Introdução: A maior aversão a risco predomina no exterior, diante das intensificações das tensões comerciais entre EUA e China. O dólar se valoriza frente aos emergentes. As bolsas recuam. No Brasil, o destaque é a aprovação do projeto de lei dos distratos, além da flexibilização da Lei de Responsabilidade Fiscal. Os mercados locais devem seguir o exterior, e a cautela por conta do front fiscal doméstico.


CENÁRIO EXTERNO: RISK OFF.

Mercados… As bolsas recuam na Europa, após quedas na maioria dos mercados asiáticos. Nos EUA, S&P futuro também opera no vermelho. O dólar se valoriza frente aos emergentes, e commodities apresentam viés mais negativo. O brent cai à casa dos US$59/barril. Os mercados internacionais, após terem esboçado alguma recuperação no início da semana, voltam a registrar movimentos de maior aversão a risco. De pano de fundo, a “guerra comercial”, e a prisão de diretora executiva da Huawei, à pedido dos EUA, mantém investidores em alerta.

A prisão e a China… A China pediu a liberação imediata da diretora executiva da Huawei Technologies, Meng Wanzhou. A executiva foi detida em Vancouver, no último sábado (01), a pedido do governo dos EUA. A companhia supostamente estaria violando as sanções contra o Irã. Meng é filha do fundador da Huawei, Ren Zhengfei. A informação sobre a detenção foi divulgada nesta 4ª feira (05), e reacendeu a tensão entre EUA e China.

Sobre o Petróleo… Mais cedo, Khalid Al-Falih, ministro de Energia da Arábia Saudita, disse que Opep e aliados que não integram o cartel ainda não chegaram a um acordo para a redução da produção da commodity. Segundo Al-Falih, um corte de 1 milhão de barris por dia (bpd) seria suficiente para equacionar oferta e demanda nos mercados internacionais. Os comentários frustram à expectativa dos analistas. Afinal, esperava-se que o corte pudesse atingir próximo de 1,4 milhões de bpd. A commodity opera em queda no exterior. Mais tarde, a Opep se reúne para definir as produções da commodity nos próximos meses.

Na agenda de hoje… Nos EUA, no front macro, é dia relativamente carregado. Atenção aos dados de emprego (relatório ADP, referente a novembro), às 9h15. Será um balizador das expectativas para o Relatório de Empregos, que sai amanhã (6ª feira, dia 07). Também saem hoje: (1) pedidos de auxílio desemprego (11h30); (2) índices sobre o setor de serviços (PMI, às 12h45; e ISM, às 13h); e (3) Discurso de R. Bostic.


BRASIL: DISTRATOS E FLEXIBILIZAÇÃO DA LRF.

Flexibilização da LRF… A Câmara aprovou, na sessão de ontem, o Projeto de Lei Complementar (PLP) 270/16 , do Senado, que permite aos municípios: (1) receberem transferências voluntárias; (2) obterem garantia direta ou indireta de outro ente; e (3) contratarem operações de crédito mesmo se não reduzirem despesas com pessoal que estejam acima do limite. A matéria, aprovada, será enviada à sanção presidencial. Se for sancionado o projeto por Temer, a lei entrará em vigor já no próximo ano. De forma geral, a medida contribui para pressionar ainda mais as contas públicas da União. Vamos acompanhar…

Sobre os distratos… Nesta 4ª feira (05), o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou 9 emendas do Senado ao Projeto de Lei 1220/15 , do deputado Celso Russomanno (PRB-SP), que disciplina os valores a receber pelo mutuário na desistência da compra de imóvel. O chamado “distrato” dos imóveis. Agora, a matéria será enviada à sanção presidencial. Em suma, a proposta determina que o comprador que desistir do imóvel terá direito a receber 50% dos valores pagos, após dedução antecipada da corretagem. O projeto original fixava 10% de desconto na restituição das parcelas pagas. Comentamos mais sobre o impacto nos ativos da B3 em nosso Guide Empresas. Confira.

