Mercados Hoje: O BC fala e La Plata is coming (para os hermanos)

tags Intermediário

Introdução: Bolsas asiáticas tiveram pregões moderadamente negativos; Nos Estados Unidos, destaque para a reunião do FOMC de ontem que subiu os juros em 0,25p.p; O que importou mesmo foi o comunicado dos diretores que não alteraram muito as suas projeções para a dinâmica da taxa de juros americana; Argentina conseguiu mais “plata” do FMI, o país deve conseguir se financiar com tranquilidade até 2019; No Brasil, a repercussão do Ibope de ontem continua; Novas projeções do BC indicam que a taxa de juros deverá começar a subir em breve; Bolsonaro já quer ir pra casa, mas irá (ou quer ir) no debate?


CENÁRIO EXTERNO: LA PLATA IS COMING (para os Hermanos).

Mercados Globais… Bolsas asiáticas fecharam no vermelho. Na Europa, todas operam em leve terreno negativo, apenas Londres destoa positivamente. Commodities iniciam o dia de forma mista, o petróleo sobe levemente e confirma sua cotação acima dos US$81 por barril. As treasuries americanas continuam o recuo, reflexo da decisão de ontem do FED, a curva fecha em toda a ponta intermediária e longa.

Na batida do FOMC… A decisão de ontem já estava completamente no preço, agora as Fed Funds estão no intervalo entre 2,0%/2,25%. Além disso, manteve seu cenário de que haverá nova alta do juro básico em dezembro. Para os próximos anos, as projeções dos diretores do FED não mudaram. Os famosos dots , não se moveram, o que significa que a expectativa anterior à reunião, de mais uma subida esse ano e mais três em 2019 e uma saideira em 2020. Ao final deste esperado ciclo, os juros terminariam em 3,375%, acima da projeção de longo prazo que é de 3%.

La plata is coming… Outro grande destaque internacional foi o novo acordo (ou remendo) entre a Argentina e o FMI. O acordo, que já tinha sido costurado meses atrás, precisou de um remendo após as sucessivas desvalorizações cambiais. Como o país é um grande dependente de capital externo, as desvalorizações recentes aumentaram o passivo argentino, logo, mais recursos se fizeram necessários. O valor total do resgate passou de US$50bi para US$57bi. Além do montante total, a dinâmica se alterou també. A grana extra vai permitir que a Argentina receba mais dinheiro entre agora e 2019. O novo acordo (ou remendo) é muito bem visto e garante sem muitos problemas as necessidades de dólares que a Argentina terá até ao final de 2019.

 


BRASIL: O BC FALA.

Acabou de sair o relatório trimestral de inflação… O relatório é um compilado de informações e projeções do BC. É por meio dessas mais de 70 páginas que a nossa autoridade monetária mostra o que ela pensa e enxerga para o futuro das variáveis econômicas relevantes para a condução da política de metas de inflação.

Vai subir… A partir da página 56, o BC começa a discutir suas projeções de inflação para até 2021. As projeções deixam claro que o câmbio tem sido um vetor negativo na trajetória da inflação futura. Obviamente, além da continuidade das reformas econômicas. Porém, fica claro que o atual nível da taxa Selic em 6,5%a.a. é insuficiente para garantir uma inflação na meta para os anos seguintes. A expectativa presente no Focus de uma Selic a 8%a.a já ao final de 2019, é a mesma taxa que o BC revela em suas projeções, que seria a taxa correta para que a inflação convirja de fato para a meta.

Olhando novamente o Ibope de ontem… Os números da pesquisa do Ibope referente à corrida dos presidenciáveis: Bolsonaro segue na liderança, agora contando com 27% das intenções de voto (ante 28%), e Haddad em segundo, com o apoio de 21% (ante 22%) dos entrevistados. Em seguida, aparecem Ciro Gomes, com 12% (ante 12%), Alckmin, que segue com 8%, e Marina, com 6% (ante 5%). A pesquisa ouviu mais de 2.000 eleitores em 124 municípios.

Não vai ser no primeiro turno para ninguém… Nenhum candidato tem real capacidade de vencer no primeiro turno. Pesquisas recentes de intenção de voto indicam que a probabilidade de uma vitória em primeiro turno nestas eleições é baixa. Bolsonaro continua com uma rejeição acima de 40% e a de Haddad não para de crescer também, com sua rejeição já acima de 30%.

Tem gente que já quer passar o fim de semana em casa… Rumores dizem que Bolsonaro está pressionando os médicos para ser liberado ainda hoje (27/09). Os médicos querem liberar ele apenas no dia 29. A grande pergunta é se Bolsonaro poderá (ou vai querer) participar do último debate antes do primeiro turno, na rede Globo.

E os mercados hoje? Com o mercado externo relativamente neutro, o preço dos ativos domésticos deve ser dominado pelo cenário externo e a digestão das pesquisas de alta frequência que vão sendo divulgadas hoje. O prêmio de risco brasileiro, medido pelo CDS de 5 anos, recua para 260 pontos.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +0,03%, aos 78.656 pontos;
Real/Dólar: -1,02%, cotado a R$ 4,033;
Dólar Index: +0,06%, 94,193;
DI Jan/21: -11 pontos base, 9,550%;
S&P 500: -0,33% aos 2.906 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 31/05.


EMPRESAS:

Bradespar: Litel quer cobrar Bradespar por prejuízo na briga com Dantas
Impacto: Marginalmente Negativo.

Victor Candido – Economista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Caixa inibe competição em novo crédito consignado
– Em alta nas pesquisas, Haddad vira alvo em debate
– Intervenção federal no diesel impede investimento de R$ 2 bi
– Seis países denunciam governo Maduro a tribunal internacional

O Estado de São Paulo
– Voto útil não decola; Ciro e Marina atacam Haddad
– Tesoureiro de petista é acusado de uso de caixa 2
– Interessados pressionam Temer por leilão de aeroportos
– Daniel Dantas ganha ação e leva R$ 2,8 bi de sócios da Vale

O Globo
– Investidor estrangeiro volta às compras na Bolsa
– Adversários sobem o tom contra Haddad em debate
– Santinho irregular com nome de Lula é alvo de denúncias
– Crivella propõe taxar serviço on-line de hospedagem

Valor Econômico
– Ofício da ANTT reconhece acordo em frete de retorno
– Fed eleva os juros e sinaliza mais altas
– Arco entra na Nasdaq e já vale R$ 3,5 bi
– Pleito muda eixo de poder no PSDB

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Candido
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Victor Cândido Victor Cândido

Economista

Mestrando em economia pela Universidade de Brasília - UnB. Já trabalhou no mercado financeiro na área de pesquisa e operações. Foi pesquisador do CPDOC da Fundação Getúlio Vargas. É formado em economia pela Universidade Federal de Viçosa.

132 visualizações

relacionados

Bitnami