Mercados Hoje: Des(Encontros)

tags Intermediário

Introdução: Bolsas asiáticas tiveram sessões mistas. Em Tóquio, o Nikkei caiu, enquanto na China o Índice de Shanghai subiu. O motivo da melhora na China foi a divulgação de um novo encontro de autoridades chinesas e americanas para a discussão da disputa comercial. As negociações no mercado fecharam antes da notícia no Japão. Na Europa e nos Estados Unidos, os principais índices também reagem de forma positiva ao encontro. Na frente das commodities, os preços operam em terreno positivo. No Brasil, divergências entre a fala de Bolsonaro e Paulo Guedes mais uma vez se destacam no noticiário.


CENÁRIO EXTERNO: ENCONTRO MARCADO

Mercados Globais… Bolsas asiáticas tiveram sessões mistas. Em Tóquio, o Nikkei caiu 2,26% enquanto na China, o Índice de Shanghai subiu 2,05%. O motivo da melhora na China foi a divulgação de um novo encontro de autoridades chinesas e americanas para a discussão da disputa comercial. As negociações no mercado fecharam antes da notícia no Japão. Na Europa e nos Estados Unidos os principais índices também reagem de forma positiva ao encontro. O STOXX 600 sobe 1,35% e o futuro do S&P, 1,3%. Na frente das commodities, os ativos operam em terreno positivo. O petróleo (brent) salta 2,0% e ronda o patamar dos US$ 57 /barril.

Paralisação nos EUA… Os democratas aprovaram ontem na Câmara dos Representantes um pacote orçamentário que visa acabar com a paralisação parcial do governo, atualmente em curso. O texto ainda contraria o pedido de Trump pela liberação de US$ 5 bilhões para a construção de um muro na fronteira com o México, e deve encontrar alguma resistência no Senado.

Encontro marcado… Autoridades chinesas confirmaram a visita de uma delegação americana na semana que vem. Este encontro marca as primeiras negociações frente a frente desde o G20, quando os Presidentes concordaram com uma trégua tarifária de 90 dias. A notícia já anima os mercados pela manhã desta sexta feira (04).

Na agenda… Hoje, o principal destaque da agenda internacional é a divulgação dos dados de emprego americanos (payroll) às 11h30. A previsão é de abertura de 176 mil vagas de trabalho em dezembro, acima das 155 mil do mês anterior. Com isso, a expectativa é que a taxa de desemprego caia para 3,6%, de 3,7%, e o salário médio/hora suba 0,3%, na comparação mensal.

Ainda na agenda… Mais tarde, às 12h45, sai a leitura final do PMI/Markit composto nos Estados Unidos. O resultado deve vir mais fraco em dezembro, em 53,6, contra 54,7 do mês de novembro.


BRASIL: DIVERGÊNCIAS NA PREVIDÊNCIA

Reformas… O presidente Jair Bolsonaro disse que fará a reforma da Previdência tomando como base a atual proposta de emenda em tramitação na Câmara e defendeu a idade mínima de aposentadoria de 57 anos para mulheres e de 62 anos para homens. As declarações de Bolsonaro vão no sentido de amenizar a proposta enviada ao Congresso no governo Michel Temer, com idade mínima de 62 anos para mulheres e 65 para os homens.

“A boa reforma é a que passa na Câmara e no Senado. Em mais dois ou três anos entraremos em colapso. Acredito que Parlamento não vai faltar ao Brasil com a aprovação da mesma.” A boa reforma é aquela que congela o crescimento do gasto previdenciário ao longo do tempo, elimina desigualdades e coloca a mesma regra de acesso a todos os brasileiros.

O texto principal deve ser magro, segundo o Presidente… A proposta de reforma em elaboração pelo governo Bolsonaro está sendo projetada para deixar o menor número possível de itens no texto constitucional, que incluiria orientações mais genéricas. Um dos temas que pode ser tratados por leis ordinárias ou outros instrumentos infraconstitucionais é a regra de cálculo do benefício, que constava da reforma enviada por Temer ao Congresso. A ideia é tornar o sistema mais flexível para que mudanças possam ser feitas com mais facilidade no futuro.

