Mercados Hoje: Atenções aos planos de governo

tags Intermediário

Introdução: As bolsas tem leve alta na Europa. A maioria das commodities recuam. O dólar opera misto frente a emergentes. Nos EUA, mercado digere a ata do Fomc. No Brasil, a agenda macro é esvaziada. Na política, investidores atentos aos planos de governo de uma eventual administração de Bolsonaro (PSL).


CENÁRIO EXTERNO: COMMODITIES FRACAS.

Mercados: As bolsas da Europa operam em leve alta, após baixas nas bolsas de China e Japão. Nos EUA, S&P futuro recua. Petrolíferas e mineradoras operam no vermelho no exterior. As commodities, aliás, apresentam um viés mais negativo. O petróleo (brent) opera na casa dos US$79/barril; embora o minério de ferro tenha subido 0,3% na China, cotado a US$73,58/tonelada. O dólar opera misto frente aos emergentes.

Sobre a Ata do Fed… O BC americano mantém a perspectiva positiva para a economia do país. O documento divulgado ontem refere-se à reunião de política monetária dos dias 25 e 26 de setembro (quando o Fed decidiu elevar os juros para 2,00-2,25%). De fato, a normalização de juros deve ser gradual, em meio a um mercado de trabalho em pleno emprego e acúmulos de pressões inflacionárias. Mais: alguns dirigentes do Fed ainda consideraram que a economia dos EUA pode demandar juro acima do neutro para atingir a meta de 2% de inflação. Quanto aos “riscos”, foi citada ainda a política fiscal expansionista; e as políticas comerciais protecionistas. A expectativa, por ora, é que o BC americano eleve mais uma vez os juros em dezembro — para 2,5% — e, possivelmente, atingirá 3,25% no fim de 2019.

Sobre o Brexit… No Reino Unido, a premiê Theresa May considera estender o período de transição pós-Brexit para tentar negociar o impasse sobre as fronteiras irlandesas. May não descarta um novo acordo, que poderia deixar o Reino Unido ligado à UE após 2020, em uma transição mais prolongada que o previsto anteriormente. Essa nova opção (isto é, de uma transição mais longa) pode dar mais garantias a fim de evitar novos conflitos com suas fronteiras. As negociação do Brexit deram fôlego aos ativos de riscos europeus.

Na agenda de hoje… Nos EUA, no front macro, destaque para o os pedidos de auxílio desemprego. Espera-se 211 mil novos pedidos de auxílio empregos. À noite (23h), na China, sairá o PIB do 3º tri, além dos dados da indústria e do varejo chinês. No front micro, 27 empresas listadas no S&P 500 divulgam balanços hoje, incluindo a American Express.


BRASIL: EXPECTATIVA PARA O DATAFOLHA.

Sobre a política… Investidores seguem atentos aos planos de governo de uma eventual administração de Bolsonaro, além das negociações do PSL com demais partidos. A interlocução do PSL tem sido feita pelo deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), já anunciado como ministro da Casa Civil, em uma vitória de Jair. Neste contexto, especula-se que o MDB, DEM, Novo e SD mantenham apoio ao partido de Bolsonaro; embora assumam uma posição de “independência” em relação ao governo. Com os votos desses partidos, a bancada governista deverá ficar próximo de 320 deputados. Ou seja: o suficiente para aprovar emendas constitucionais. Lembrando: a Câmara tem 513; e, para aprovar emendas constitucionais, são necessários, pelo menos, 308 votos.

Sobre o fiscal… Eunicio Oliveira, presidente do Senado, confirmou nova sessão do Congresso. Deve ocorrer na próxima 4ª feira (24), com 7 vetos presidenciais em pauta. Ontem, o plenário derrubou o veto de Michel Temer com relação ao aumento do piso salarial dos agentes de saúde. Segundo o Planejamento, o impacto nas contas públicas será de R$ 1 bilhão em 2019; R$ 1,6 bilhão em 2020 e R$ 2,2 bilhões em 2021.

Sobre o IBC-Br… A proxy mensal para o PIB de agosto avançou 0,5% frente a julho, após subir 0,7% no mês anterior. Vale notar: foi a 3ª alta consecutiva, e atingiu o maior patamar desde junho de 2015. Na comparação com o mesmo período de 2017, a economia avançou 2,5%. Os números confirmar a retomada de recuperação da atividade econômica local, interrompida, em grande parte, pela paralização dos caminhoneiros em maio.

Agenda de hoje… No fron t macro, não há grandes destaques. É mais um dia de agenda esvaziada. No front micro, 2 pesquisas podem ser divulgadas nesta noite: DataFolha, a partir das 19h; além da presidencial do segundo turno Real Time/TV Record. Ontem, Ibope divulgou seus números nas disputas estaduais: em SP, Doria com 52% está tecnicamente empatado com Marcio França (48%). Em MG, Zema lidera isolado, com 66% X 34% de Anastasia. No RJ, Witzel tem 60% X 40% de Paes.

E os mercados hoje? A percepção de risco país, medida pelo CDS de 5 anos, opera relativamente estável (ao redor de 213 pontos base). O viés para os ativos locais é misto, diante da expectativa de novas pesquisas eleitorais e quadro em “stand-by” no exterior. Por outro lado, não vemos um cenário de “busca por proteção”.

 

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +0,05%, aos 85.763 pontos;
Real/Dólar: -1,00%, cotado a R$ 3,687;
Dólar Index: +0,55%, 95,575;
DI Jan/21: -4 pontos base, 8,410%;
S&P 500: -0,03% aos 2.809pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 27/09.


EMPRESAS:

BRF: Cia. negocia acordo de leniência com MPF e CGU.
Impacto: Marginalmente Positivo.

Eletrobras: Governo e estatal ainda estudam se leilão de distribuidora será mantido.
Impacto: Neutro.

Victor Candido – Economista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Empresas bancam disparo de mensagens anti-PT nas redes
– Roberto Dias: É preciso que o anonimato acabe
– Cotado para ministro defende desmatamento
– Bolsonaro quer se amparar em poder de veto para privatizar

O Estado de São Paulo
– Doria tem 52% dos votos válidos e França, 48%, em SP
– Bolsonaro sonda sócio do Banco Modal para o BNDES
– PF vê indícios de propina de R$ 5,9 milhões para Temer
– Fernando Henrique recebe prêmio em SP

O Globo
– No Ibope, Witzel tem 60%, e Paes está com 40%
– Chumbo trocado
– Onyx quer cortar 20 mil cargos “no primeiro dia”
– Haddad elogia Moro e vê Lava-Jato como positiva

Valor Econômico
– Previdência dos militares é desafio para novo governo
– Doria e França empatam em São Paulo
– Empresas de “maquininhas” de cartões se multiplicam
– Fiat e Ford divergem sobre incentivo fiscal no Nordeste

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Candido
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Victor Cândido Victor Cândido

Economista

Mestrando em economia pela Universidade de Brasília - UnB. Já trabalhou no mercado financeiro na área de pesquisa e operações. Foi pesquisador do CPDOC da Fundação Getúlio Vargas. É formado em economia pela Universidade Federal de Viçosa.

170 visualizações

relacionados

Bitnami