Fique por dentro do mundo da economia!


CADASTRE-SE AQUI

Mercados Hoje: Cessar – Fogo

tags Intermediário

Introdução: Europeia, foi muito bem recebida pelo mercado. A tensão comercial diminui, diante deste cessar-fogo. O dólar opera misto frente a emergentes hoje; minério volta a subir na China; e petróleo mantém viés de alta. No Brasil, saíram números de Bradesco e Ambev, hoje pela manhã. Ontem, a Vale reportou números fortes, acima do esperado. No front político, atenção à oficialização do apoio do “centrão” a Alckmin (PSDB). Os “vices” ainda estão em aberto.


CENÁRIO EXTERNO: MERCADOS EM ALTA, PÓS ACORDO EUA-EUROPA.

O “básico” sobre os mercados… As bolsas operam em alta na Europa, e o índice DAX, da Alemanha, é um dos destaques. Na Ásia, a sessão foi mais negativa (índice de Xangai caiu 0,74%). Nos EUA, o S&P futuro opera em baixa nesta manhã; após as bolsas de NY terem fechado ontem em alta. Atenções a Mario Draghi (9h30), e aos balanços das empresas. O dólar opera misto frente aos emergentes; commodities mantém certo viés altista. O minério de ferro subiu 0,41% na China, cotado a US$66,30/tonelada. O petróleo (brent) sobe, cotado na casa dos US$74/barril. Os juros das Treasuries recuam (10 anos ~2,96%).

Um “grande dia” para o comércio global… A reunião de ontem entre Trump e Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia, no dia de ontem, gerou um alívio aos mercados internacionais. O índice S&P 500 fechou em alta de 0,91%, aos 2.846 pontos.

Mais sobre “comércio”… Coincidiram em (1) postergar possíveis tarifas adicionais (que era cogitadas sobre o setor automobilístico); (2) trabalhar para chegar em “tarifas nulas” para bens industriais; e (3) “resolver” as tarifas que foram impostas no início do ano (dos EUA, sobre alumínio e aço e; da Europa, as retaliações sobre os produtos americanos que as sucederam). “Tivemos um grande dia, muito grande” , afirmou Trump, num comunicado conjunto, pós-encontro (que não contou com sessão de perguntas & respostas).

Na agenda de hoje… No front macro, destaque para a reunião do BC europeu (decisões às 8h45; e conferência de Mario Draghi, às 9h30). Além disso, nos EUA, vários dados às 9h30: (1) pedidos de auxílio desemprego (semanal); (2) balança comercial (junho) e (3) encomenda de bens duráveis (junho). Às 12h, sai a sondagem industrial de Kansas City (julho). No front micro, mais balanços de empresas.


BRASIL: PROCURA POR “VICE” DOMINA AS ATENÇÕES.

Bateu 80 mil pontos… O Ibovespa, após terminar em alta de 1,34% ontem, fechou aos 80.218 pontos. A última vez que o índice havia superado a marca de 80 mil pontos foi no dia 24 de maio (quando fechou em 80.122). O mercado tem ficado mais animado com as perspectivas eleitorais, e o quadro internacional, verdade seja dita, também tem contribuído para isto. Aliás, este último fator ainda parece, em grande medida, o maior responsável pela melhora recente…

O anúncio do “centrão”… É hoje! É hoje! Espera-se que o bloco composto por DEM, PP, PR, PRB e Solidariedade anuncie, de forma oficial, o seu apoio ao pré-candidato Geraldo Alckmin (PSDB). Deve acontecer às 10h, no hotel Windsor, em Brasília. Ontem, o tucano jantou com líderes destas siglas, na casa de Ciro Nogueira (PP).

O vice de Alckmin… Josué Gomes (PR) — o “vice” favorito para compor uma chapa com Alckmin – não pôde participar. Se Josué não aceitar o convite (é um indefinição importante, ainda), caberá ao PP indiciar outra possibilidade. Uma possibilidade? Benjamin Steinbruch, da CSN. “Mas no mercado a impressão é a de que Steinbruch agrega pouco ou nada eleitoralmente à chapa do tucano” , afirma o Poder360. Outra, também do PP, é a senadora Ana Amélia (embora pareça preferir uma reeleição ao Senado). Importante: segundo o Painel, da Folha, Alckmin terá “poder de veto” sobre a decisão.

