Fique por dentro do mundo da economia!


CADASTRE-SE AQUI

Mercados Hoje: Pagando para ver

Introdução:

Internacional
• Bolsas globais ensaiam sessão de leve recuperação;
• Investidores avaliam a probabilidade de progresso entre China e Estados Unidos em meio a uma série de relatos conflitantes;
• CPI de setembro nos EUA sai as 9h30.

Brasil
• O mercado acionário local tem desempenho condicionado aos desenvolvimentos em Washington;
• Presidente minimiza crise com PSL mas ainda não está claro se ficará no partido;
• Deputados já planejam saída do partido;
• Relator divulga parecer do marco legal do saneamento;
• Minas Gerais recebe maior fatia do leilão;
• IBGE divulga vendas no varejo de agosto (9h).


CENÁRIO EXTERNO: PAGANDO PARA VER

Mercados… Bolsas asiáticas encerraram mistas, sem grandes destaques. Na zona do euro, índices de mercado também iniciaram o dia sem tendência definida. O índice pan-europeu, STOXX 600, anda de lado até o momento. Em NY, índices futuros operam estáveis, enquanto o dólar (DXY) se desvaloriza contra seus principais pares. Em relação às commodities, ativos acompanham cautela verificada nos mercados. O petróleo (Brent crude) recua 0,2%, ainda negociado próximo dos US$ 58,00/barril.

Sinais conflitantes… A atenção do mercado segue voltada a Washington, com investidores avaliando a probabilidade de progresso entre China e Estados Unidos em meio a uma série de relatos conflitantes. A notícia de que a Casa Branca planeja um pacto cambial com a Pequim como parte de um acordo parcial, que pode levar à suspensão do aumento de tarifas previsto para a semana que vem (15/10), foi recebida com certo otimismo pelos mercados. Por outro lado, a confirmação pela Fox News de que os chineses estariam considerando encerrar a visita aos EUA de forma prematura caso o governo americano resista a o adiamento de tarifas jogou contra ativos de risco.

Pagando para ver… Mesmo sem chance real de uma resolução definitiva, os movimentos positivos dos principais índices de mercado no pregão de ontem indicaram que investidores estão pagando para ver, apostando na possibilidade de um acordo parcial entre as duas economias do mundo. Seja como for, as reviravoltas em torno do tema deverão continuar dominando a oscilação das bolsas ao longo da sessão, trazendo volatilidade acional aos mercados.

Na agenda… O destaque da agenda de hoje será a divulgação da inflação ao consumidor (CPI) de setembro nos Estados Unidos (9h30). O dado vem como um termômetro importante de pressão inflacionaria, fator preponderante na decisão do Fed de continuar ou não cortando juros.


BRASIL: BOLSONARO MINIMIZA DISPUTA INTRAPARTIDÁRIA

Sai ou não sai… Após dar a entender que pretendia “esquecer” o seu próprio partido, Bolsonaro voltou atrás e declarou que não há crise entre ele e o PSL. A vontade do presidente de se afastar do partido que ele empoderou é óbvia, mas concretizar o êxodo será uma tarefa árdua que envolve uma série de fatores complexos. Entre eles, estão os recursos dos fundos (Partidário e Eleitoral) e o tempo de TV que ficariam com o PSL. Alguém dentro da equipe do presidente deve ter ressaltado esse fato para o Bolsonaro que, como já é de costume, se expressou antes de ponderar os fatos relevantes a situação quando não havia necessidade ou vantagem alguma em se posicionar.

Deputados vão para o Podemos… A fala do presidente levou boa parte dos deputados do partido a cogitar a mudança de sigla. O líder do Podemos, José Nelto (GO), informou ontem, através do Twitter, que o seu partido abrigaria 7 deputados que pretendem abandonar o PSL. A declaração foi feita antes do presidente minimizar o conflito. Será que ainda vale? Para os parlamentares a situação é ainda mais complexa, se saírem antes da janela partidária (03/2022) ou sem uma justificativa citada no Regimento Interno, perderão o mandato.

Parecer do marco legal do saneamento… O relator do projeto na Comissão Especial da Câmara, deputado Geninho Zuliani (DEM-SP), apresentou o seu parecer ontem. O relatório prevê maior participação de empresas do setor privado na área de saneamento e possibilita a quebra antecipada de contratos de empresas que não cumprem metas. O projeto já foi aprovado pelo Senado, após a aprovação na Comissão Especial ele deve seguir para o plenário da Câmara.

MG será o estado que mais recebe da cessão onerosa… O megaleilão destinará R$ 909 milhões ao estado do Sudeste. A quantia é bem-vinda. O governador Romeu Zema acaba de sancionar a Lei de Diretrizes Orçamentarias para 2020 que prevê rombo de R$ 11,3 bilhões nas contas do estado.

Na agenda… O destaque da agenda doméstica será a divulgação das vendas no varejo de agosto pelo IBGE, às 9h. As medianas das projeções do mercado apontam para a desaceleração do dado no âmbito restrito (0,3%) e um leve avanço no varejo ampliado (+0,6%), que inclui os setores automotivo e de material de construção.

E os mercados hoje? Lá fora, mercados seguem dominados pelas notícias envolvendo China e Estados Unidos. No Brasil, o mercado aguarda a aprovação da Cessão Onerosa, o que possibilitará o avanço da agenda do Congresso – foco do mercado ainda é reforma da Previdência. Por isso, na falta de mudanças relevantes no cenário doméstico, esperamos mais um dia com viés neutro/positivo para o mercado acionário local, que terá desempenho na sessão de hoje condicionado aos desenvolvimentos em Washington.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +1,27%, aos 101.248 pontos;
Real/Dólar: +0,33%, cotado a R$ 4,10;
Dólar Index: -0,02%, cotado a 99.118;
DI Jan/21: -11 pontos base, 4.71%;
S&P 500: +0,91% aos 2.919 pontos.

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Jornais:

Folha de São Paulo
• Reforma administrativa avalia efetivar novo servidor depois de ele ser trainee
• Sob Doria, área social está entre as mais atingidas por cortes em SP
• Racha no PSL e caso Tabata reacendem debate sobre candidaturas avulsas
• Governo conta nos dedos ministros que, como Moro, defendem Bolsonaro

O Estado de São Paulo
• Procuradoria avalia ‘saída honrosa’ para Dallagnol da força-tarefa da Lava Jato
• Em atrito com o PSL, Bolsonaro tenta saída jurídica para deixar o partido
• ‘Não há mágica para o crescimento’, diz presidente do Morgan Stanley no Brasil
• Turista com pacote para NE pode cancelá-lo sem multa, diz Procon

Valor Econômico
• Aposta em Selic a 4,5% ganha força
• Com apoio frágil entre deputados, Bolsonaro ameniza críticas ao PSL
• Biotoscana vai à venda por até R$ 1,3 bilhão
• Monsanto vence no STJ disputa sobre royalties

O Globo
• Fusão de partidos nanicos é alternativa para Bolsonaro deixar PSL
• Rio vai oferecer descontos em hotéis e bares para aumentar oferta de voos e evento
• Cientistas investigam se óleo do Nordeste vaza de navio alemão que naufragou em 1944
• Gol suspende voos de 11 Boeings 737 NG após inspeções de segurança

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
137 visualizações

relacionados

Utilizamos cookies para melhorar a sua navegação

Entendi
Bitnami