Introdução: Agenda fraca nos EUA. Feriado na Turquia. Por enquanto, não há grandes novidades (e isto parece “bom”). Baixa aversão ao risco prevalece. Investidores aguardam o início do simpósio de Jackson Hole (quinta-feira) e a ata das últimas reuniões do BCE e Fed. Trump pressiona Powell para segurar juros baixos. O dólar opera mais fraco no exterior, frente aos desenvolvidos; e as commodities mantêm trajetória de recuperação. No Brasil, a primeira pesquisa Ibope após o registro das candidaturas à Presidência mostra que, em cenário sem Lula (PT), Bolsonaro (PSL) lidera com 20% das intenções de voto, seguido por Marina (Rede) e Ciro (PDT), com 12% e 9%, respectivamente. Votos nulos, brancos e indecisos vão de 22% para 38% sem o ex-presidente, possivelmente inelegível pela Lei da Ficha Limpa, na disputa. Alckmin (PSDB) aparece em quarto lugar, com 7%. Neste cenário, o Ibope considerou a candidatura de Haddad, registrado como vice na chapa petista. Ele obteve 4% das intenções de voto, mas 13% disseram que votariam no ex-prefeito de São Paulo se Lula sair do páreo. No front Micro, Eletrobrás aprovou edital da venda de 71 SPE’s e acionista da Minerva anuncia intenção de fazer uma OPA.


CENÁRIO EXTERNO: TRUMP CRITICA POWELL. 

O “básico” sobre os mercados… As bolsas operam mistas. No Reino Unido, o FTSE recua. No restante da região é dia de ganhos (por volta de 1%). Por enquanto, não há grandes novidades. Na Ásia, a sessão foi positiva (o índice de Xangai subiu 1,31%, enquanto o índice Nikkei subiu 0,09%). Nos EUA, o S&P futuro opera com viés de alta. O dólar opera em ligeira queda no exterior; e commodities mostram alguma recuperação. O minério de ferro caiu 1,87% na China, cotado a US$66,54/tonelada. O petróleo (brent) sobe mais de 0,3% (~8h30), e oscila por volta de US$73,8/barril.

Juros “caros”… Sem grandes novidades no cenário internacional, o destaque ficou com o presidente dos Estados Unidos. Donald Trump afirmou ontem que ele “não está animado” com o presidente do Fed, Jerome Powell, por elevar as taxas de juros. Foi um claro aviso do presidente. Aproveitou e acusou a China e a Europa de manipularem suas respectivas moedas. Trump, que nomeou Powell no ano passado para substituir Janet Yellen no cargo acredita que o banco central dos EUA deveria ser mais expansionista.

Na agenda de hoje… Nos EUA, no front macro, nenhum indicador será divulgado.

 


BRASIL: INCERTEZAS PERSISTEM.

Sem novidades… A pesquisa Ibope, encomendada pela Rede Globo e O Estado de S. Paulo, não trouxe muita novidade. As pesquisas mostram Lula em 1º lugar no cenário estimulado. É seguido por Jair Bolsonaro (PSL), Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT). Geraldo Alckmin (PSDB), ocupa a 4ª posição. Bolsonaro tem um piso de intenção de voto sólido, mas seu teto também é claro. Seus desafios seguem os mesmo: diminuir a rejeição e ser mais competitivo em um eventual segundo turno. Marina está em segundo lugar e se mostra forte na disputa do segundo turno. Haddad ainda têm espaço para crescer com maior exposição no Nordeste e herança de votos de Lula (na pesquisa Ibope 27% dos pesquisados votariam ou podem votar no candidato). Alckmin está estacionado e aposta as fichas no seu largo tempo de TV (Propaganda Eleitoral), que começa no dia 31/8.

