Fique por dentro do mundo da economia!


CADASTRE-SE AQUI

Mercados Hoje: As negociações continuam

Introdução: No exterior, a aversão a risco segue relativamente mais baixa. As bolsas sobem na Europa; e o dólar opera um pouco mais fraco. Algumas moedas de emergentes têm alívio. Commodities operam sem direções claras hoje. No Brasil, mercados mantêm viés mais negativo, diante de um exterior desafiador. Hoje, o BC tenta oferecer mais liquidez ao mercado.


CENÁRIO EXTERNO: DE OLHO NO BREXIT.

Mercados… As bolsas da Europa operam em alta, após ganhos de 0,37% no índice Shanghai, da China. Nos EUA, o S&P futuro opera próximo à estabilidade. O dólar segue mais fraco lá fora, e algumas moedas de emergentes conseguem se valorizar. Entre commodities, o movimento não tem uma direção clara. O petróleo (brent) oscila na casa de US$60/barril. Os juros das Treasuries, por outro lado, seguem com viés altista (10 anos ao redor de 2,87%). É dia de aversão a risco relativamente baixa no exterior. As bolsas esboçam alguma recuperação.

Negociações continuam… Nesta 3ª feira (11), o governo da China afirmou que o vice-primeiro-ministro do país, Liu He, e o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, discutiram, por telefone, planos de negociação sobre a tarifação dos produtos chineses e compras de produtos agrícolas pela China. O comunicado, feito pelo Ministério do Comércio da China, sinaliza que as negociações comerciais entre ambos os países tem prosseguido, apesar das tensões em torno da prisão da diretora executiva da empresa de tecnologia chinesa, Huawei, Meng Wanzhou. Lembrando: no início do mês, Donald Trump e o presidente da China, Xi Jinping, concordaram em suspender a aplicação de novas tarifas a importações de produtos por um período de 90 dias.

Sobre o Brexit… Thereza May, primeira-ministra britânica, adiou a votação do Parlamento para o acordo da saída do Reino Unido da União Europeia (Brexit, como é chamado). A votação estava agendada para esta 3ª feira (11). Até o momento, não há prazo estipulado para a apreciação. O adiamento sinaliza o temor de uma derrota de May no Parlamento. A premier admitiu que perderia por larga maioria se mantivesse a data original. O sentimento segue fragilizado pelas incertezas políticas no continente. A libra esterlina segue pressionada nos mercados internacionais.

Um pouco mais do Brexit… Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia, em resposta, declarou que não haverá renegociação dos termos do acordo do Brexit. Juncker se pôs a disposição de May para esclarecer melhor o plano do acordo. A principal discussão é com relação as fronteiras do Reino Unido, que devem ficar abertas à Irlanda do Norte, caso o país britânico saia do bloco europeu com um acordo pouco abrangente. Juncker e May se reúnem ainda hoje. Não há, entretanto, garantias de um consenso entre as partes.

Agenda de Hoje… Hoje, às 11h30, nos EUA, saem os preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês). Em 12 meses, devem ter ficado ao redor de 2,5%. Mais cedo, às 9h00, saem os dados de confiança do Pequeno Empresário. Ainda no radar dos investidores, o relatório do Departamento de Energia (DoE) com perspectivas para oferta/demanda do petróleo pode “mexer” com a commodity.


BRASIL: BC PROVÊ LIQUIDEZ.

Diplomados no TSE… O presidente eleito Jair Bolsonaro e o vice Hamilton Mourão foram diplomados nesta 2ª feira (10) pela Justiça Federal. O rito é indispensável para a posse em 1º de janeiro. Bolsonaro leu 1 discurso curto, e mencionou o combate ao crime como marca de seu futuro governo.

BC antes da Previdência… Ontem (10), Onyx Lorenzoni (DEM-RS), futuro ministro da Casa Civil, disse que o projeto para dar independência ao BC deverá ser pautado no Congresso antes da reforma da Previdência. “Está lá, está pronto para votar”, segundo Onyx. A data da votação da proposta não foi especificada, mas Lorenzoni deixou claro que a Previdência deverá ser pautada apenas em 2019.

“Estamos trabalhando questões da Previdência com 1 cronograma que ainda vai ser estabelecido e com 2 fundamentos: o 1º é separação do que é Previdência e assistência. O 2º é consertar a Previdência que está aí”, disse Onyx Lorenzoni (DEM-RS)

Última semana… O Congresso tem apenas esta semana para aprovar projetos em plenário neste ano. Afinal, a próxima semana, e última antes do recesso, deve ser dedicada exclusivamente à votação do Orçamento de 2019. O calendária é curto para as pautas que seguem paralisadas no Congresso.

