Mercados Hoje: Providências pela previdência

tags Intermediário

Introdução: Bolsas asiáticas têm a melhor sessão desde outubro, impulsionadas pelo otimismo frente à economia do país e ás negociações comerciais com os Estados Unidos; Lá fora, foco dos mercados deve se voltar à nova rodada de conversas no tocante a guerra comercial e à divulgação da ata do Fed, uma vez que os perigos de um novo shutdown foram extintos, pelo menos por hora; Na Zona do Euro, índices de mercado operam sem direção definida; Em NY, as bolsas não abrirão para negociações, por conta de feriado que homenageia George Washington; Aqui, turbulência no plano político piora os ânimos. Expectativa é que novo texto da previdência chegue à Câmara já nesta 4ª feira, bem como um discurso do presidente em rede nacional.


CENÁRIO EXTERNO: OS FINS JUSTIFICAM OS MEIOS (PARA D. TRUMP)

Mercados… Bolsas asiáticas têm melhor sessão desde outubro. O Índice de Shanghai saltou 2,7% e o Nikkei, em Tóquio, subiu 1,8%. Na Zona do Euro, os índices de mercado operam sem direção única. O STOXX 600 sobe 0,1% enquanto as bolsas de Londres e Frankfurt recuam 0,1% e 0,2%, respectivamente. Em NY, as bolsas não abrirão para negociações, por conta de feriado que homenageia George Washington. O dólar, medido pelo DXY, segue perdendo força frente aos seus principais pares.

Os fins justificam os meios…  O presidente americano, Donald Trump, declarou emergência nacional na última 6ª feira, ato que permitirá que ele libere cerca de US$ 8 bilhões em recursos para a construção do muro na fronteira com o México sem precisar da aprovação da Câmara. De acordo com Trump, a invasão dos Estados Unidos por traficantes e criminosos justificam a medida, uma vez que um muro seria a forma mais eficiente de solucionar este problema. Na outra ponta, a liderança dos Democratas na Câmara condenou a decisão do presidente e já sinaliza que deve desafiar Trump nos tribunais e no Senado.

Otimismo impera nas conversas… Com prazo para o fim da trégua tarifária se aproximando, as pressões sobre Donald Trump, para que ele suspenda por pelo menos mais 60 dias a elevação de tarifas têm aumentado. Caso uma extensão do prazo não se concretize, está agendado para o dia 2º de março a imposição de tarifas sobre US$ 200 bilhões de importações chinesas. A próxima reunião entre americanos e chineses está agendada para esta semana. Por ora, investidores se mantêm otimistas acerca de um acordo, mas a incerteza deve continuar criando ansiedade nos mercados.

Na agenda… Nos EUA, investidores devem ficar atentos à divulgação da ata do Fed, nesta 4ª feira, que pode dar novas evidências sobre o futuro do ciclo de aperto de juros e da redução no balanço patrimonial do BC americano. Na 5ª feira, saem os dados de inflação ao consumidor no bloco europeu, assim como a leitura final do PIB/4º trimestre alemão. Por fim, na 6ª feira, o presidente do BCE, Mario Draghi, discursará em evento, e deve confirmar sua orientação de aumentar o juro até o fim do ano.

Utilidade pública… Com o fim do horário de verão por aqui, a bolsa de NY passa a operar das 11h30 às 18h. Os mercados europeus abrem às 5h e fecham às 13h30. Na Nymex, o petróleo será negociado das 11h às 16h30.


BRASIL: PROVIDÊNCIAS PELA PREVIDÊNCIA

Abafa abafa… A cúpula do governo trabalha para tentar reverter a agenda negativa e encerrar a crise o quanto antes. A aposta será principalmente no envio do pacote anticorrupção e na reforma da Previdência ao Congresso Nacional, prometidos para os dias 19 e 20, respectivamente. A mídia, mercado e população devem prestar mais atenção a isso, desviando a atenção do caso Bebianno.

Aqueles que (ainda) não foram… A crise Bebianno não chegou ao final, pelo menos no papel. Hoje sua demissão não constava no diário oficial da União. Já é fato que Bebiano está exonerado do governo Bolsonaro, o processo de fritura foi devastador para o (quase) ex-Secretário Geral da Presidência da República.

