu de 7,8 para -1,1, entrando em terreno negativo pela primeira vez desde 2010.

A tendência preocupa… A Alemanha tem apresentado números fracos desde ano passado, sem dar sinais de estabilização, e o ZEW, um dos indicadores de confiança mais importantes da Europa, reforça a situação que a maior economia do bloco vive. Segundo as estimativas do Bundesbank, a economia alemã contraiu no 2T19, fato que reforça o quadro de preocupação para o crescimento global. Neste cenário, a expectativa é que os formuladores de política monetária do bloco sinalizem sua disposição a adotar medidas mais estimulativas à economia da região quando se encontrarem na semana que vem.

Na agenda… O destaque da agenda internacional serão as vendas no varejo de junho nos EUA (9h30), com previsão de alta de 0,2%, após um avanço de 0,5% em maio. Mais tarde, às 14h, as atenções do mercado se voltam para a fala do presidente do Fed, Jerome Powell, seguido de outros membros do BC americano. Ainda, dando sequência à temporada de lucros nos país, JPMorgan Chase & Co., Goldman Sachs Group Inc. and Wells Fargo & Co. divulgam seus resultados.


BRASIL: A PRÓXIMA NA AGENDA ECONÔMICA

Batalha da Reforma Tributária… Atualmente, existem cinco propostas distintas para reformar tributos no Congresso ou no governo. Depois do grande sucesso da reforma da Previdência, em seu primeiro turno de votos na Câmara, o Executivo e Legislativo competem pelo protagonismo sobre o próximo item da agenda de reformas econômicas.

Críticas governistas… O ministério da economia criticou a proposta tributária preterida pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Este projeto foi apresentado pelo deputado Baleia Rossi (MDB-SP), com elaboração pelo ex-secretário de Política Econômica Bernard Appy. Entre todas as propostas, esta está em estagio mais avançado de tramitação.

Maior imposto do mundo… Segundo cálculos do Ministério da Economia, o plano apresentado pelo deputado Balei Rossi, que pretende unificar IPI, PIS, Cofins, ICMS e ISS em um único tributo, chamado Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS), resultaria no maior imposto sobre valor agregado do mundo, com alíquota de 30%. O governo também criticou o plano por remover autonomia dos estados e municípios, que atualmente controlam o ICMSS e ISS respectivamente.

208 bilhões em concessões… O ministro da infraestrutura, Tarcísio Freitas, anunciou, ontem (15), o maior plano de concessões “da história do país até agora”. Segundo o ministro, serão liberados R$ 208,7 bilhões até 2022. A maioria do montante será destinado á rodovias (R$140 bi), seguido por ferrovias (R$ 54,5 bilhões), além de aeroportos (10,3 bilhões) e portos (R$ 3,9 bilhões).

Via Dutra terá cobrança por KM… Em relação a Rodovia Dutra, que vincula São Paulo ao Rio de Janeiro, já existem planos para renovar a concessão no segundo trimestre de 2020. Um novo sistema de cobrança por quilometro, onde existem pedágios em todas as entradas e saídas, será instalado. O sistema existe no exterior, mas será o primeiro no Brasil. Atualmente, só 10% dos motoristas que trafegam pela via pagam pedágio, a grande maioria dos motoristas ingressam na estrada por entradas sem cobrança e fazem o mesmo ao sair. O novo sistema deve trazer maiores investimentos para a Via Dutra e, ao mesmo tempo, reduzir o custo do pedágio.

Menos radares… O ministro também revelou acordo com Ministério Público, que diminuirá o número de radares nas rodovias. Inicialmente, os radares fiscalizariam 8 mil pontos durante período de 5 anos, ao custo de R$1 bilhão. O governo suspendeu a implementação do plano de radares em abril. Agora, os radares só fiscalizaram 2,2 mil faixas, reduzindo o custo do plano inicial para R$ 600 milhões. Freitas não acredita que redução de radares resultará em mais acidentes.

Na agenda… Às 8h, saem a prévia do IPC-S e o IGP-10 de julho, que deve registrar variação de 0,51% (Broadcast). Mais tare, o mercado acompanha a posse de Gustavo Montezano no BNDES, em cerimônia às 11h, no Palácio do Planalto.

E os mercados hoje? No exterior, mercados operam sem driver claro, com investidores à espera da divulgação de dados econômicos e balanços de grandes bancos nos EUA. Aqui, o noticiário político é reduzido, com o Congresso se preparando para o recesso parlamentar, e o movimento no exterior deve predominar como principal direcional para o mercado doméstico. Com isso, esperamos um dia de viés neutro para ativos de risco locais.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -0,10%, aos 103.803 pontos;
Real/Dólar: +0,48%, cotado a R$ 3,756;
Dólar Index: +0,13%, cotado a 96.939;
DI Jan/21: -03 pontos base, 5.570%;
S&P 500: +0,02% aos 3014 pontos

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Jornais:

Folha de São Paulo
– Reação de senadores faz Bolsonaro avaliar risco de indicar filho
– Censo do país, criticado por Guedes, é um dos menores
– Previdência terá de ser revista em 5 anos, diz Mourão
– Expulsar ‘infiéis’ põe em risco verba eleitoral de siglas

O Estado de São Paulo
– Para governo, Câmara quer criar o maior imposto do mundo
– Saúde suspende a produção de 19 medicamentos gratuitos do SUS
– Ciro: ‘Não se pode servir a dois senhores’
– Trump mantém ataque visto como racista

Valor Econômico
– Projeto tenta promover um ‘choque de investimentos’
– Proposta para universidades sai amanhã
– TST decide que trabalhador paga honorário
– Ponte de R$ 2,9bi provoca polêmica

O Globo
– Governo quer atrair R$ 208 bi em investimentos privados
– Insatisfeito com Dodge, chefe da Lava-Jato deixa cargo
– Bolsonaro lista 5 razões para nomear Eduardo
– Troca de comanda em alta velocidade na CET-Rio

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
190 visualizações

relacionados

Bitnami