Introdução: Bolsas asiáticas encerraram em alta. Na Europa, mercados iniciam semana sem direções claras. Nos EUA, o futuro do S&P recua 0,15%, sinalizando uma abertura mais negativa por lá. Commodities operam mistos, e dólar seguem sem forças frente aos principais pares. No Brasil, mercados digerem os novos nomes cotados para os ministérios de Bolsonaro.


CENÁRIO EXTERNO: BOLSAS OPERAM MISTAS

Mercados… Bolsas asiáticas em alta: o Nikkei japonês subiu 0,65%, enquanto Shanghai e Hong Kong avançaram 0,91% e 0,31%, respectivamente. Na Europa, os mercados iniciam a semana sem direções claras, com o Stoxx 600 ganhando 0,12% e o Dax alemão recuando 0,05%. Nos EUA, futuro do S&P tem queda de 0,18%, e sinaliza início negativo para as bolsas de NY. A liquidez promete ser reduzida, em semana curta por conta do feriado do Dia de Ação de Graças (5ª feira, dia 22).

Diminuindo o tom… Na última 6ª feira (16), o presidente dos EUA, Donald Trump, reduziu o tom com relação às tensões comerciais envolvendo a China. Trump alegou que, sob a condição do envio de uma lista de medidas por Pequim, novas tarifas não seriam impostas sobre produtos chineses. O comentário gerou otimismo frente um possível acordo com sua contraparte chinesa, Xi Jinping, em reunião que deve ocorrer no fim do mês.

Ainda no radar… Apesar das declarações de Trump, as tensões sino-americanas seguem em evidência. Neste final de semana, em encontro da cúpula da Apec (Cooperação Econômica Asia-Pacífico, sigla em inglês), o vice-presidente americano, Mike Pence, afirmou que as tarifas impostas sobre produtos chineses só seriam revogadas sob a mudança da política comercial da China.

Semana difícil… Na Zona do Euro, as atenções estão voltadas para a disputa sobre o orçamento da Itália e também o Brexit. Nesta quarta-feira (21), a Comissão Europeia pode abrir “procedimento de déficit” contra Roma, que implica em uma multa de até 0,2% do PIB para os italianos caso não haja acerto do orçamento. No mesmo dia (21), a Primeira Ministra Britânica, Theresa May, irá responder a perguntas do Parlamento britânico sobre o acordo preliminar pelo Brexit sob o perigo de sofrer um “voto de desconfiança”, que pode tira-la do cargo.

Agenda… Nos EUA, a semana é curta por conta do feriado de Ação de Graças nesta 5ª feira (22). Na 6ª, as bolsas de NY e mercados de Treasuries fecham mais cedo, as 13h, o que deve reduzir liquidez nos mercados domésticos.


BRASIL: MERCADO ESPERA VOTAÇÕES NO SENADO E NOMES NO MINISTÉRIO DE BOLSONARO

Nomes nos Ministérios… Jair Bolsonaro (PSL) incia a semana com 8 ministros definidos: Paulo Guedes (Economia), Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública), general Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), Tereza Cristina (Agricultura), general Fernando Azevedo e Silva (Defesa) e Ernesto Araújo (Relações Exteriores). Os próximos dias deverão definir os nomes das (isto é, pelo menos) 8 pastas que restam. Bolsonaro já afirmou que pretende anunciar todos os nomes do 1º escalão até o fim de novembro.

Sobre a cessão onerosa… Na 4ª feira (21) pode ser votado o projeto de cessão onerosa, que permite à Petrobras a transferência parcial de áreas contratadas nesse regime. Pela proposta, o petróleo que exceder 5 bilhões de barris deverá ser licitado no regime de partilha de produção. Caso o texto seja aprovado, a União pode garantir uma receita extraordinária de mais de R$ 100 bilhões com a venda do excedente do petróleo extraído do pré-sal. Vale notar: a previsão ainda é incerta do montante que entraria nos cofres do governo.

