Fique por dentro do mundo da economia!


CADASTRE-SE AQUI

Mercados Hoje: Queimadas ameaçam exportações brasileiras

Introdução:

Internacional
• Movimento dos mercados no exterior reflete um maior otimismo;
• A atenção de investidores se voltará ao discurso de Jerome Powell durante o simpósio de Jackson Hole (Wyoming);
• Emergentes esboçam dia de recuperação.

Brasil
• O mercado local segue à mercê do ânimo no exterior;
• Marco legal da telecom pode salvar a Oi;
• Incêndios na Amazônia ameaçam exportações brasileiras;
• Bolsonaro muda de curso e começa a agir para responder preocupações ambientalistas.


CENÁRIO EXTERNO: BUSCANDO PISTAS EM JACKSON HOLE (2)

Mercados… Mercados asiáticos encerraram sessões em tom positivo. As bolsas de Shanghai (0,5%) e Tóquio (0,4%) e Hong Kong (0,5%) avançaram na sessão. Na Europa, índices de mercado abrem o dia com o mesmo viés verificado na Ásia, e o índice de mercado europeu, STOXX 600, sobe de 0,5% até o momento. Em NY, futuros operam no verde, sinalizando um maior otimismo na abertura de hoje, e o dólar (DXY) segue registrando leve valorização contra seus principais pares. Em relação às commodities, ativos andam de lado. O petróleo (Brent crude) se mantém estável, negociado próximo dos US$ 60,00/barril.

Buscando pistas em Jackson Hole (2)… Após os mercados internacionais apresentarem uma maior cautela nesta 5ªF, bolsas internacionais mostram um maior otimismo nesta manhã. Ontem, investidores avaliaram os discursos dos diretores do Fed, Esther George (Kansas City) e Patrick Harker (Filadélfia), que defenderam a manutenção da taxa de juros americana no patamar atual durante o 1º dia do simpósio de Jackson Hole. No pano de fundo, uma leitura preliminar fraca dos PMIs para agosto contribuiu para o cenário de incerteza. Hoje, o foco se voltará para a participação do presidente do Fed, Jerome Powell, que discursa às 11h. O mercado espera receber novas pistas sobre qual rumo a política monetária deve tomar em setembro – a esperança é que haja uma sinalização mais agressiva na direção de um novo corte.

Devagar e sempre… O dia tem início mais favorável também para os mercados emergentes, que apesar de virem sendo pressionados pela contínua desvalorização do yuan pelo governo Chinês, mostram tendência de recuperação nesta 6ªF.

Na agenda… Não existem indicadores relevantes a serem divulgados na sessão de hoje.


BRASIL: QUEIMADAS AMEAÇAM EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS

Marco legal da telecom pode salvar a Oi… Um projeto que deve gerar grande impacto sobre o setor de telecomunicações no Brasil tramita pelo Senado. A proposta pode ajudar a Oi, que sofre com ausência de caixa e está em processo de recuperação judicial. O projeto está estacionado na gaveta da senadora Daniela Ribeiro (PP-PB), relatora da proposta na Comissão de Ciência, desde fevereiro. O PLC tramita pelas comissões em caráter terminativo, que dispensa a aprovação em Plenário. Caso esse carater não seja alterado, e o parecer proferido pela relatora não modifique a proposta substancialmente, o que poderia forçar o projeto a voltar para a Câmara dos Deputados, a proposta terminará o seu trâmite pelo legislativo assim que o parecer da senadora for apresentado e aprovado pela comissão. Caso isso ocorra, o projeto seguirá para sanção presidencial, antes de virar lei.

Queimadas ameaçam exportações brasileiras… Os incêndios que se alastram pela Amazónia não só ameaçam a biodiversidade e o clima global. A indignação diante a situação que cresce fora do Brasil se espalha mais rápido que as próprias chamas na Amazónia e alimenta os anseios em torno de uma possível reação no plano comercial pela comunidade internacional. Países europeus podem reduzir compras de produtos agropecuários, aumentar tarifas ou até realizar boicotes. O recém-assinado tratado de livre comercio com a União Europeia pode ser afetado. Durante a sua aprovação pelo Parlamento Europeu, a discussão sobre o impacto do consumo de produtos brasileiros no meio ambiente deve tomar uma nova proporção.