Sobre a cessão onerosa… Romero Jucá (MDB-RO), líder do governo no Senado, disse que o projeto do megaleilão do pré-sal ainda deve demorar para ser votado. Afinal, o governo atual e o próximo não se entendem sobre o tema. A notícia não nos surpreende. Conforme abordamos em nossos últimos relatórios, é bem difícil que a assinatura do contrato entre Petrobras e o Governo ocorra neste ano. O mais provável é que a votação, assinatura, e leilão ocorra apenas próximo ano (1º semestre de 2019). Por ora, as atenções se voltam ao Orçamento de 2019. Jucá disse que a matéria será votada ainda em dezembro.

“É importante que o próximo governo comece o ano com o Orçamento aprovado”, disse Romero Jucá (DEM-RO), em entrevista.

Palocci depõe… Antônio Palocci, ex-ministro de Lula, depõe testemunha contra o ex-presidente Lula, no âmbito da Operação Zelotes. As investigações apuram suposta venda de medidas provisórias e irregularidades em julgamentos do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais). Segundo as investigações, houve intensa negociação envolvendo empresas e conselheiros do Carf, no esforço de reduzir, e até anular, algumas multas.

Na agenda de hoje… Na agenda econômica: (1) produção de veículos, segundo a Anfavea (11h00); E (2) leilão de venda de LTN, LFT e NTN-F do Tesouro (11h30).

E os mercados hoje? Em linha com o quadro externo mais negativo temos um viés mais desfavorável para os mercados locais. Ou seja: esperamos bolsa em baixa e pressões de alta sobre dólar e DIs. A percepção de risco país, medida pelo CDS de 5 anos, opera próximo da estabilidade nesta manhã (aos 211 pontos base, ao redor das 9h, horário de Brasília).

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +0,14%, aos 88.624 pontos;
Real/Dólar: -0,43%, cotado a R$3,8657;
Dólar Index: +0,11%, 97,070;
DI Jan/21: -04 pontos base, 7,970%;
S&P 500: -3,24% aos 2.700 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 31/05.


EMPRESAS:

Petrobras: Plano de negócios e gestão 2019-2023
Impacto: Positivo.

Setor Imobiliário: Câmara aprova retenção de 50% do valor pago em casos de distrato
Impacto: Positivo.

Sapore: IMC pede mais tempo à Sapore
Impacto: Marginalmente negativo.

Proventos: Proventos de CVC e MRV
Impacto: Cunho Informativo.

Rafael Passos – Equipe Econômica


Jornais:

Folha de São Paulo
– Câmara muda lei que impõe a cidades teto com servidor
– Na berlinda no país, educação sexual mira DST e gravidez
– Bolsonaro diz que denúncia robusta é caso para demissão
– Falta ao menos um serviço básico a 60% da população

O Estado de São Paulo
– Bolsonaro planeja fusão de agências do setor de transportes
– Coaf alerta sobre assessor de Flávio Bolsonaro
– Câmara eleva multa para desistência de imóvel
– Regra de transição trava proposta para Previdência

O Globo
– Previdência gasta com ricos 12 vezes mais do que com pobres
– Câmara extingue punição a prefeito que gasta demais
– País tem 55 milhões de pessoas abaixo da linha da pobreza
– Trabuco: “Fomos ao fundo do poço, e encontramos a mola”

Valor Econômico
– Moro quer bancos contra lavagem
– Petrobras eleva em 35% o investimento em energia
– Para CVM, Bradesco errou em caso do Cruzeiro do Sul
– Novo governo quer alinhar país aos EUA

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Rafael Gad Passos Rafael Gad Passos

Equipe Econômica

Graduado em Administração de Empresas na ESPM. Possui certificação de Mercado de Ações (BMF&Bovespa). Possui experiência na área de análise do Banco Bradesco Investimentos e atualmente faz parte da equipe de Research da Guide Investimentos, com foco nas empresas do Ibovespa.

149 visualizações

relacionados

Bitnami