Sobre o IBC-Br… A proxy mensal para o PIB de setembro recuou 0,1% frente a agosto, após subir 0,5% no mês anterior. Na comparação com o mesmo período de 2017, a economia avançou 0,7%. Os números dão sequencia a trajetória ainda gradual da recuperação da atividade econômica, prejudicada por alguns fatores pontuais (paralisação de refinarias, crise na Argentina afetando exportações, por exemplo). Ainda assim, vale notar: o “tombo” veio ligeiramente acima das expectativas do mercado (-0,2% m/m, segundo consenso da Bloomberg).

Sobre o Boletim Focus… O mercado revisou o IPCA deste ano para baixo, de 4,23% para 4,13%. O PIB permaneceu estável, em 1,36%; a Selic deve continuar em 6,50%; e a projeção para o câmbio (final do período) continua em R$3,70. Para 2019, menos alterações. O IPCA deve terminar em 4,20%; o PIB crescer 2,50%; e a Selic fechar o ano em 8,00%. O câmbio encerra o período em R$3,76.

Agenda de hoje… No front macro, além do Boletim Focus, serão divulgado os dados da balança comercial (15h). No front micro, destaque para para a Petrobras. Afinal, Roberto Castello Branco será o novo presidente da estatal. O nome de Castello foi o escolhido após Ivan Monteiro, CEO da companhia, não demonstrar interesse em continuar à frente da petroleira. Monteiro poderá assumir o Banco do Brasil, onde já foi presidente.

E os mercados hoje? É dia de vencimento de opções sobre ações na B3. No exterior, o ambiente é misto, reagindo às incertezas geopolíticas e expectativa de acordos na Europa (Brexit e orçamento italiano). No Brasil, nomeação de Castello Branco para a Petrobras deve ser bem recebida pelos investidores. Neste ambiente, ativos de risco devem manter a tendência dos últimos dias. O dólar pode se beneficiar do quadro externo (viés baixista), e a bolsa pode retomar seu fôlego (viés altista).

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +2,96%, aos 88.515 pontos;
Real/Dólar: -1,23%, cotado a R$3,739;
Dólar Index: -0,48%, 96,465;
DI Jan/21: -08 pontos base, 7,890%;
S&P 500: +0,22% aos 2.736 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 31/05.


EMPRESAS:

Petrobras: Roberto Castello aceita convite para presidir a estatal.
Impacto: Marginalmente Positivo.

Rafael Passos – Equipe Econômica


Jornais:

Folha de São Paulo
– Cresce número de barragens sob risco de ruptura no país
– Retorno de feriado coloca planos para viaduto à prova
– Expansão de vagas de medicina tem resultado incerto
– Bolsonaro diz que Tereza Cristina tem toda a sua confiança

O Estado de São Paulo
– Castello Branco é convidado para assumir Petrobras
– Novatos dobram número de votos e gastam menos
– Lucro de empresas tem quinta alta
– Brasileiros não têm verba de emergência

O Globo
– Atraso em reforma deve gerar perdas de quase R$ 2 bi por mês
– Transição ainda sem nomes para 7 mil cargos
– Bolsonaro rebate críticas de prefeitos
– Traficante do Rio abala a Segurança do Paraguai

Valor Econômico
– Incerteza persiste e firmas mantêm proteção cambial
– Companhias nacionais fazem menos provisão
– Câmara deve reduzir poder da minoria
– Gerente de banco quer ser autônomo

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Rafael Gad Passos Rafael Gad Passos

Equipe Econômica

Graduado em Administração de Empresas na ESPM. Possui certificação de Mercado de Ações (BMF&Bovespa). Possui experiência na área de análise do Banco Bradesco Investimentos e atualmente faz parte da equipe de Research da Guide Investimentos, com foco nas empresas do Ibovespa.

169 visualizações

relacionados

Bitnami