Fato é que já existe divergência entre Guedes e Bolsonaro… Segundo fonte próxima ao ministro da Economia, Paulo Guedes, a ideia dos técnicos é uma proposta de reforma mais abrangente que a apresentada por Temer, embora em entrevista ontem o presidente tenha dito que irá aproveitar aquela proposta. Temer sofreu críticas por poupar certas categorias, sobretudo do funcionalismo, enquanto outras eram afetadas com mais peso. “Isso será ajustado”, afirmou. Segundo essa fonte, o texto da nova reforma estará na mesa de Bolsonaro até a próxima terça.

Sem uma boa reforma, não haverá ambiente político para o plano B de Guedes… As principais lideranças partidárias afirmaram serem mínimas as chances de aprovação de uma emenda à Constituição para “desindexar, desvincular e desobrigar” todo o Orçamento federal caso a reforma da Previdência não seja aprovada pelo Congresso.

E o subsídio do Diesel? Criado em junho de 2018 em meio à greve dos caminhoneiros, o subsídio dado pelo Tesouro Nacional expirou no fim do ano. Agora, representantes da equipe dizem que a subvenção não deve ser repetida até mesmo pela complexidade da medida – já que ela não está incluída no Orçamento de 2019.

Diferentes ideias… Por isso, a depender da evolução dos preços, uma solução alternativa pode ser aplicada. Entre as opções, uma possibilidade sendo considerada pela nova equipe é tornar variável a tributação aplicada ao diesel. A intenção é usar a contribuição de intervenção no domínio econômico (Cide) como um “colchão” para amenizar a flutuação do preço do petróleo no mercado internacional.

Agenda… Não existe nenhum indicador macroeconômico relevante a ser divulgado hoje.

E os mercados hoje? Com o desanuviamento da cena externa, com um noticiário repleto de boas notícias, os mercados locais podem ter um desempenho positivo, mesmo com as declarações negativas feitas pelo Presidente acerca da reforma da previdência. Portanto, o dia de hoje deverá ser de desempenho neutro/positivo para os ativos de risco locais.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +0,61%, aos 91.564 pontos;
Real/Dólar: -0,72%, cotado a R$3,759;
Dólar Index: -0,53%, 96,305;
DI Jan/21: +00 pontos base, 7,220%;
S&P 500: -2,48% aos 2.448 pontos.

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Victor Candido – Economista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Bolsonaro propõe novas idades na aposentadoria
– Para partidos, ‘plano B’ de Guedes não tem chance
– Major Olímpio: No Senado, alinhamento com governo será integral
– Metrô levou 1 hora para iniciar busca por menino

O Estado de São Paulo
– Idade mínima pode ser de 57 e 62 anos para aposentadoria
– PSL articula oposição a Renan no Senado
– Chefe da OMC defende acordos bilaterais
– Moro descarta envio imediato de tropas ao CE

O Globo
– Bolsonaro quer idade mínima de 62 para homem e 57 para mulher
– Governo já exonerou 3,4 mil servidores
– Projeto prevê menos faixas no IR: mais ricos pagariam 25%
– As 203 metas de Witzel: Ética por escrito

Valor Econômico
– Debêntures isentas de IR vão financiar a infraestrutura
– Bolsonaro quer reforma suave da Previdência
– Nabhan exige rigor contra invasores
– BC poderá autorizar bancos estrangeiros

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Candido
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Victor Candido Victor Candido

Economista

Mestrando em economia pela Universidade de Brasília - UnB. Já trabalhou no mercado financeiro na área de pesquisa e operações. Foi pesquisador do CPDOC da Fundação Getúlio Vargas. É formado em economia pela Universidade Federal de Viçosa.

517 visualizações

relacionados

Bitnami