Provendo liquidez… O Banco Central informou, por meio de comunicado, a realização de dois leilões de linha (venda de dólares com compromisso de recompra) para esta 3ª feira (11). Será oferecido um total de US$ 1,0 bilhão. O BC vem realizando leilões de linha para prover liquidez ao mercado e reduzir preocupação com relação aos movimentos de mercado. No comunicado divulgado, o Banco Central informa que o estoque atual de operações de venda conjugadas com operações de compra é de US$ 3,10 bilhões vincendos em 4 de fevereiro de 2019 e US$ 2,15 bilhão vincendos em 6 de março de 2019.

Ainda de olho na cessão onerosa… Nesta 4ª feira (13), a revisão do contrato de cessão onerosa entre União e Petrobras está na pauta da sessão plenária do Tribunal de Contas da União (TCU). O aval do TCU à revisão do contrato é fundamental para a assinatura do acordo e realização do leilão em 2019. Contudo, vale notar: a cessão onerosa ainda enfrenta resistência. Afinal, os senadores seguem defendendo a divisão de parte do bônus de assinatura do leilão com Estados e municípios. O governo, entretanto, sustenta que o bônus não pode ser dividido em razão da limitação do teto de gastos da União. As partes não chegaram, por ora, a um acordo. Ontem, Romero Jucá (MDB-RR), líder do governo no Senado, disse, em seu Twitter, que não houve evolução nas discussões referentes à cessão onerosa.

A 5ª distribuidora… Ontem, o governo levou a leilão a Amazonas Energia, penúltima das seis distribuidoras da Eletrobras. O consórcio Oliveira Energia foi o único a apresentar proposta, e arrematou a distribuidora sem oferecer deságio. Resta, agora, apenas a Ceal (Alagoas), cujo certame está marcado para 19 de dezembro. A entrega das propostas está marcada para o dia 17. Neoenergia e Energisa estão entre as candidatas a levar a Ceal.

Mais uma operação… A PF e o Ministério Público Federal (MPF) cumprem, nesta manhã, mandados de busca e apreensão em imóveis do senador Aécio Neves (PSDB) e de sua irmã, Andréa Neves, no Rio e em Minas Gerais. A busca e apreensão fazem parte de operação baseada em delações de Joesley Batista e Ricardo Saud. Os executivos do grupo J&F relataram repasse de propina de quase R$ 110 milhões ao senador do PSDB.

E os mercados hoje? A percepção de risco país, medida pelo CDS de 5 anos, opera próximo da estabilidade. Oscila ao redor de 209 pontos base. O viés mais negativo para ativos locais ainda se mantém, em nossa opinião. Ainda vemos uma influência positiva do exterior.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -2,50%, aos 85.915 pontos;
Real/Dólar: +0,42%, cotado a R$3,923;
Dólar Index: +0,73%, 97,219;
DI Jan/21: +00 pontos base, 7,820%;
S&P 500: +0,18% aos 2.637 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 27/09.


EMPRESAS:

Cesp: Cia informa transferência de controle para consórcio São Paulo
Impacto: Positivo.

Eletrobras: Leilão da amazonas Energia
Impacto: Positivo.

Rafael Passos – Equipe Econômica


Jornais:

Folha de São Paulo
– Poder intermediário não requer intermediário, diz presidente eleito
– Ex-auxiliar de Flávio sacava após depósito de valor similar
– Sem controle do partido, May adia votação do “Brexit”
– Macron aumenta mínimo para deter “coletes amarelos”

O Estado de São Paulo
– Delatores deixam de pagar R$ 422 milhões em multas
– Futuro ministro diz que concluir Angra 3 será prioridade
– Caminhoneiros protestam e pedem volta da tabela de frete
– “Governarei em benefício de todos, sem distinção”

O Globo
– Diplomado, Bolsonaro promete governar para todos
– Moro: Depósitos têm que ser esclarecidos
– Aposentadorias especiais, desafios para os Estados
– MPs recebem dezenas de denúncias contra médium

Valor Econômico
– Fazenda sugere que ajuste exigirá alta de impostos
– EUA retomam apoio ilegal ao algodão
– Fisco pode pedir prova de recurso repatriado
– BNDES deve atingir meta de venda de ações

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Candido
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Rafael Gad Passos Rafael Gad Passos

Equipe Econômica

Graduado em Administração de Empresas na ESPM. Possui certificação de Mercado de Ações (BMF&Bovespa). Possui experiência na área de análise do Banco Bradesco Investimentos e atualmente faz parte da equipe de Research da Guide Investimentos, com foco nas empresas do Ibovespa.

599 visualizações

relacionados

Utilizamos cookies para melhorar a sua navegação

Entendi
Bitnami