Introdução: Bolsas asiáticas operaram próximas da estabilidade colocando um estanque na sangria de terça feira; Nos Estados Unidos continua o mal estar com a questão Saudita; Trump volta a criticar abertamente o FED; Indicadores de alta frequência continuam mostrando frustração da atividade econômica na Europa. No Brasil, o destaque fica com a pesquisa Ibope que mostrou uma leve melhora de Fernando Haddad; Porém, Haddad não tem fôlego ou tempo para alcançar Bolsonaro; O risco Brasil continua recuando.


CENÁRIO EXTERNO: TRUMP PROMETE RETRIBUIÇÃO À SAUDITAS E ATACA JAY POWELL; EUROPA SE PREPARA PARA O BREXIT, COM OU SEM ACORDO.

Mercados Globais… Os mercados asiáticos tem sessão sem grandes movimentos, após três dias de muita volatilidade. O SSE Índex de Shangai e o Nikkei de Tóquio subiram cerca de 0,40% cada. Na Europa, mesmo com a indefinição sobre o acordo pelo Brexit, as bolsas operam em leve alta, com o Stoxx 600 ganhando 0,80%. Nos EUA, o futuro do S&P recua 0,63%, e o dólar, medido pelo DXY, avança 0,41%.

Morte mal planejada… Nos EUA, o destaque mais uma vez é o Presidente Donald Trump que inicialmente parecia ter aceito as explicações dos Sauditas sobre a morte do jornalista Jamal Khashoggi, agora taxa o episódio de “a pior tentativa de encobrimento já vista”, e promete retribuição. Sob a luz destes fatos, o fórum de investimentos de Riad também conhecido como “Davos no deserto”, teve menos participantes do que o previsto, e o príncipe Mohammed bin Salman permaneceu apenas 15 minutos no evento.

Subida de juros mal planejada… Além disto, Donald Trump também voltou a direcionar ataques ao presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, alegando que ele “aumenta a meta da taxa de juros toda vez que o governo alcança algo grandioso”. O presidente também afirmou, que apesar do pouco tempo, já sente arrependimento em relação a nominação de Powell, o que deve aumentar ainda mais tensão entre os agentes.

Se preparando para o pior… Na Europa, o clima continua tenso com a expectativa do acordo pelo Brexit, que não vem apresentando progresso nas ultimas reuniões entre a Primeira Ministra Britânica e a Comissão Europeia. Diante disso, o governo francês já começa a preparar o mercado para um eventual Brexit sem acordo.

Atividade econômica não muito boa no velho continente… A queda dos índices dos gerentes de compras da indústria e do setor de serviços em outubro foi mais forte que o esperado. Esse comportamento indica um risco de frustração com o PIB neste quarto trimestre. O que reafirma que a melhora econômica na Europa ainda é bastante gradual e deve aumentar a cautela do BCE na retirada dos estímulos monetários.


BRASIL: ÚLTIMA VOLTA…

Na última volta… Estamos literalmente na última volta da corrida eleitoral, apenas um grave acidente político poderia prejudicar seriamente o primeiro colocado. Para fazer uma analogia com o automobilismo esportivo, Jair Bolsonaro (PSL) já está com o motor superaquecido e os pneus gastos, Fernando Haddad (PT) tem o carro menos pior e até consegue tirar alguns segundos de vantagem, porém é tarde demais, estamos na última volta.

Para encostar no adversário… Fernando Haddad precisa angariar mais de 1,5 milhões de voto por dia, até domingo, para mudar o quadro que as pesquisas vêm mostrando.

Traduzindo a metáfora em números… Ontem a noite foi divulgada a pesquisa Ibope que trouxe uma melhora de Haddad. Caso a dinâmica fosse mantida, Haddad não teria tempo de sequer ficar próximo de Bolsonaro. O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, tem 57% das intenções de voto, ante 43% de Fernando Haddad (PT), segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada ontem.