Reação Internacional… O presidente da França, Emmanuel Macron, usou uma foto publicada em 2003 para chamar atenção para incêndios na floresta amazónica. Macron acredita que as queimadas devem ser discutidas durante a cúpula do G7 (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido), que ocorre durante o fim de semana em Biarritz, no sudoeste francês.

Preeminência do meio ambiente na Europa… Durante as últimas eleições presidências na França, o meio ambiente chegou em segundo lugar nas pesquisas que buscavam determinar qual o assunto que mais importava para o eleitorado Francês. Em 2015, o ministro do meio ambiente do país europeu, Ségolène Royal, pediu que os seus compatriotas parassem de consumir um dos produtos mais icónicos do café da manhã no país, a Nutella, por que um dos seus principais ingredientes ameaçava o habitat dos orangotangos que vivem na Indonésia.

Bolsonaro muda de curso… Após caracterizar os incêndios como um evento natural e levantar a tese que ONGs estão por trás das queimadas, o Presidente Jair Bolsonaro começou a entender a proporção da ameaça as exportações brasileiras. O presidente se reuniu ontem (22) à noite com 8 ministros para discutir a crise. A esperança é que hoje, quando serão anunciadas medidas para combater os incêndios, o presidente de uma resposta sóbria sem diminuir ou negar a gravidade do assunto ou culpar terceiros que agrade a comunidade internacional e afaste a possibilidade de uma medida retaliatória no âmbito comercial contra produtos brasileiros.

Na agenda… Não existem indicadores relevantes a serem divulgados no dia de hoje.

E os mercados hoje? Bolsas internacionais mostram um maior otimismo em torno do tom que será usado por Jerome Powell em seu discurso. Aqui, o noticiário doméstico de privatizações contribui para a sustentação do mercado brasileiro, que deve seguir condicionado aos desenvolvimentos no exterior. Com isso, esperamos um dia de viés neutro para ativos de risco locais, condicionado à forma que a fala de Powell será recebida lá fora.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -1,18%, aos 100.011 pontos;
Real/Dólar: -0,03%, cotado a R$ 4,069;
Dólar Index: -0,13%, cotado a 98.170;
DI Jan/21: 0 pontos base, 5.37%;
S&P 500: -0,05% aos 2922 pontos.

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Jornais:

Folha de São Paulo
– Focos de incêndio na região da Amazônia têm assinatura do desmatamento, diz Nasa
– Após crítica de Macron, Bolsonaro escala equipe em combate a queimadas
– Interesse por Amazônia dispara no Google e no Twitter
– Especialistas lamentam maioria no STF contra redução de salário de servidores

O Estado de São Paulo
– Queimada na Amazônia amplia pressão mundial; Bolsonaro mantém confronto
– Com bloqueio de verbas, 13 ministérios correm risco de apagão até setembro
– Imagem do País em risco já preocupa agronegócio
– Fumaça afeta voos, barcos e lota hospitais em cidades amazônicas

Valor Econômico
– Ministra da Agricultura tenta apagar ‘incêndio’ de crise global da Amazônia
– Pulverizar capital é opção para vender a Petrobras
– BNDES vai começar a fazer modelagem de privatizações
– Desunido, G-7 busca atenuar riscos à economia mundial

O Globo
– Análise: Bolsonaro arrisca biodiversidade, imagem e negócios do país com retórica sobre Amazônia
– Pressionado, Sergio Moro não tomará iniciativa de sair do governo
– História escrita em cinzas: fogo é o principal instrumento para limpar áreas desmatadas
– Porta-voz de Merkel diz que queimadas na Amazônia são ‘situação urgente’ que deve ser debatida no G7

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
210 visualizações

relacionados

Bitnami