Mercados Hoje: os efeitos da guerra comercial

tags Intermediário

Introdução: Sobe a aversão a risco no exterior. Hoje, nos EUA, é dia de agenda macro esvaziada, e investidores digerem os dados mais fracos da China. No Brasil, TSE realiza a cerimônia de diplomação. Ou seja: a Justiça Eleitoral reconhece formalmente que a chapa feita por Bolsonaro cumpriu todos os requisitos da legislação para assumir o Planalto. Do lado macro, Boletim Focus é destaque.


CENÁRIO EXTERNO: DADOS CHINESES SÃO DESTAQUES.

Mercados… As bolsas da Europa operam no vermelho, após nova queda da bolsa de Xangai, na China. Esta última acumula queda de 22% no ano, diante de tensões comerciais e receio de uma desaceleração da economia global no próximo ano. Nos EUA, S&P futuro também recua nesta manhã. O dólar opera em alta frente a seus principais pares. Commodities mistas. O petróleo (brent), após alta da última sessão, recua e opera em torno de US$61/barril.

China: saldo comercial de US$44,7 bi em novembro… O número ficou abaixo do esperado pelo mercado. As importações cresceram 3,0% a/a em novembro, bem abaixo do projetado (+14,0%), e abaixo do último mês (21,4%). Isto reflete uma demanda doméstica mais fraca. As exportações registraram avanço de 5,4% a/a, frente a expectativa de um avanço de 9,4%, e abaixo dos números de outubro (+15,6%). Aqui, a demanda global por produtos chinesas (na Ásia e Europa, em especial) segue também mais fraca. Para os EUA, as vendas foram um pouco mais fortes, sinalizando uma corrida dos importadores para evitarem as tarifas mais altas. Vale notar: o superávit comercial da China com os EUA cresceu de US$ 31,78 bilhões para US$35,55 bilhões.

Efeitos das tensões comerciais… A divulgação desses dados das reservas internacionais chinesas já reflete os efeitos da guerra comercial em sua economia. Em suma, os dados mostraram forte desaceleração no ritmo de crescimento das exportações e importações do país. Por sinal, essa tendência de enfraquecimento das exportações chinesas aumenta a pressão sob o governo da China para chegar a um acordo com os EUA para encerrar a atual disputa comercial.

Sobre a Huawei… A China emitiu um comunicado ao Canadá, exigindo a liberação imediata da diretora financeira da Huawei Technologies, citando inclusive possíveis “consequências severas” para o país. Mais: membros do governo chinês também convocaram o embaixador americano, durante o fim de semana, para que Washington “corrija imediatamente” o pedido de prisão de Meng Wanzhou. Lembrando: a prisão aumentou as relações comerciais de ambos os países e deve dificultar um acordo entre EUA e China. Os mercados já reagiram de forma negativa na última sessão.

E ai? O resultado de novembro reforça, em nossa visão, que a economia americana permanecerá sem pressões inflacionárias ao final de 2018. No curto prazo, espera-se que a inflação continue a oscilar próximo à meta. Falamos disto em nosso último Apito Final.

Na agenda de hoje… Na Zona do Euro, é uma semana de agenda agitada. Nesta 3ª feira (11), será votado o acordo do Brexit no Parlamento Britânico, que pode ser rejeitado e gerar um a moção de desconfiança para a Premier britânica, Theresa May. Na 5ª feira (13), onda de protestos violentos na França deve ser pauta na reunião do BCE. Nos EUA, os destaques são as divulgações do CPI (4ª feira, dia 12), índice que mede a inflação do país; e, na 6ª feira (14), os dados da produção industrial de novembro.


BRASIL: TSE OFICIALIZA AS ELEIÇÕES.

É oficial… Nesta 2ª feira (10), Jair Bolsonaro (PSL) e general Hamilton Mourão comparecem ao TSE para a cerimônia de diplomação. O TSE deve oficializar o resultado das eleições presidenciais, dando aval para a posse dos candidatos vitoriosos no próximo dia 1º de janeiro. Bolsonaro será o 38º presidente do Brasil. O ato esta marcado para as 16h.

