Introdução: As bolsas de Europa operam em alta, e tudo indica que será um dia positivo nos EUA. O dólar segue mais fraco no exterior, e commodities também operam com ganhos. Investidores digerem o encontro entre Donald Trump e Xi Jingping, que chegaram a acordo provisório em suas relações comerciais. No Brasil, investidores aguardam novos nomes para os Ministérios de Bolsonaro. No front macro, Boletim Focus é destaque da sessão.


CENÁRIO EXTERNO: RISK ON.

O “básico” sobre os mercados… As bolsas da Europa operam em alta, após sessão mais positiva na Ásia. O índice Shanghai e Hong Kong (Hang Seng) saltaram 2,58% e 2,55%, respectivamente. Nos EUA, os futuros americanos apontam uma sessão mais positiva. Os juros das Treasuries sobem (10 anos ~3,03%), e o dólar opera mais fraco no exterior. As commodities registram viés ligeiramente mais positivo. O brent, entretanto, está próximo de US$61/barril, recuando 1%. De pano de fundo, mercados se beneficiam do encontro do G-20.

Fechando acordos… O encontro de Donald Trump com o presidente chinês, Xi Jingping, neste fim de semana, culminou em uma trégua da guerra comercial entre ambos os países. Em suma, Trump prometeu suspender a tarifa já vigente de 25% sobre US$ 200 bilhões de produtos chineses por 90 dias, a partir do início do ano que vem (01/01/2019). Na outra ponta, a China iniciará, imediatamente, novas compras de produtos agrícolas dos EUA. Vale notar: os chineses se comprometeram a auxiliar na redução do déficit da balança comercial americana.

Mas a cautela se mantém… Apesar do acordo inicial, a Casa Branca já deixou claro que caso não houver um bom termo após os 90 dias de trégua, tarifas adicionais poderão voltar a subir.

Sobre o barril… O preço do barril de petróleo, que tem reportado forte volatilidade nos últimos dias, poderá recuperar o fôlego nas próximas sessões. Isto porque, na última 5ª feira, em reunião da Opep, Rússia e Arábia Saudita concordaram em estender o acordo de cortes na produção da commodity. O volume do corte, entretanto, ainda não foi divulgado. Vamos acompanhar…

Na agenda macro… Ao longo da semana, saem 3 dados. Nos EUA, atenções aos dados do emprego americanos (6ª feira, dia 07). No sábado, os dados da balança comercial e CPI da China são destaques. Além disso, nesta 2ª feira (03), atenções aos Fed boys: R. Kaplan discursa às 16h.


BRASIL: ATENÇÕES ÀS PASTAS.

Mais nomes… Jair Bolsonaro (PSL), presidente eleito, disse que a indicação para o ministério do Meio Ambiente deverá sair ao longo desta semana. Bolsonaro prometeu mudanças na legislação sobre a área, e criticou as regras atuais do setor. Segundo Bolsonaro, as políticas atuais da pasta criaram uma “indústria da multa” no campo. Mais: Jair ainda reiterou que deve derrubar o decreto presidencial, assinado pelo presidente Temer, que converte multas do Ibama em financiamento a programas de recuperação de áreas degradadas.

Mais pastas… Até o domingo (02), 20 ministros tinham sido anunciados. Durante a campanha, Bolsonaro havia dito que seriam 15 pastas para compor seus ministérios. Depois, Jair falou em 17. Agora, serão, pelo menos, 22 ministérios. O Direitos Humanos, Trabalho e Mulheres podem formar mais um ou dois ministérios. Vale notar: os militares respondem por 35% (isto é, 7 integrantes) da Esplanada de Bolsonaro.

Sobre o PIB… No 3º tri de 2018, o PIB teve crescimento de 0,8% t/t (na série com ajuste sazonal). Em 12 meses, houve avanço de 1,3% a/a. O resultado foi puxado pela alta de 2,5% nas atividade agropecuária; enquanto Indústria cresceu 0,8% a/a, e serviços reportou um avanço de 1,2% a/a. Em suma, o PIB do 3T18 sinaliza um ritmo ainda moderado da recuperação da atividade local. Apesar da reação lenta do mercado de trabalho à melhora da atividade, as condições financeiras mais favoráveis pós-eleições devem beneficiar o resultado do último trimestre do ano.

Na agenda de hoje… Além do Boletim Focus (veja a seguir), sai o índice o PMI industrial de novembro (10h) e venda de veículos, segundo a Fenabrave (11h). À tarde (15h), sai a balança comercial semanal. Mais: nesta sessão, a B3 divulga a 1ª prévia do Ibovespa. Durante a semana, outros destaques: (i) na 3ª, dia 04, o BGE divulga os dados do setor industrial em outubro; e, (ii) na 6ª, dia 07, sai a inflação oficial de novembro, medida pelo IPCA.

Boletim Focus… O mercado revisou para baixo o PIB de 2018, de 1,39% para 1,32%. Para 2019, prevê 2,53%. A projeção de IPCA de 2018, também caiu: de 3,94% para 3,89%. Para 2019, prevê 4,11%. Projeções de Selic seguem inalteradas. Os juros devem terminar 2018 e 2019 em 6,50% e 7,75%, respectivamente. Já as provisão de câmbio deve terminar em R$3,75 e R$3,80, respectivamente.

E os mercados hoje? O quadro é mais favorável para os mercados locais, diante de um exterior mais positivo para emergentes. Assim, temos um viés ainda altista bolsa; e de baixa em dólar e DIs. Nesta manhã, a percepção de risco país, medida pelo CDS de 5 anos, opera próximo da estabilidade (por volta de 210 pontos base, às 9h00).

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -0,23%, aos 89.504 pontos;
Real/Dólar: +0,38%, cotado a R$3,8671;
Dólar Index: -0,30%, 96,976;
DI Jan/21: -01 pontos base, 7,940%;
S&P 500: +0,82% aos 2.760 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 31/05.


EMPRESAS:

Marfrig: reduz dívida e faz oferta por dois ativos da BRF
Impacto: Marginalmente Positivo.

Proventos de Comgás e BR Distribuidora
Impacto: Cunho Informativo.

Rafael Passos – Equipe Econômica


Jornais:

Folha de São Paulo
– Medicina da família tem 70% das vagas sem interessados
– Candidato à reeleição leva mais verba que novato
– Luiz Schwarcz: A livraria como ponto cultural deve continuar
– EUA e China anunciam trégua no comércio

O Estado de São Paulo
– “Bombas fiscais” ameaçam governadores eleitos
– Empresas trocam BNDES por emissões no mercado
– França estuda decretar estado de emergência
– Viaduto é erguido e demolição, descartada

O Globo
– Acordo EUA-China deve afetar exportações do Brasil
– Novo governo planeja esvaziar 40 conselhos
– Estreantes ocuparão 80% da Esplanada
– Rio paga R$ 3 milhões em salários a 21 investigados

Valor Econômico
– País será punido se não tiver lei mais dura contra lavagem
– Receita quer fiscalizar as criptomoedas
– Ruralista vê riscos em estratégia de Bolsonaro
– Marfrig reduz dívida e faz oferta por dois ativos da BRF

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Rafael Gad Passos Rafael Gad Passos

Equipe Econômica

Graduado em Administração de Empresas na ESPM. Possui certificação de Mercado de Ações (BMF&Bovespa). Possui experiência na área de análise do Banco Bradesco Investimentos e atualmente faz parte da equipe de Research da Guide Investimentos, com foco nas empresas do Ibovespa.

123 visualizações

relacionados

Bitnami