Mercados Hoje: Tumulto asiático

tags Intermediário

Introdução: Bolsas asiáticas têm sessões negativas; O término precoce das conversas entre EUA e Coreia do Norte e a divulgação de mais uma leitura fraca do PMI chinês pesaram sobre os ânimos dos investidores; Na Zona do Euro, índices de mercado abrem negociações com viés baixista; Em NY, a manutenção de uma postura mais dovish do Fed é ofuscada pela falta de progresso nas negociações comerciais sino-americanas, e o futuro do S&P já opera no vermelho pela manhã, e o dólar (DXY) recua frente aos seus principais pares. Na frente das commodities, ativos não apresentam direção única. Para emergentes, dia tem início mais negativo, com as divisas de México, Turquia e Africa do Sul se desvalorizando contra o dólar. Aqui, foco deve se voltar para cessão onerosa.


CENÁRIO EXTERNO: TUMULTO ASIÁTICO

Mercados… Mercados asiáticos têm sessões negativas. As bolsas de Seul e de Shanghai recuaram 1,8% e 0,4%, respectivamente. Na Zona do Euro, índices de mercado abrem negociações com viés baixista. O STOXX 600 recua 0,3% e o DAX, em Frankfurt cai 0,1%. Em NY, o futuro do S&P já opera no vermelho pela manhã, e o dólar (DXY) recua frente aos seus principais pares.

Futuro (ainda) incerto… Ontem, o Representante Comercial dos EUA, Robert Lighthizer, contribuiu para a incerteza do investidor ao afirmar que ainda é preciso “fazer muito” para conseguir fechar um acordo comercial com a China. Segundo Lighthizer, para que um consenso seja alcançado entre as duas partes o pacto terá de envolver mais do que compras adicionais de produtos americanos por parte dos Chineses – condição já considerada pelo rival.

Sem perder tempo… A segunda reunião de cúpula entre o presidente americano, Donald Trump, e do líder norte-coreano, Kim Jong-um, em Hanói (Vietnã), foi encerrada de forma precoce, sem o firmamento de um acordo entre as partes para a desnuclearização da Península Coreana. Em entrevista coletiva após o encontro, Trump alegou que decidiu antecipar o fim das conversas por não conseguir chegar a um consenso com Kim sobre as sanções de Washington, atualmente vigentes sobre o regime norte-coreano. Repercutindo à notícia, bolsas da Coreia do Sul impulsionaram perdas na sessão desta quinta feira.

Desaceleração em curso… Os dados do PMI do setor manufatureiro da China caiu ao menor patamar em quase 3 anos, ficando em 49,2 pontos – resultado que configura a terceira queda consecutiva do indicador. Vale ressaltar: Uma leitura abaixo dos 50 pontos já indica a contração do setor, fato que deve pesar sobre os ânimos de mercado já preocupado com uma desaceleração econômica global.

Na agenda… O grande destaque da agenda internacional será a divulgação da primeira estimativa do PIB do 4º trimestre de 2018 nos Estados Unidos (10h30). O dado tem estimativa de expansão de 2,2% (anualizado). Ainda nos EUA, teremos o PCE do trimestre, com previsão para o núcleo de 1,6% (10h30). Na Zona do Euro, o índice de preços ao consumidor (CPI) da Alemanha em fevereiro é destaque.


BRASIL: NEGOCIANDO A MOEDA DE TROCA

Moeda de troca… A reunião da CNPE, que deve contar com a presença de Paulo Guedes, terá em pauta a cessão onerosa, mas, segundo apurou o Broadcast , sem a definição de valores do contrato entre Petrobras e União, nem sobre leilão de excedentes. Vale ressaltar: a equipe econômica usará a cessão onerosa como moeda de troca para o apoio dos governadores à reforma da Previdência e, portanto, esta em seu interesse adiar uma decisão.

Passando o bastão… Hoje, às 9h, teremos a posse de Roberto Campos Neto como o novo Presidente do Banco Central, substituindo Ilan Goldfajn.

Visita do interino… Juan Guaidó, presidente interino da Venezuela, será recebido pelo Presidente Jair Bolsonaro às 14h, em visita cordial ao Palácio do Planalto.

Na agenda… A divulgação do PIB do 4º trimestre de 2018, pelo IBGE, apontou um crescimento de 0,1% no período, em linha com a média das expectativas de mercado, de 0,1%, e abaixo das nossas expectativas, de 0,2%. Com essa leitura, o ano de 2018 fecha com um crescimento de 1,1%.

E os mercados hoje? A falta de progresso mais substancial das negociações comerciais entre China e EUA mantêm investidores mais cautelosos lá fora. Aqui, a escassez de novidades sobre avanços da previdência deve manter o mercado inseguro pelo menos até depois do Carnaval. Com isso, seguimos vendo um cenário mais neutro para ativos de risco brasileiros, com foco se voltando para o andamento da cessão onerosa e para a divulgação de balanços corporativos.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -0,30%, aos 97.307 pontos;
Real/Dólar: -0,52%, cotado a R$ 3,7295;
Dólar Index: +0,16%, 96.154;
DI Jan/21: -0,05 pontos base, 7,080%;
S&P 500: -0,05% aos 2.792 pontos

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Victor Candido – Economista


Jornais:

Folha de São Paulo
– RGovernistas já negociam flexibilização de reforma
– OAS afirma que dona de avião de Eduardo Campos girava propina
– Guaidó vem ao Brasil e se reunirá com Bolsonaro
– Petrobras registra o primeiro lucro anual desde 2013

O Estado de São Paulo
– Discussão sobre salário de militares trava Previdência
– Deputados condicionam pacote de Moro à lei de abuso
– Universidades federais barram até 39% de cotistas
– Petrobras registra lucro pela 1ª vez após a Lava Jato

Valor Econômico
– Reforma tira da Constituição todas as regras da Previdência
– Privatização de aeroporto atrai estrangeiros
– Brumadinho faz Vale perder certificado de bom pagador
– Aluguel de ações demonstra desconfiança com Via Varejo

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Candido
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

Luca de Toledo Gloeden Soares
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Victor Cândido Victor Cândido

Economista

Mestrando em economia pela Universidade de Brasília - UnB. Já trabalhou no mercado financeiro na área de pesquisa e operações. Foi pesquisador do CPDOC da Fundação Getúlio Vargas. É formado em economia pela Universidade Federal de Viçosa.

100 visualizações

relacionados

Bitnami