Mercados Hoje: já pode voltar ao normal?

tags Intermediário

Introdução: Aumentou a percepção de risco no exterior. O foco? A Itália. Investidores estão atentos à dificuldade de formação de um novo governo por lá. Os EUA voltam do feriadão, e a sessão tende a começar num tom mais negativo, em linha com demais mercados de Europa e Ásia. O dólar opera em alta; os juros das Treasuries de 10 anos oscilam ao redor de 2,85%. No Brasil, a crise dos caminhoneiros ganha contornos (ainda mais) políticos. Pedro Parente fala às 14h. O governo mostra grande fragilidade. O momento demanda cautela. Ao redor das 9h, horário de Brasília, o CDS de 5 anos subia 6%, acima dos 200 pontos base.


CENÁRIO EXTERNO: AUMENTA A AVERSÃO A RISCO (FOCO NA ITÁLIA!).

O “básico” sobre os mercados… Aumenta a percepção de risco no exterior. Os juros dos títulos de 10 anos de Itália, Espanha, Portugal e Grécia operam em alta. Recuam, como reflexo da busca por proteção, os juros dos papéis de Reino Unido, Alemanha e EUA. As bolsas recuam na Europa, após sessão negativa na Ásia. Nos EUA, S&P futuro opera em baixa, sinalizando volta de feriado negativo para hoje. O dólar opera em alta frente a seus principais pares. Commodities mistas. O petróleo (brent) se mantém na casa dos US$75/barril.

Uma crise política na política da Itália… Os juros dos títulos de 10 anos sobem, reagindo ao maior risco do país (falamos disto no Mercados Hoje de ontem). No final de abril, estava ao redor de 1,5%. Agora, já opera próximo de 2,5%. Neste contexto, as taxas dos papéis de Espanha, Portugal e Grécia também operam em alta. Investidores buscam proteção em ativos considerados mais seguros. Além dos títulos de Reino Unido e Alemanha, recuam os juros dos papéis dos EUA. Registre-se: os juros das Treasuries de 10 anos, que há pouco oscilavam acima de 3,00%, operam ao redor de 2,85%.

Na agenda de hoje… Nos EUA, saem preços de residências de março (10h); índice de confiança do consumidor de maio (11h) e sondagem industrial do Fed de Dallas de maio (11h30). Na Europa, alguns dirigentes do BC fazem discursos, mas as atenções seguirão voltadas àquilo que pode acontecer na Itália (novas eleições em breve?).


BRASIL: GREVE DOS CAMINHONEIROS GANHA CONTORNOS (AINDA MAIS) POLÍTICOS.

Reação negativa dos mercados… Ontem, o Ibovespa recuou 4,49%, e terminou aos 75,355 mil pontos. O dólar subiu 2,30%, cotado a R$3,73. O ambiente externo, sem a referência do mercado americano (era feriado lá!), contribuiu para que estes movimentos fossem exacerbados, em nossa opinião. É verdade que o prêmio de risco aumentou no Brasil, mas, por enquanto, continuamos acreditando que é preciso cautela. Nós, da Guide, há 2 meses seguidos temos sugerido mudanças na Alocação de Ativos, diminuindo a exposição a risco dos investidores.

A greve, por enquanto, continua… Chegamos ao 8º dia das greves. Segundo a ANP, o abastecimento de combustíveis melhorou, mas ainda é ruim em alguns Estados. O ambiente de incertezas continua, embora Temer tenha dito que hoje será o último dia de protestos, e a despeito das concessões feitas pelo governo. É nítida a interferência de movimentos políticos nas manifestações. Aliás, em meio à ameaça de greve dos petroleiros, o presidente da Petrobras, Pedro Parente, faz teleconferência (14h) após especulações sobre sua saída.

Antes disso… Em meio à ameaça de greve dos petroleiros, o presidente da Petrobras, Pedro Parente, participará de teleconferência (14h). Nas últimas horas, tem aumentado as especulações sobre a sua saída da empresa. Antes disso (no RJ, às 10h), o Conselho de Administração da empresa se reúne para avaliar a proposta do governo de reembolso para a nova sistemática de reajuste do diesel. É um momento delicado, que favorece a “politização” do debate. Ontem, no programa Roda Viva, o pré-candidato pelo PDT, Ciro Gomes, fez duras críticas a Parente.

Uma boa interpretação… Neste ambiente que lembra aquilo que aconteceu em 2013 no país, fica clara a insatisfação da população com “tudo que está aí”. É um preâmbulo daquilo que podemos ver como resultado das eleições deste ano, em nossa opinião. Segundo Carlos Melo, cientista político do Insper, “A população sente que os políticos não a representam mais, ou representam muito mal. Em paralelo a isso tudo, há a questão da corrupção”. Esta questão – e não a “econômica”, de desemprego alto, insegurança nas ruas e/ou problemas na saúde e educação pública – é que tende a ser a mais relevante nestas eleições.