Mais nomes… Neste domingo (09), o presidente eleito, Jair Bolsonaro, anunciou, via suas redes sociais, Ricardo de Aquino Salles como Ministro do Meio ambiente. Esta era a última nomeação que faltava para o presidente encerrar os nomes do seu primeiro escalão. Salles se juntará hoje à equipe de transição. Depois da nomeação de Salles, Bolsonaro ficará com 22 pastas em seu governo. Ou seja: 7 a mais do que as 15 que havia prometido na campanha; mas 7 a menos do que as 29 atuais de Michel Temer.

Equipe econômica… Neste fim de semana, o futuro ministro da economia, Paulo Guedes, confirmou Marcelo Guaranys, atual subchefe de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil, para se juntar à sua equipe. Além de Guaranys, foram anunciados no sábado Waldery Rodrigues Júnior (secretário geral da Fazenda), Esteves Colnago (secretário adjunto da Fazenda), Paulo Uebel (secretário de Desburocratização), Gleisson Cardoso Rubin (secretário adjunto de Desburocratização) e Carlos da Costa (secretário geral de Produtividade e Competitividade).

Ruídos ao Bolsonaro… O governo de transição enfrenta sua 1ª crise após a eleição. Na última semana saiu um relatório produzido pelo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) com movimentações financeiras suspeitas na conta de um ex-assessor do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). Fabrício Queiroz, então motorista do filho de Bolsonaro, teria destinado um cheque de R$ 24.000 à futura primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Jair Bolsonaro, em nota, reiterou que havia emprestado dinheiro a Fabrício. O depósito teria sido para quitar essa dívida. General Mourão, seu vice, cobrou explicação sobre a origem dos recursos. Vamos acompanhar…

Boletim Focus… O mercado revisou para baixo o PIB de 2018, de 1,32% para 1,30%. Para 2019, prevê 2,53%. A projeção de IPCA de 2018, também caiu: de 3,89% para 3,71%. Para 2019, prevê 4,07%. Projeções de Selic (isto é, deste ano) seguem inalteradas. Os juros devem terminar 2018 e 2019 em 6,50% e 7,5%, respectivamente. Já as provisão de câmbio deve terminar em R$3,78 e R$3,80, respectivamente.

Agenda… O destaque da agenda nacional é a reunião do Copom (nesta 3ª e 4ª feira, dia 11 e 12, respectivamente). A expectativa é de manutenção da Selic em 6,5%. Na 5ª, 13, as atenções se voltam aos números das vendas no varejo de outubro. A expectativa é de alta de 0,10% m/m.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -0,82%, aos 88.115 pontos;
Real/Dólar: +0,62%, cotado a R$3,907;
Dólar Index: -0,31%, 96,514;
DI Jan/21: -09 pontos base, 7,820%;
S&P 500: -2,33% aos 2.633 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 31/05.


EMPRESAS:

Embraer: AGU recorreu ao TRF3 para derrubar liminar
Impacto: Marginalmente Positivo.

Rafael Passos – Equipe Econômica


Jornais:

Folha de São Paulo
– Mapa revela 453 áreas de garimpo ilegal na Amazônia
– Diplomado, Bolsonaro vai montar 2º e 3º escalões
– “Quem tem que sentir vergonha é ele, não eu”, diz empresária sobre João de Deus
– China convoca embaixador dos EUA para protesto

O Estado de São Paulo
– Onze governadores podem deixar Estados sem caixa
– Ministro quer “harmonizar” meio ambiente e agricultura
– Queiroz tem de explicar, diz Bolsonaro
– PCC prepara atentado contra promotor

O Globo
– João de Deus teria abusado de criança nos anos 1980
– Gasto com inativos sobe 5 vezes mais que o da educação
– Uma legião de invisíveis sem registro de nascimento
– Juiz Siro Darlan é suspeito de soltar presos em troca de propina

Valor Econômico
– Receita pressiona múltis a revelar controladores
– Custo anual das reservas diminui 70%
– Com apoio do agronegócio, Salles chefiará Meio Ambiente
– Unigel vai abrir fábrica nos EUA

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Rafael Gad Passos Rafael Gad Passos

Equipe Econômica

Graduado em Administração de Empresas na ESPM. Possui certificação de Mercado de Ações (BMF&Bovespa). Possui experiência na área de análise do Banco Bradesco Investimentos e atualmente faz parte da equipe de Research da Guide Investimentos, com foco nas empresas do Ibovespa.

439 visualizações

relacionados

Bitnami