Mercados Hoje: No abrir das cortinas

tags Intermediário

Introdução: Bolsas asiáticas operaram no vermelho, com desempenhos fracos; Na Europa dia começa com menor aversão ao risco e todos os principais índices operando de forma positiva; Nos Estados Unidos, futuros do S&P confirmam a tendência positiva; Petróleo sobe forte com temores sobre o ataque a dois petroleiros nas proximidades do Irã; Inflação nos Estados Unidos continua bastante fraca. No Brasil, relatório da previdência será lido hoje, porém, o relator já deu uma canja ontem e o número deverá vir em linha com o esperado pelo mercado de R$800 bilhões de economia em 10 anos; Dados do varejo decepcionam em abril e acendem alerta de recessão também para o segundo semestre de 2019.


CENÁRIO EXTERNO: MAIS TENSÃO

Mercados… Bolsas asiáticas tiveram mais uma noite de fracos desempenhos, o Nikkei recuou -0,46%, Shanghai -0,15% e Hong Kong -0,05%. Já na Europa o dia começou na direção inversa, o DAX sobe +0,52%. Futuros do S&P ganham 0,35%, o que confirma um dia de menor aversão ao risco no cenário global. O dólar (DXY) opera praticamente estável frente aos pares. Na seara das commodities, o destaque é o petróleo, que sobe 2,76%, cotado a US$52,55 o barril do tipo WTI.

Petroleiros atacados… A indústria europeia não está nada bem e há o risco de infectar outras partes da economia, aprofundandO petróleo se recuperou do nível mais baixo em quase cinco meses, após dois navios petroleiros terem sidos danificados em um ataque suspeito no Golfo de Omã, não é a primeira vez que algo do tipo acontece.

Mais tensão… As tensões aumentaram na região, com o presidente dos EUA, Donald Trump, tentando sufocar as receitas advindas do petróleo, do Irã com sanções mais rigorosas, e recorre aos adversários políticos da República Islâmica – os sauditas – para manter o mercado global de petróleo em equilíbrio.

Fato é… Que o ataque está causando mais um ruído de oferta e ajudando a dar impulso ao preço da commodity após uma sequência bastante negativa nos últimos meses.

Inflação fraquinha… O núcleo do índice de preços ao consumidor, que não computa os custos com energia e alimentação, subiu 2% em relação ao ano anterior, segundo relatório do Departamento do Trabalho divulgado na quarta-feira. Economistas ouvidos pela Bloomberg previam um aumento de 2,1%. Os principais aumentos mensais dos preços, bem como uma medida mais ampla da inflação anual, também vieram abaixo das estimativas.

Mais pressão sobre o FED… O dado fraco de inflação divulgado ontem nos EUA, adiciona mais um fator de pressão sobre o banco central americano, para que o mesmo faça o primeiro corte de juros desde a crise financeira global. Os mercados aumentaram ainda mais suas apostas de que em 2019 haverá sim um corte de juros por parte do FED.

Agenda… Hoje teremos os dados da produção industrial europeia e os dados da indústria chinesa. Dois importantes indicadores para se inferir o estado da atividade econômica global.


BRASIL: NOS ABRIR DAS CORTINAS (DA REFORMA)

Tudo menos os detalhes (alguns spoilers)… Durante coletiva realizada (12) na Câmara dos Deputados, Samuel Moreira (PSDB-SP) e Rodrigo Maia (DEM-RJ) adiantaram vários aspetos do parecer que será divulgado hoje (13) à tarde.

Parecer… O documento faz alterações à proposta do governo e permite que o projeto seja votado na comissão especial. Caso seja aprovado na comissão, fato que deve se concretizar na data 25/06, a reforma segue para apreciação no plenário da Câmara.

Até R$1 trilhão… As alterações que serão integralmente rejeitadas não surpreenderam: Benefício de Prestação Continuada, aposentadoria rural e a desconstitucionalização. Segundo Rodrigo Maia, a economia gerada pela proposta alterada pela Câmara deve se manter entre R$ 800 bilhões e R$ 1 trilhão.

300 bilhões… Os estados e municípios foram retirados da proposta, apesar da manutenção dos entes ser favorecida por Samuel Moreira e Rodrigo Maia. O presidente da Câmara explicou que a exclusão ainda pode ser revertida, mas essa questão provavelmente será decidida no plenário da Câmara através de emenda legislativa. O destaque dos estados e municípios seria votado separadamente, após a aprovação do corpo da proposta na Câmara.