O vice de Bolsonaro… O candidato pelo PSL ainda espera uma resposta da advogada Janaina Paschoal. Segundo ele, ela deve tomar uma decisão definitiva na próxima 2ª, dia 30, quando os dois se reúnem. Se esta não aceitar, outras opções incluem um astronauta ou um príncipe.

O vice de Marina… Segundo o Valor, negocia com PV, Pros e PHS antes de definir o seu vice. Aliás, também estaria no radar uma aliança com o Podemos. Segundo Mônica Bergamo, da Folha, Marina também estaria mantendo um diálogo com Ciro Gomes (PDT); mas este último acha uma aliança muito pouco provável. Em suma: muito “balão de ensaio”, e muita indefinição, ainda.

Enquanto isso, Temer… Segue cumprindo a sua agenda na África do Sul, na 10ª Cúpula do Brics, em Joanesburgo. Nesta madrugada, teve encontro com Xi Jinping, o presidente chinês; e se reunirá às 14h (horário de Brasília) com o presidente Cyril Ramaphosa, da África do Sul.

A 1ª distribuidora… O BNDES realizará hoje o leilão de privatização da Cepisa, distribuidora da Eletrobras no Piauí. Acontecerá às 10h, na B3, em SP. Importante: será a 1ª das distribuidoras da Eletrobras que atuam no Norte ou no Nordeste a ser ofertada.

Agenda de hoje… No front macro, dados de contas externas de junho (10h30). No front micro, 6 empresas listadas no Ibovespa divulgam hoje. Pré-mercado, Bradesco e Ambev (que mostraram bons números). Pós-mercado, Localiza, Multiplan, Lojas Renner e EcoRodovias. Ontem, vale notar: a Vale reportou números fortes, acima do esperado pelo mercado. Isto foi fruto do forte desempenho de vendas e produção no período, além do eficiente gerenciamento de custos e disciplina de alocação de capital (com redução expressiva da dívida líquida e investimentos). Mais informações no Guide Empresas de hoje.

E os mercados hoje? A percepção de risco país, medida pelo CDS de 5 anos, volta a começar o dia em baixa. Oscila ao redor de 212 pontos base, e recua mais de 1%. O viés positivo para ativos locais ainda se mantém, em nossa opinião. Ainda vemos uma influência positiva do exterior.

Ignacio Crespo – Economista

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +1,34%, aos 80.218 pontos;
Real/Dólar: -1,55%, cotado a R$3,691;
Dólar Index: -0,40%, 94,233;
DI Jan/21: -11 pontos base, 8,940%;
S&P 500: +0,91% aos 2.846 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 31/05.


EMPRESAS:

Vale: Números fortes no 2º tri, acima do esperado pelo mercado.
Impacto: Positivo.

Luis Gustavo Pereira – Estrategista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Trégua entre EUA e Europa ameaça acordo com Mercosul
– Sonda acha água líquida em Marte, em lago de 20 km
– EUA atendem só 2% dos pedidos de asilo de brasileiros
– Facebook retira rede de páginas e perfis do ar e atinge o MBL

O Estado de São Paulo
– Para Moro, resultado da eleição pode pôr em risco a Lava-Jato
– Consultor de Bolsonaro, general critica campanha
– Facebook desativa rede de páginas ligadas ao MBL
– Nicarágua omite detalhes sobre morte de brasileira

O Globo
– EUA e União Europeia anunciam trégua na guerra comercial
– Prefeitura e Cedae brigam por esgoto
– Brasil cobra rigor da Nicarágua
– Facebook tira do ar contas falsas operadas pelo MBL

Valor Econômico
– Projeções antecipam fim do bônus demográfico
– Resultados de balanços dão ânimo à bolsa
– Vale vai recomprar até US$ 1 bilhão em ações
– Térmicas param em hora crítica

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Ignácio Crespo Rey
[email protected]

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Ignacio Crespo Ignacio Crespo

Economista

Mestre em Economia pela Fundação Getúlio Vargas (FGV/EPGE), e graduado em Ciências Econômicas pelo INSPER. Foi professor assistente do Mestrado Profissional em Economia do INSPER, ministrando aulas sobre Macroeconomia e Política Monetária. De 2013 até agosto de 2018 atuou como economista da Guide Investimentos. Desde então, atua como consultor externo da Guide.

428 visualizações

relacionados

Bitnami