Fique por dentro do mundo da economia!


CADASTRE-SE AQUI

Mercados Hoje: Desventuras em série

Introdução:

Internacional
• Mercados globais operam com tendência negativa;
• Série de notícias negativas na China pesa sobre sentimento de investidores;
• Incertezas relacionadas à regulação de mercado pós-Brexit reforça perdas na zona do euro;
• Abertura do Fórum Econômico Mundial de Davos conta com presença de Donald Trump;
• BoJ mantém taxa de juro básica em -0,1% a/a no Japão;
• Índice Zew de expectativas mede percepção dos agentes econômico sobre as principais economias europeias.

Brasil

• Estudo do Ipea demonstra que reforma tributária beneficiaria os mais pobres;
• Atenção se volta a Paulo Guedes na abertura do Fórum Econômico Mundial em Davos, onde o ministro deverá “vender o Brasil” para o investidor internacional;
• 2ª prévia IGP-M deve confirmar desaceleração no mês de janeiro.


CENÁRIO EXTERNO: DESVENTURAS EM SÉRIE


Mercados… Índices de mercado asiáticos acumularam perdas relevantes nesta 3ªF, com destaque para o Hang Seng (Hong Kong), que caiu 3,2% após redução do rating de crédito pela Moody´s. Na zona do euro, bolsas já parecem ter sido contaminadas pelo sentimento de maior aversão ao risco que predominou no pregão asiático: o STOXX600, índice pan-europeu, recua 0,8% até o momento. Em NY, futuros também operam com viés de baixa na volta do feriado do Martin Luther King Day, enquanto o dólar (DXY) se mantem estável no contra seus principais pares. Em relação às commodities, ativos acompanham tendência dos mercados. O petróleo (Brent crude) volta a cair (-1,0%), mas se mantem negociado acima dos US$ 64,50/barril.

Desventuras em série… Bolsas internacionais ensaiam dia de perdas, reflexo de uma série de notícias negativas na China pesando sobre o sentimento de investidores na manhã desta 3ªF. O movimento de maior aversão ao risco contamina os índices de mercado europeus, que já vinham de uma queda na 2ªF em função do receio em torno da mudança de regulamentação de negócios no Reino Unido após o Brexit. No pano de fundo, o Fórum Econômico Mundial tem seu início em Davos, com presença e discurso de Donald Trump de maneira simultânea em que o caso de impeachment contra o presidente americano inicia julgamento no Senado.

HK Rebaixado… A redução do rating de crédito de Hong Kong pela Moody´s (Aa3 para Aa2) – justificada pela força das instituições e governança da região estar em estado “pior do que anteriormente estimado” pela companhia – exerceu pressão adicional sobre o mercado da região, levando o Hang Seng a encerrar a sessão com perda acumulada de 3,2%. A decisão seguiu mais um fim de semana de manifestações, que já passaram a ser “o novo normal” na ex-colônia britânica.

Sem controle… Adicionalmente, o crescente número de casos registrados do 2019-nCoV, também conhecido como “novo coronavirus” (falamos disso no MH de ontem), promove receio adicional na região pelas semelhanças com o surto de SARS que assolou o país há 17 anos atrás (cerca de 800 pessoas foram mortas pela doença na época). A proximidade do ano novo lunar chinês, quando grande parte da população chinesa viaja ao redor do país para se reunir com familiares, também é motivo de preocupação para o governo. Por ora, a recomendação das autoridades chinesas tem sido de ficar em casa no feriado.

Na agenda… Após o mercado acompanhar a decisão do BoJ (BC japonês) por manter a taxa de juros estável em -0,1%, a atenção dos investidores se volta para a zona do euro, onde saem os índices Zew de expectativas – indicador mais importante de confiança dos agentes na região – para a Alemanha e para o bloco como um todo (ambos às 7h).


BRASIL: GUEDES FALA EM DAVOS

dfPaulo Guedes em Davos… Hoje ocorre a participação do ministro da Economia no Fórum Econômico Mundial, na Suíça. O primeiro discurso foi realizado às 5h30 (horário de Brasília). Guedes abordou o tema “Moldando um futuro da fabricação avançada”. Às 10h30, o ministro discursará sobre “Perspectivas Estratégicas: América Latina”.