Dinâmica… Em relação à sondagem do dia 15 passado, Bolsonaro oscilou dois pontos porcentuais para baixo (tinha 59%), enquanto Haddad oscilou dois para cima (tinha 41%). As duas variações estão dentro da margem de erro. A vantagem do candidato do PSL passou de 18 para 14 pontos porcentuais.

Espontânea… Na pesquisa espontânea, ou seja, aquela que o eleitor diz em quem vai votar sem ser apresentado a uma lista de opções, Bolsonaro lidera por 42% a 33%. Na pesquisa anterior a vantagem era de 16p.p agora é de 9p.p.

Por grupos… A segmentação do eleitorado por escolaridade revela que Bolsonaro deve sua vantagem aos que têm mais anos de estudo. Ele vence por 65% a 35% entre os que cursaram faculdade, e por 62% a 38% entre os que estão no ensino médio.

A inflação voltou… O IPCA-15 – que nada mais é que a prévia da inflação de outubro – avançou 0,58% na margem, , mostrou que os preços continuam aquecidos, apesar do resultado ter vindo abaixo da projeção do mercado (0,68%). Com os dados do IPCA-15 o IPCA cheio do mês deverá confirmar essa nova tendência altista da inflação e que deverá levar o IPCA do ano para bem próximo do centro da meta estipulada pelo Banco Central.

Máquinas paradas… A sondagem Industrial da CNI, com ajuste sazonal, mostrou um novo recuo na margem da percepção empresarial sobre o volume produzido em setembro. O número de empregados voltou a indicar redução sem sinais de melhora. O índice de capacidade ociosa caiu mais uma vez e agora alcança 66,9%. Na indústria a recuperação da atividade econômica ainda é bastante vagarosa.

Agenda… O destaque da semana continuará sendo política, logo vale acompanhar o resultado das pesquisas. Amanhã (25) será divulgado o Datafolha, XP/IPESPE e Real Time Big Data; Sexta Feira (26) Paraná Pesquisas; e por fim no Sábado (27) Ibope e Datafolha irão divulgar seus resultados.

E os mercados hoje? O risco Brasil, medido pelo CDS de 5 anos, continua a cair (-0,21%) aos 210 pontos, confirmando a tendência de fechamento de risco por aqui. Os mercados internacionais estão menos turbulentos do que estavam ontem. Logo acreditamos que o dia pode ser positivo para os ativos de risco por aqui.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -0,35%, aos 85.300 pontos;
Real/Dólar: +0,24%, cotado a R$3,695;
Dólar Index: -0,05%, 95,961;
DI Jan/21: -05 pontos base, 8,290%;
S&P 500: -0,05% aos 2.741 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 27/09.


EMPRESAS:

Weg: Números do 3º tri.
Impacto: Marginalmente Positivo.

Victor Candido – Economista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Reforma tributária de Bolsonaro traria rombo de R$ 27 bi
– Deputado tem oscilação para baixo, aponta pesquisa Ibope
– Doria e França dão trégua a ataques em debate morno
– Haddad usa informação errada contra vice de rival

O Estado de São Paulo
– Bolsonaro tem 57% dos votos válidos e Haddad, 43%
– WhatsApp teve efeito limitado no 1º turno, aponta Ibope
– No Rio, Paes se aproxima de Witzel
– Haddad usa fala desmentida e acusa Mourão

O Globo
– Ibope: Bolsonaro tem 57%, e Haddad, 43%
– Petista erra ao acusar general Mourão por tortura a cantor
– Diferença de Witzel para Paes cai 8 pontos
– Pela reeleição, Maia faz promessa à bancada da bala

Valor Econômico
– Aliados de Bolsonaro levam 14 Estados
– Carf isenta dividendo de ‘sócio oculto’
– Lucro cresce até 128% no 3º trimestre
– TCU deve liberar venda de carteiras da Caixa

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Candido
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Victor Cândido Victor Cândido

Economista

Mestrando em economia pela Universidade de Brasília - UnB. Já trabalhou no mercado financeiro na área de pesquisa e operações. Foi pesquisador do CPDOC da Fundação Getúlio Vargas. É formado em economia pela Universidade Federal de Viçosa.

123 visualizações

relacionados

Bitnami