Mercados Hoje: Sem surpresa na 1° etapa

tags Intermediário

Introdução: Repercutindo a divulgação de dados da atividade industrial chinesa, bolsas asiáticas têm sessões fracas. Apesar disso, os índices de mercado se mostram resilientes na Zona do Euro, abrindo negociações em alta nesta 5ª feira. Em NY, o futuro do S&P opera no vermelho, sinalizando que as bolsas americanas podem reverter a tendência altista que vinha se mantendo ao longo da semana. O dólar (DXY) avança frente aos seus principais pares. Para as commodities, o dia tem inicio positivo, e o preço do petróleo (brent) se valoriza ao patamar dos US$ 67,50/barril. No campo dos emergentes, divisas de Turquia, África do Sul e México se desvalorizam contra o dólar.


CENÁRIO EXTERNO: RITMO MAIS FRACO (DA CHINA) ATRASA O MERCADO

Mercados… Bolsas asiáticas têm sessões mais fracas. Como destaque negativo, a bolsa de Shanghai recuou 1,2%. Os índices de mercado se mostram resilientes na Zona do Euro, abrindo negociações em alta nesta 5ª feira. O STOXX avança 0,7% e o DAX, em Frankfurt, sobe 0,3%. Em NY, o futuro do S&P opera no vermelho e o dólar (DXY) avança frente aos seus principais pares.

Última da semana… O parlamento britânico aprovou, por 321 votos a 278, o projeto de lei que rejeita a possibilidade de um Brexit desordenado (sem acordo). A notícia já era esperada, mas é extremamente positiva, sinalizando a possibilidade de um entendimento entre as partes (EUA-UE). Ainda assim, Theresa May, primeira ministra do Reino Unido, deixou claro que há incertezas quanto ao tema, e hoje, às 16h30, deve ir à votação um projeto de lei para os parlamentares decidirem um adiamento do divórcio com a UE. Vamos acompanhar…

Ritmo lento… Após registrar um crescimento de 5,7% em dezembro, a produção industrial chinesa seguiu desacelerando e subiu 5,3% no acumulado de janeiro e fevereiro (a divulgação dos dados de forma agregada para os primeiros dois meses do ano é realizada para amenizar as distorções geradas pelo feriado chinês do ano novo lunar). Essa leitura veio abaixo da mediana das expectativas de mercado, de 5,5%, e sinaliza que a atividade econômica da China começou o ano em um ritmo mais lento. Repercutindo a divulgação do dado, a bolsa de Shanghai reverteu tendência altista da semana e fechou a sessão com perdas de 1,2%.

Na agenda… Dia de agenda morna. Nos EUA, saem os pedidos semanais de auxílio desemprego (9h30) e as vendas de novas moradias em Janeiro (11h).


BRASIL: SEM SURPESAS NA 1ª ETAPA

CCJ instalada… A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) foi instaurada e, confirmando as expectativas, o deputado Felipe Francischini (PSL) foi eleito presidente como um bom placar para o governo: 47 a favor, 15 em branco e dois nulos. Francischini prometeu “humildade” após votação, e demonstrou interesse em conversar com todos os integrantes da CCJ até 4ª feira que vem (20 de março), quando esta agendada a escolha do relator – cargo mais importante da Comissão. A vice, Bia Kicis, também do PSL, teve 39 votos favoráveis.

Só depois do dia 20… Além da escolha do relator da CCJ, o envio da proposta de mudanças na Previdência dos militares deve acontecer na próxima 4ª feira. A entrega da proposta é de suma importância, uma vez que os deputados tem defendido que a tramitação da reforma da Previdência só comece depois que esse texto chegar à Casa. Ontem, o ministério da Defesa entregou a proposta ao ministro Paulo Guedes. Com isso, a expectativa é de que a votação da admissibilidade da reforma pela CCJ deve ocorrer até o final de março.

Sem surpresas na 1ª etapa… Segundo levantamento do Valor, a reforma da Previdência tem maioria para ser aprovada pela CCJ. Foram ouvidos 63 dos 66 integrantes titulares, dos quais 33 disseram ser favoráveis ao projeto – 1 a menos do necessário para a aprovação. Os três deputados que não foram ouvidos são do PP e estavam em missão oficial, mas segundo líderes do partido, votarão a favor da admissibilidade. Uma vez aprovada na CCJ, a PEC vai para a Comissão Especial, quando começam os debates do mérito – onde as surpresas começarão a aparecer.

Na agenda… Às 9h tivemos a divulgação das vendas no varejo em janeiro. O resultado revelou uma expansão de 0,4% no quesito restrito e de 1,9% no quesito ampliado. Ambas as leituras superaram a mediana das expectativas do mercado. Comentaremos o dado no nosso Flash Macro.

E os mercados hoje? A piora o mercado chinês – reflexo dos mais novos dados de atividade – deve repercutir de forma negativa para as bolsas mundiais, que já lidam com as incertezas em torno do Brexit. Aqui, o dia deve ser menos favorável pra ativos de risco: o índice deverá sofrer um pouco com a piora do cenário externo e por conta da realização de lucro por parte dos investidores, seguindo a sessão de fortes altas de ontem.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +1,10%, aos 98.903 pontos;
Real/Dólar: +0,14%, cotado a R$ 3,8163;
Dólar Index: -0,40%, 96.550;
DI Jan/21: -0,11 pontos base, 6,910%;
S&P 500: +0,69% aos 2.810 pontos.

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Victor Candido – Economista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Ex-alunos invadem escola e matam estudantes e funcionários em Suzano
– Um ano após morte, Marielle inspira projetos de jovens
– Bolsonaro dorme com arma do lado da cama no Alvorada
– Senadores aprovam adesão automática a cadastro positivo

O Estado de São Paulo
– 15 minutos de terror na escola
– Por Previdência, Guedes adia PEC do Orçamento
– Bolsonaro trocará diplomatas para melhorar imagem
– Governo trava projeto ambiental que tem ONG

Valor Econômico
– Governo já conta com 149 votos a favor da reforma
– Massacre em escola choca o país
– Armas seriam bom tema para fala com Trump
– A Oi, agora, é de 4 fundos estrangeiros

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Candido
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

Luca de Toledo Gloeden Soares
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Victor Cândido Victor Cândido

Economista

Mestrando em economia pela Universidade de Brasília - UnB. Já trabalhou no mercado financeiro na área de pesquisa e operações. Foi pesquisador do CPDOC da Fundação Getúlio Vargas. É formado em economia pela Universidade Federal de Viçosa.

104 visualizações

relacionados

Bitnami