Enquanto isso, na disputa eleitoral em SP… Pesquisa do Ibope divulgada ontem mostrou o tucano João Doria na liderança para o governo do Estado, com 22% das intenções de voto, seguido por Paulo Skaf, com 15%. No 2º turno, a pesquisa indica empate técnico: Doria com 31% e Skaf com 30%. A margem de erro é de 3 pontos percentuais. Na pesquisa para presidente, Lula e Bolsonaro polarizam a disputa, com 23% e 19%, respectivamente. Ambos cresceram em relação à pesquisa de abril (tinham 19% e 14%, respectivamente).

O BC mantém a sua atuação… Em comunicado ao mercado, o BC anunciou que continuará com as ofertas adicionais de contratos de swap cambial no fim de maio e a partir de 1º de junho. O BC reitera que os montantes das ofertas adicionais de swap poderão ser revistos e se reserva o direito de realizar atuações discricionárias. A partir de 1º de junho também terão início os leilões para a rolagem integral do vencimento de swap cambial de 2 de julho de 2018, que totaliza 175.230 contratos. Em suma: a estratégia do BC ainda é aumentar a oferta de hedge cambial.

Dados de crédito sobre abril… O saldo de crédito cresce de forma lenta (+0,06% a/a), diante de recuo do saldo direcionado (-5,5%), e a despeito do saldo livre (+6,4%). Aliás, o direcionado, como proporção do crédito total, segue em queda (hoje ao redor de 48%). A inadimplência segue em queda, especialmente a do crédito livre (já foi 5,8% no 2º semestre de 2016, e agora está em 4,7%). Os spreads segue em queda, mas de forma muito gradual.

Arrecadação de abril… Segundo a Secretaria da Receita Federal (SRF), a arrecadação federal total atingiu R$ 130,8 bilhões em abril. O mercado esperava R$ 128,3 bilhões. Com estes números, houve avanço real de 7,8% a/a na arrecadação total no mês. No acumulado de 2018, houve crescimento real de 8,3% a/a. Para maio, por conta das paralizações, os números devem ser menos favoráveis. Aliás, começam a surgir diversos cálculos sobre o potencial “estrago” econômico das paralizações. Segundo o Estadão, importantes segmentos da economia já registram perdas superiores a R$34 bi nos 8 dias de greve.

Agenda de hoje… No front macro, o IBGE divulgou a PNAD Contínua de abril. O desemprego passou de 13,1% para 12,9%, abaixo dos 13,0% esperados. Também sairá hoje o resultado primário do governo central, de abril. Temos uma expectativa de um superávit em torno de R$5,5 bi.

E os mercados hoje? Mantemos, diante do noticiário local e internacional, um viés mais negativo para os mercados locais (baixa em bolsa, e alta em DIs e dólar). O momento, como falamos anteriormente, ainda exige cautela. Nesta manhã (~9h), o CDS de 5 anos do país subia 6%, ao redor de 204 pontos base.

Ignacio Crespo – Economista

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -4,49%, aos 75.356 pontos;
Real/Dólar: +2,30%, cotado a R$3,737;
Dólar Index: +0,18%, 94,418;
DI Jan/21: +07 pontos base, 8,830%;
S&P 500: -0,24% aos 2.721 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg


EMPRESAS:

Banrisul: Banrisul Cartões pode chegar à bolsa com valor de R$ 2,5 bilhões
Impacto: Marginalmente Positivo.

Setor Elétrico: MP 814 vai focar na solução para o risco hidrológico
Impacto: Neutro.

Luis Gustavo Pereira – Estrategista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Boicote continua apesar de acordo; governo fala em infiltração política
– Postos rejeitam combustíveis após ameaças; PM usa Choque
– Aliados de Temer e ministros do STF veem fragilidade política extrema
– Bolsonaro diz ser contra intervenção militar

O Estado de São Paulo
– O que eles querem?
– Governo deve aumentar imposto
– Faculdades de Administração viram startups
– Greve de professor atinge 72 escola

O Globo
– Greve continua e governo já prepara nova alta de impostos
– Pauta política se amplia; governo acusa “infiltrados”
– Petrobras já perdeu um terço do valor de mercado
– Pré-candidatos fazem coro contra reajustes

Valor Econômico
– Paralisação segue e afeta mais setores
– Abcam denuncia ameaças para manter a greve
– Risco institucional já preocupa analistas
– Banco dos Brics começa a acelerar o crédito no país

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Ignácio Crespo Rey
[email protected]

Lucas Stefanini
[email protected]imentos.com.br

Rafael Gad
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 17 da Instrução CVM nº. 483/10, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Ignacio Crespo Ignacio Crespo

Economista

Mestre em Economia pela Fundação Getúlio Vargas (FGV/EPGE), e graduado em Ciências Econômicas pelo INSPER. Foi professor assistente do Mestrado Profissional em Economia do INSPER, ministrando aulas sobre Macroeconomia e Política Monetária. De 2013 até agosto de 2018 atuou como economista-chefe da Guide Investimentos. Desde então, atua como consultor externo da Guide.

257 visualizações

relacionados

Bitnami