Mais brasileiros na Suíça… Apesar da ausência do presidente Jair Bolsonaro, dois possíveis presidenciáveis brasileiros estão presentes no fórum: o governado João Doria (PSDB) e o apresentador Luciano Huck (ainda sem partido). Além deles, o evento conta com a presença da secretária especial do Programa de Parcerias de Investimentos, Martha Seillier, que apresentará a carteira de leiloes que ocorreram no Brasil em 2020 aos participantes do evento.

Unificação de tributos beneficia os mais pobres… Um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que aborda os impactos das reformas tributárias propostas pela Câmara dos Deputados e pelo Senado, chegou à conclusão que a unificação de impostos sobre serviços beneficiaria todos no Brasil fora os 10% mais ricos. Atualmente, os 5 tributos (IPI, PIS, Confins, ICMS e ISS) que a proposta da Câmara pretende unir representam 27% da renda dos 10% mais pobres. Após a implementação de uma alíquota única, estes tributos consumiriam 24% da renda deste grupo.

Devolução de tributos… A reforma tributária pode ser ainda mais benéfica para a parcela mais carente da sociedade caso seja implementado um sistema de devolução de tributos para os mais pobres. A proposta da Câmara pretende fazer isso através da lista do Cadastro Único, que identifica as famílias de baixa renda no país.

Agenda… Em dia de agenda de indicadores praticamente esvaziada, o destaque será a divulgação da 2ª prévia do IGP-M para janeiro. Esperamos que o índice registre um avanço de 0,6% no período, desacelerando dos +2,1% em dezembro, reflexo do arrefecimento do choque dos componentes mais voláteis de energia e alimentos que impulsionaram os preços no final de 2019.

E os mercados hoje?  Uma série de notícias negativas na China contamina o desempenho dos mercados no exterior. No Brasil, a atenção se volta à Davos, com presença de Paulo Guedes na abertura do Fórum Econômico Mundial de Davos. Lá, o ministro da Economia tem a missão melhorar a imagem do Brasil e “vender” o país a investidores estrangeiros, em busca de reverter o quadro atual em que a categoria já retira cerca de R$ 6 bilhões da bolsa local no ano. De qualquer maneira, na falta de outras novidades no âmbito local, o Ibovespa tende a ser contaminado pelo maior sentimento de aversão ao risco no exterior. Em função disso, esperamos um dia de viés neutro/negativo para ativos de risco locais.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +0,32% aos 118.580 pontos;
Real/Dólar: +0,62 cotado a 4,18;
DI Jan/21: 0 pontos base, 4.42%;
S&P 500: +0,39% aos 3.329 pontos.

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Jornais:

Folha de São Paulo
– Unir tributos pode ter efeito positivo sobre desigualdade
– Regina Duarte começa teste à frente de secretaria da Cultura
– Após erros no Enem, MEC amplia prazo do Sisu
– Vírus desconhecido causa 4ª morte na China

O Estado de São Paulo
– Regina Duarte fará ‘teste’ como secretária da Cultura
– Seleção para faculdade é estendida após erro no Enem
– BNDES gasta R$ 48 mi e não acha corrupção
– Após arrastão, Paulista terá mais policiamento

Valor Econômico
– Leilões de óleo são adiados e déficit fiscal cresce em 2020
– Caixa entra no negócio de ‘maquininhas’
– Brasil abrirá compras públicas a estrangeiros
– Empresa tenta excluir inflação do IRPJ e CSLL

O Globo
– INSS apontou há 6 meses déficit de 13,5 mil servidores
– Enem: MEC corrigiu notas de seis mil candidatos
– Regina Duarte anuncia ‘noivado’ com o presidente
– Paraguai prende 31 agentes de prisão após fuga

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Conrado Magalhães
[email protected]

Alejandro Ortiz Cruceno
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável  por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
198 visualizações

relacionados

Utilizamos cookies para melhorar a sua navegação

Entendi
Bitnami