Artilharia…  Segundo consta no Estadão desta segunda-feira, o Planalto foi avisado de que está sendo preparado “chumbo grosso” contra Carlos Bolsonaro, a quem Bebianno só se refere com adjetivos que desqualificam sua capacidade intelectual.

Mais do mesmo… O presidente Jair Bolsonaro convidou o general da reserva Floriano Peixoto a assumir interinamente o ministério ocupado por Gustavo Bebianno. Aumentando o número de militares no primeiro escalão do governo Federal.

Sem patente… Se confirmado Floriano Peixoto na Secretária de Governo, será reforçada a presença dos militares no Planalto. O chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, será o único civil entre os quatro ministros que despacham no palácio.

Providências pela previdência… O governo deve iniciar essa semana todas as providências políticas para começar a movimentar o projeto da reforma da previdência. Na 4ªfeira o Presidente irá fazer um pronunciamento à população brasileira, falando da reforma e dando maiores detalhes sobre a mesma.

O que sabemos até agora? Muito pouco de concreto se sabe sobre a reforma, apenas que a idade mínima será de 65 anos para homens e 62 para mulheres. Não se sabe se os entes subnacionais serão incluídos na reforma, ou muito menos como funcionará o tal do regime de capitalização proposto por Paulo Guedes. A expectativa é de R$1 trilhão de economia em 10 anos, número que agrada o mercado.

Expectativas… O boletim Focus divulgado a pouco traz apenas uma mudança em relação a pesquisa divulgada na semana passada. A mediana das expectativas para o PIB voltou a se reduzir, de 2,50% para 2,48%. Apesar de pequena a variação indica que o mercado já começa a revisar os números para 2019, dado o baixo impulso que o crescimento do PIB do 4T de 2018 irá deixar.

Crescimento rateando… Com os dados de alta frequência, para dezembro, divulgados na semana passada, como PIM, PMC, PMS e IBC-Br, sendo que a maioria veio abaixo do esperado, revimos nossa projeção para o crescimento do PIB no 4T de 2019 e prevemos expansão de 0,29% na margem e de 1,19% no acumulado dos quatro trimestres do ano. O ano de 2018 deixará um carrego estatístico de 0,64% para 2019, em outras palavras, se o PIB crescer zero na margem em todos os semestre de 2019, a economia avançará 0,64% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Agenda… O grande destaque da semana é a divulgação da taxa de desemprego (PNAD) pelo IBGE na sexta-feira.

E os mercados hoje? O dia é amena aversão ao risco e de liquidez limitada (feriado nos Estados Unidos), o prêmio de risco brasileiro recua -0,39%, cotado aos 162 pontos. Vemos o dia como neutro para o risco para os ativos locais, porém, a ansiedade do mercado frente aos detalhes da reforma da previdência, pode gerar algum movimento corretivo.

 

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -0,50%, aos 97.525 pontos;
Real/Dólar: -0,48%, cotado a R$ 3,7015;
Dólar Index: -0,08%, 96.904;
DI Jan/21: -0,07 pontos base, 6,930%;
S&P 500: +1,09% aos 2.775 pontos.

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Victor Candido – Economista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Governo usa agenda contra crise; núcleo militar se fortalece
– Classe média movimenta mercado imobiliário
– Previdência de estados tem rombo de R$ 70 bi em 2018
– Guedes desidrata texto da reforma e preocupa estados

O Estado de São Paulo
– Alinhado a Guedes, Toffoli quer limpar pauta-bomba
– Com saída de Bebianno, Ministério terá oitavo general
– USP recua e vai matricular aluno de escola militar
– A cada 36h, uma mulher em SP é vítima de feminicídio

Valor Econômico
– Despesa com aposentados acelera e pressiona Estados
– Rentabilidade das empresas quase dobra
– Brasileiro no comando da Kew Gardens
– Chineses têm interesse em ponte baiana

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Candido
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

Luca de Toledo Gloeden Soares
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Luis Gustavo Pereira Luis Gustavo Pereira

Estrategista

Graduado em Administração de Empresas pela ESPM, com pós-graduação em Economia e Setor Financeiro pela USP e MBA em Finanças pelo INSPER. Tem mais de 8 anos de experiência no mercado financeiro. Atualmente, é o estrategista da Guide Investimentos.

74 visualizações

relacionados

Bitnami