Para depois… Em relação a capitalização, Rodrigo Maia destacou que o conceito não foi rejeitado, mas ainda está muito imaturo. Após conversa com Paulo Guedes, o presidente da Câmara priorizou a economia do governo no imediato, mas ainda pretende tratar do assunto no segundo semestre.

PEC ou PL… O relator ressaltou que o parecer não foi feito ao seu gosto, e não representa exclusivamente suas convicções e seus desejos. Moreira gostaria de desconstitucionalizar certos aspetos da Previdência, mas não conseguiu gerar suporte para a alteração entre seus colegas.

Idade… O parecer deve manter as idades mínimas de 65 e 62 dos homens e mulheres respectivamente, mas impediu o aumento do tempo de contribuição para mulheres, que deverá permanecer em 15 anos.

Alto grau de maturidade… A coletiva demonstrou amplo consenso em torno da proposta alterada no Congresso. Os principais pontos de contenção já foram saneados. A proposta que for aprovada na comissão especial não deve receber alterações de grande impacto orçamentário durante seu trâmite no Congresso.

#SextaTemGreve… Demonstrações em oposição ao governo serão realizadas por todo o país nesta sexta-feira (14). Os protestos, orquestrados pelos partidos de oposição, contam com a aderência dos movimentos sindicais e estudantis.

É bom monitorar… A última demonstração do tipo, realizada no dia 30/05, não alcançou proporção significante. A eminência do parecer da previdência e a controvérsia do Telegram, que envolve o ministro Moro, pode dar mais fôlego a essa iteração do evento.

Varejo fraco… Em abril, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC) do IBGE, as vendas do varejo restrito recuaram 0,6% na série com ajuste sazonal. O resultado veio abaixo da mediana das expectativas de mercado, segundo a Bloomberg (-0,1% MoM). Em relação ao mesmo mês de 2018, houve alta de 1,7% das vendas. No conceito ampliado, as vendas se mantiveram estáveis, outro dado abaixo da mediana das expectativas de mercado (0,3% MoM). Em relação a março de 2018, houve alta de 3,1%.

Agenda… Outro dado importantíssimo de atividade será divulgado hoje, a PMS – Pesquisa mensal de serviços, que trará o desempenho do setor de serviços em abril.

E os mercados hoje? A cena global segue mais positiva, porém mais cautelosa. Aqui o destaque será a leitura do relatório completo do relator da previdência, bem como a repercussão política do mesmo. Portanto, vemos o dia como neutro para os ativos de risco local.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -0,65%, aos 98.320,00 pontos;
Real/Dólar: +0,0065%, cotado a R$ 3,864;
Dólar Index: +0,32%, 96.993;
DI Jan/21: + 2 pontos base, 6,190%;
S&P 500: -0,20% aos 2.879 pontos.

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Victor Candido – Economista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Acordo desidrata PEC da Previdência, mas eleva expectativa de aprovação
– PF identifica dados capturados só em celular de Dallagnol
– Processo de tríplex contra Lula pode ser parcialmente anulado pelo Supremo
– Argentina quer prorrogar acordo automotivo, e Brasil resiste

O Estado de São Paulo
– Após caso Moro, Planalto age para que crise não alcance Bolsonaro
– Ataques de hackers vão além de Moro e Deltan
– Decisão sobre decreto de arma não tem consenso entre especialistas
– Nos últimos seis meses, Lava Jato desacelera no Supremo

Valor Econômico
– Governo tem dia de derrotas no Congresso e no Supremo
– Economia com reforma pode cair para R$ 850 bilhões
– Governo vai liberar R$ 1 bilhão por ano para renovar frota de metrô e trem urbano
– Após Caixa, Guedes cobra devolução de outros bancos públicos

O Globo
– Brasil cai 10 posições em ranking que mede a paz no planeta
– Tributo maior sobre bancos pode compensar alterações na reforma da Previdência
– Conselho Nacional de Justiça arquiva representação contra Sergio Moro
– Falta de unidade na base governista deixa Moro preocupado com ida ao Congresso

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Candido
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

Luca de Toledo Gloeden Soares
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Victor Candido Victor Candido

Economista

Mestrando em economia pela Universidade de Brasília - UnB. Já trabalhou no mercado financeiro na área de pesquisa e operações. Foi pesquisador do CPDOC da Fundação Getúlio Vargas. É formado em economia pela Universidade Federal de Viçosa.

179 visualizações

relacionados

Bitnami