Mercados Hoje: R$1 trilhão em 10 anos (assim esperamos)

tags Intermediário

Introdução: Bolsas asiáticas operaram em terreno neutro nesta quinta-feira. Na Europa, a divulgação do PIB do 4º trimestre animou investidores pela manhã. O STOXX 600 sobe 0,27% até o momento. Nos EUA, notícia de que prazo para a elevação das tarifas sobre exportações chinesas deve repercutir de forma positiva em NY, e o futuro do S&P já opera no verde. O dólar (DXY) se mantém estável frente os seus principais pares globais.


CENÁRIO EXTERNO: UM VERDADEIRO ALÍVIO

Mercados… Bolsas asiáticas operaram em terreno neutro nesta quinta feira. Na Europa, o STOXX 600 sobe 0,27% até o momento. Em NY, o futuro do S&P já opera no verde. Enquanto isso, o dólar (DXY) se mantém estável frente aos seus principais pares globais.

Mais 60 dias…  O presidente americano, Donald Trump, esta considerando estender o prazo para a imposição de US$ 200 bilhões em tarifas sobre as importações chinesas – inicialmente prevista para 2 de março – em mais 60 dias. A extensão está condicionada ao progresso das negociações no tocante às reformas mais profundas que os americanos demandam sobre a política econômica chinesa. Tendo isso em mente, investidores devem acompanhar de perto a mais nova rodada de conversas, que irá ocorrer ao longo desta 5ª e 6ª feira em Pequim.

Um verdadeiro alívio… O PIB do 4º/TRI de da Zona do Euro veio em linha com às expectativas do mercado (Bloomberg), registrando um avanço de 0,2% em relação ao 3º/TRI e de 1,2% na comparação interanual. Apesar de ainda modestos, os número foram bem recebidos pelo mercado, que vinha se surpreendendo de forma negativa com as ultimas divulgações de indicadores econômicos do bloco. Porém, o número mostra que a desaceleração diminuiu, mas, não acabou.

Na agenda… Nos EUA, as vendas no varejo saem às 11h30. A previsão é de alta de 0,1% em dezembro. No mesmo horário, saem a inflação ao produtor (PPI) de janeiro e o auxílio-desemprego, que deve ter queda de 9 mil pedidos.


BRASIL: R$ 1 TRILHÃO EM 10 ANOS (AMÉM…) 

Aval presidencial… O presidente Jair Bolsonaro deve receber Paulo Guedes, às 15h, para dar o aval para o novo texto da reforma da Previdência. Guedes pretende divulgar o texto à imprensa assim que aprovado pelo presidente Bolsonaro. Apesar de estarmos no primeiro ano de governo, este será o texto que irá moldar o futuro do governo Bolsonaro, bem como, o futuro do país.

Sem perder tempo… Uma vez dado o aval do presidente, o governo pretende encaminhar o texto para a Câmara já na próxima semana. Esperamos ansiosamente por detalhes da proposta.

Texto “muito diferente”…  Mesmo durante seu período de internação no Albert Einstein, Bolsonaro estudou os principais pontos da reforma, apresentada ontem pelo Secretaria da Previdência aos ministro Paulo Guedes e Onyx Lorenzoni. De acordo com o secretário especial de Previdência e Trabalho, Roberto Marinho, o texto é muito diferente da minuta que vazou. Fato é, que a minuta que vazou era um texto de qualidade e que gerava uma economia fiscal (ao longo dos anos) muito interessante.

Antecipando a primeira decepção… Informações de uma idade mínima menor na proposta, apurada pelo Estadão, de 57 pra mulheres e 62 para homens, já causam desconforto ao investidor. O ponto de partida seria de 55 anos (mulheres) e de 61 anos (homens), e contaria com um acréscimo de um ano nas idades a cada dois anos.

Um passo de cada vez… Em entrevista ontem à noite ao Jornal da Record, Bolsonaro confirmou que os militares entrarão em um “segundo tempo” na reforma da Previdência. E decidir se a reforma valerá aos policiais estaduais. Militares correspondem a grande parte do déficit da previdência do governo central e também dos governos estaduais.

1 trilhão em 10 anos… Mais que avaliar o texto palavra por palavra, o que mercado buscará saber se Guedes conseguirá cumprir com sua proposta a promessa de chegar à economia de R$ 1 trilhão em dez anos, garantido pelo Ministro da Economia. Apenas para ilustrar, o número seria de algo em torno de 1,6% do PIB de economia por ano, na média. O déficit primário em 2018 foi de -1,3% do PIB.

Agenda… O destaque de hoje é a liberação dos números da PMS-Pesquisa Mensal de Serviços. A expectativa é de um recuo de 0,5% na comparação interanual. Comentaremos o dado mais à fundo no nosso Flash Macro.

E os mercados hoje? Lá fora, noticiário positivo deve seguir contribuindo pela manutenção da baixa aversão ao risco. Aqui, o prêmio de risco brasileiro (CDS de 5 anos) volta a avançar, voltando a operar acima dos 172 pontos. Vemos o dia como positivo para os ativos de risco, porém, a expectativa com a previdência pode contaminar o ânimo dos investidores.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -0,34%, aos 95.842 pontos;
Real/Dólar: +1,24%, cotado a R$ 3,7591;
Dólar Index: +0,43%, 97.129;
DI Jan/21: -0,10 pontos base, 7,060%;
S&P 500: +0,30% aos 2.753 pontos.

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Victor Candido – Economista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Apoiado por Bolsonaro, filho ataca ministro e agrava crise
– Cúpula do PCC é transferida, e 22 mil PMs vão para as ruas
– Presidente diz que decide hoje sobre Previdência
– Lenda dos palcos, atriz Bibi Ferreira morre aos 96

O Estado de São Paulo
– Desmentido por Bolsonaro, Bebianno diz que não sai
– Marcola e mais 21 do PCC vão para prisões federais
– Governo quer maior controle sobre Sistema S
– Após vistoria, clubes fecham alojamentos

Valor Econômico
– CVM investiga conduta de executivos da Vale
– Plano prevê Congonhas só com uma pista
– ‘Sem reforma, governo corre risco de acabar’
– A varejista que adotou as pequenas cidades

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Candido
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Luis Gustavo Pereira Luis Gustavo Pereira

Estrategista

Graduado em Administração de Empresas pela ESPM, com pós-graduação em Economia e Setor Financeiro pela USP e MBA em Finanças pelo INSPER. Tem mais de 8 anos de experiência no mercado financeiro. Atualmente, é o estrategista da Guide Investimentos.

111 visualizações

relacionados

Bitnami