Mercados Hoje: Uma queda do trilhão

tags Intermediário

Introdução: Bolsa japonesa caiu forte (-2,06%), refletindo desempenho negativo de ontem nos mercados americanos; O dia negativo de ontem nos EUA refletiu a forte queda de Apple e Amazon; Na Europa, acordo do Brexit cada vez mais próximo da realidade; Crédito desacelera na China. No Brasil, Bolsonaro volta à Brasília para continuar a coordenação de sua transição; Clima entre Guedes e Lorenzoni não anda bem; Previdência só em 2019; Vendas no varejo deve vir com estabilidade na margem.


CENÁRIO EXTERNO: UMA QUEDA DO TRILHÃO

Mercados Globais… O dia de ontem foi bem ruim para a Bolsa japonesa, que refletiu em cheio o desempenho ruim das ações americanas, e recuou -2,06%. Na Ásia, os destaques positivos foram as bolsas de Hong Kong e Shangai, que subiram 0,62% e 0,93%, respectivamente. Já hoje, o dia indica ser de recuperação com quase todos os índices europeus operando no verde, após boas notícias do Brexit e do orçamento italiano. O DAX avança, neste momento, 0,65%. As moedas de países emergentes operam em terreno negativo, a Lira turca desvaloriza 1,01%, assim como o Peso mexicano que perde 0,35%.

Uma queda do trilhão… O desempenho ruim de Wall Street ontem foi puxado, mais uma vez, por empresas de tecnologia. O índice Nasdaq levou um tombo de 3% enquanto o S&P500 caiu 1,97%. O epicentro foram as ações da Apple que caíram 5,04%, recuando para o menor patamar desde julho. Outra empresa mamute que ajudou na queda foi a Amazon, que recuou 4,37%. Vale lembrar: ambas as companhias bateram a mitológica marca de US$1 trilhão em valor de mercado.

Quase a um toque de distância… Foi assim que um alto oficial do governo inglês declarou o quão perto os britânicos estão de conseguir um acordo para o Brexit. Segundo David Lidington o acordo pode ser anunciado nas próximas 48 horas. Um alívio para os mercados, que passaram as últimas duas semanas temendo por uma saída sem acordo, o que significaria uma quebra abrupta de contratos e uma possível paralisação da economia inglesa.

Crédito fraco, investimento fraco, China fraca (não por muito tempo)… O crédito bancário se expandiu em 697 bilhões de yuan no mês passado, abaixo das expectativas dos analistas, que variavam de 700 a 1.500 bilhões de yuan. Por conta deste fraco resultado, a taxa de expansão do crédito seguiu em desaceleração. Entretanto, esse movimento pode se reverter nos próximos meses. Em outubro, para estimular a economia, o BC chinês reduziu o compulsório bancário e criou instrumentos de crédito para pequenas empresas. Tendo em vista a tendência de desaceleração da economia e a inflação abaixo do seu objetivo, o BC chinês poderá adotar novas medidas de estímulo ao crédito.


BRASIL: UM VOO CURTO, UMA AGENDA LONGA

Um voo curto, uma agenda longa… Jair Bolsonaro decolou há pouco do Rio de Janeiro para Brasília. Essa é a segunda ida do Presidente eleito a Brasília. O voo é curto, com duração de pouco mais de 1 hora, ao contrário da agenda cheia que Bolsonaro terá hoje na capital. O super Ministro, Paulo Guedes, acompanha o novo Presidente.

Visitando os juízes… Durante a tarde, faz um périplo por tribunais superiores -e reúne-se com os presidentes Rosa Weber, do TSE; Brito Pereira, do TST; e José Coêlho Ferreira, do STM.

Supervisionando o time… Bolsonaro também vem acompanhar os trabalhos de sua equipe de transição. Circulam boatos que o clima não anda bem entre Lorenzoni (Ministro da Transição) e Guedes.

Mais jogadores… O futuro governo define hoje e amanhã (14/11) os nomes dos ministros da Defesa, Educação, Meio Ambiente, Relações Exteriores e Saúde.

O primeiro oficialmente anunciado… Joaquim Levy foi confirmado ontem para presidir o BNDES. É o primeiro nome oficialmente confirmado para compor a equipe de Paulo Guedes.

Previdência só ano que vem… Essa sinalização foi dada pelo ministro extraordinário da Transição, Onyx Lorenzoni. O ministro afirmou que o cenário atual não é favorável a esta questão. A afirmação de Lorenzoni vai ao encontro de uma recente fala de Bolsonaro que comentou sobre a reforma como algo a ser votado no ano que vem. O Senador eleito pelo PSL, deputado Major Olímpio (SP), também disse nesta segunda-feira, que não há condições de se votar a reforma este ano.

Já está no preço… É bastante claro para nós a impossibilidade de se votar alguma grande questão previdenciária em 2018, já está embutida na expectativa dos investidores, bem como no preço dos ativos locais. O anúncio de Lorenzoni é apenas a confirmação de algo já esperado.

Agenda… O IBGE divulga nesta 3ª feira o resultado das vendas no varejo em setembro. Em agosto, as vendas do varejo registraram alta de 1,3% em agosto na comparação com julho e crescimento de 4,1% em relação ao 2017. O mercado espera estabilidade do indicador na comparação mensal e um avanço de 1,5% em relação ao mesmo período do ano anterior.

E os mercados hoje? Com o dia positivo nos mercados desenvolvidos, e após os movimentos técnicos de realizações por aqui, é provável que o dia hoje seja neutro/positivo para os ativos de risco. O Prêmio de risco brasileiro opera próximo da estabilidade aos 201 pontos.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -0,14%, aos 85.525 pontos;
Real/Dólar: +0,95%, cotado a R$3,765;
Dólar Index: +0,66%, 97,542;
DI Jan/21: -02 pontos base, 8,140%;
S&P 500: -1,97% aos 2.726 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 27/09.


EMPRESAS:

Braskem: Números do 3º tri.
Impacto: Marginalmente Positivo.

Victor Candido – Economista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Bolsonaro sinaliza que Previdência só será votada em 2019
– Morre aos 95 anos Stan Lee, o responsável por todos esses heróis
– Com Levy, BNDES deve encolher mais e mudar perfil
– TSE vê indícios de irregularidade em conta de Bolsonaro

O Estado de São Paulo
– Bolsonaro vai promover corte de cargos em bancos estatais
– Reforma da Previdência deve ficar para 2019
– Mercado aposta em rigor fiscal com Levy no BNDES
– Vida nova para os viadutos de SP

O Globo
– Com Levy, BNDES se voltará para privatizações e infraestrutura
– Bolsonaro admite reforma da Previdência só em 2019
– Futuro governo tem mais dois potenciais ministros
– Prefeitura de Niterói adia na Justiça obras em encostas, diz MP

Valor Econômico
– Equipe de Guedes quer tirar o Cade da Justiça
– Economia fechada custa R$ 130 bilhões
– General diz que “elites ignoram os mais pobres”
– Odebrecht vai renegociar US# 3 bilhões em bônus

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Candido
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Luis Gustavo Pereira Luis Gustavo Pereira

Estrategista

Graduado em Administração de Empresas pela ESPM, com pós-graduação em Economia e Setor Financeiro pela USP e MBA em Finanças pelo INSPER. Tem mais de 8 anos de experiência no mercado financeiro. Atualmente, é o estrategista da Guide Investimentos.

183 visualizações

relacionados

Bitnami