Deu ruim… O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, descartou a aprovação de uma reforma tributária “ampla” nos últimos meses do mandato do presidente Michel Temer (MDB). Ao participar de evento na capital paulista, o titular da Fazenda reiterou a posição de que a reforma da Previdência deve receber prioridade na agenda – já que “não dá para discutir reforma tributária com gastos crescentes”. Sustentou ainda a necessidade de corrigir desequilíbrios observados, por exemplo, em PIS/Cofins e ICMS até que o País tenha um imposto que unifique vários tributos: o Imposto sobre Valor Agregado (IVA). O Governo Temer também deixa outra herança, o tabelamento do frete. Especialistas comentam que a medida fere a livre concorrência. A conclusão é que vai terminar em inflação. Oito entidades da indústria e do agronegócio debatem hoje os impactos negativos do tabelamento do frete.

    Sobrou para quem?  Matéria do jornal Valor Econômico, comenta que as incertezas sobre as eleições presidenciais já estão impactando na margem a credibilidade da política monetária. O Banco Central está tendo um pouco mais de trabalho do que o usual para ancorar as expectativas de inflação do mercado financeiro às metas de longo prazo.

    Agenda de hoje… No front macro, não temos indicadores relevantes. No front político, Haddad e Marina Silva vão visitar o Nordeste. Ciro Gomes será sabatinado na TV Record, às 19h. Alckmin vai ao Rio de Janeiro encontrar Eduardo Paes e o cardeal Dom Orani Tempesta.

    E os mercados hoje? Sem grandes novidades no front externo, e diante de cautela do investidor local, o viés para os ativos locais não nos parece muito favorável para hoje. A percepção de risco país, medida pelo CDS de 5 anos, opera estável nesta manhã (~244 pontos base), mas não há garantias que este movimento continuará ao longo de toda a sessão de hoje. Esperamos uma reação inicial positiva em bolsa. Já o dólar, beneficiado pelo exterior, pode apresentar leve recuo, depois do forte movimento de alta.

    Sobre o fechamento do último pregão:

    Ibovespa: +0,39%, aos 76.328 pontos;
    Real/Dólar: +1,53%, cotado a R$3,969;
    Dólar Index: -0,21%, 95,960;
    DI Jan/21: +19 pontos base, 9,370%;
    S&P 500: +0,24% aos 2.857 pontos. 

    Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 31/05.


    EMPRESAS:

    Minerva: Salic estrutura OPA de cerca de R$ 1 bi para levar controle da empresa.
    Impacto: Marginalmente Positivo.

    Luis Gustavo Pereira – Estrategista


    Jornais:

    Folha de São Paulo
    –  3 em 4 congressistas tentam renovar mandato na eleição 
    – Coca-Cola pode interromper a produção na Zona Franca 
    – Campanhas contra venezuelanos são infladas por boatos 
    – Papa condena, em carta, crimes sexuais da Igreja

    O Estado de São Paulo
    Bolsonaro se isola na liderança; Marina e Ciro disputam 2º lugar
    – Doria e Skaf estão empatados em SP 
    – Militares morrem em conflito no Rio 
    – Cresce pressão pelo bloqueio da fronteira de Roraima

    O Globo
    Empresários pedem Estado enxuto e eficaz 
    – Liderança de Lula turva cenário
    – “Pacote” de Maduro será inócuo, dizem economistas 
    – Máquina de Vendas conclui reestruturação

    Valor Econômico
    Empresários pedem Estado enxuto e eficaz
    – Liderança de Lula turva cenário
    – “Pacote” de Maduro será inócuo, dizem economistas
    – Máquina de Vendas conclui reestruturação

    Contatos

    Renda Variável*


    Luis Gustavo Pereira – CNPI
    [email protected]

    Equipe Econômica

    Lucas Stefanini
    [email protected]

    Rafael Gad
    [email protected]

    Julia Carrera Bludeni
    [email protected]

    *A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
    “Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
    Luis Gustavo Pereira Luis Gustavo Pereira

    Estrategista

    Graduado em Administração de Empresas pela ESPM, com pós-graduação em Economia e Setor Financeiro pela USP e MBA em Finanças pelo INSPER. Tem mais de 8 anos de experiência no mercado financeiro. Atualmente, é o estrategista da Guide Investimentos.

    83 visualizações

    relacionados

    Bitnami