Mercados Hoje: Ano novo, presidente novo e sentimento antigo.

tags Intermediário

Introdução: Aversão ao risco volta a predominar nos mercados globais; Bolsas asiáticas caem refletindo desempenho ruim do PMI chinês; Petróleo volta a recuar; Futuros americanos indicam dia negativo por lá. No Brasil, Bolsonaro é empossado presidente; Expectativas acerca das primeiras medidas do novo governo no front econômico crescem; Paulo Guedes será empossado hoje como super ministro da economia.


CENÁRIO EXTERNO: ANO NOVO, SENTIMENTO ANTIGO.

Mercados Globais… Durante a noite as bolsas asiáticas tiveram um primeiro dia bem negativo de negociações, o índice Hang Seng, de Hong Kong, recuou -2,77%, outro indicador o CSI 300 que reúne as 300 principais ações chinesas desvalorizou -1,37%. Na Europa, o DAX recua 1,1%, os futuros de S&P perdem 1,6%. O front emergente também sofre com a Lira Turca perdendo 1,3%. Nas commodities o petróleo WTI recua 1,4% cotado a US$44,80 o barril.

O ano começa desapontando (na China)… Os dois índices dos gerentes de compras, calculados pelo governo e a Caixin, ficaram abaixo de 50 em dezembro e mantiveram sua tendência de queda O principal destaque de baixa foi o componente de preços que caiu fortemente por conta do recuo das commodities. Também recuaram os indicadores de demanda interna e externa, de importações e de produção. As expectativas dos empresários também pioraram no fim do ano passado. A decepção com os dados catalisaram o movimento de aversão ao risco que se observou a noite nas bolsas asiáticas e que também está dando a tônica para os mercados globais no dia de hoje.

Por dois indicadores diferentes… Na China, dados ampliaram os riscos de uma desaceleração global sincronizada. Tanto o PMI industrial oficial (49,4), quanto o dado medido pelo setor privado (49,7) furaram a marca divisória dos 50 em dezembro.

Na Europa também… O PMI da Zona do Euro voltou a perder força em dezembro, reforçando a tendência de desaceleração da economia europeia. O número ainda permanece acima de 50, porém, a tendência preocupa.

Luz amarela no mercado de renda fixa americana… A perspectiva de uma abordagem mais dovish do FED, na tentativa de se antecipar ao risco de um período recessivo, derrubou o yield do título de dez anos abaixo de 2,7% pela primeira vez desde fevereiro. A diferença entre o rendimento dos títulos de maturidade mais longa com os mais curtos, indicam e muito a probabilidade de recessão.

O ano começa pior que aquele que acabou… Fato é, que o desempenho dos mercados neste primeiro dia útil de 2019 é muito pior que o desempenho visto nos últimos dias de 2018. Seja como for, as bolsas em Wall Street fecharam a última sessão do ano em alta, depois de Trump ter relatado “grande progresso” nas negociações comerciais com a China durante telefonema com o líder chinês, Xi Jinping. O sentimento de bear market de 2018 já está sendo herdado por 2019.

Agenda… Não existem indicadores relevantes a serem divulgados no dia de hoje.


BRASIL: PRESIDENTE NOVO NO ANO NOVO

Bolsonaro é empossado… Jair Bolsonaro tomou posse ontem como presidente do Brasil sem abandonar o tom eleitoral de seu discurso. Nos pronunciamentos que fez no Congresso Nacional e no parlatório do Palácio do Planalto, ele reafirmou o compromisso com bandeiras de sua campanha, se dirigindo especialmente ao eleitorado.

Pacto nacional em prol da economia… Em seu primeiro discurso como presidente, Jair Bolsonaro prometeu que o País não gastará mais do que arrecada e que fará reformas, mas não mencionou especificamente a da Previdência, a mais importante das reformas fiscais.

Reforma da previdência pode começar já… A equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, já redigiu e está prestes a lançar uma MP (medida provisória) que busca fazer uma ampla revisão das regras da Previdência. A proposta do novo governo é dar um passo moralizador em relação à legislação, corrigindo imprecisões e distorções na lei que abrem margem para concessões irregulares de benefícios e mesmo para a corrupção.

Equipe econômica a todo vapor… Segundo o Broadcast a nova equipe econômica espera anunciar uma nova medida a cada dois dias. Alguma medida de interesse direto da população e das empresas, com foco na simplificação de tributos e desregulamentação da economia. As iniciativas são consideradas como um aquecimento enquanto se espera a volta do Congresso Nacional para o envio das propostas mais “fortes”, entre elas a da reforma da Previdência – apontada como a prioridade número 1.

Compromisso com as reformas… A reafirmação do compromisso com reformas estruturais e com uma política fiscal responsável, no discurso de posse do presidente Jair Bolsonaro, é muito bem visto, principalmente pelo mercado. Mas ainda é pouco para injetar uma dose adicional de entusiasmo nos investidores, em especial os estrangeiros, que aguardam uma boa oportunidade para voltar a ampliar posições no Brasil. Para que o ânimo volte, será preciso que o governo revele qual proposta será apresentada e se a mesma é factível de ser aprovada pelo congresso nacional.

Agenda…Não existe nenhum indicador relevante a ser divulgado hoje, porém, às 15:00 será a posse de Paulo Guedes como o super ministro da economia, a expectativa é com o seu discurso, bem como o detalhamento do que será feito nos próximos dias.

E os mercados hoje? Apesar da mensagem positiva expressada ontem pelo novo governo, a aversão ao risco que predomina nos mercados externos deverá dominar os mercados locais. O prêmio de risco brasileiro, medido pelo CDS de 5 anos, avança 0,29% cotado aos 207,3 pontos.

 

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +2,84%, aos 87.887 pontos;
Real/Dólar: +0,05%, cotado a R$3,876;
Dólar Index: -0,08%, 96,402;
DI Jan/21: -03 pontos base, 7,360%;
S&P 500: -0,12% aos 2.486 pontos.

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Victor Candido – Economista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Bolsonaro defende família, ataca ideologias e valoriza ação policial
– Doria assume governo de SP com discurso crítico ao PSDB
– Witzel afirma que meta é cortar custos e libertar Rio da corrupção
– Zema diz que estado está falido e que abrirá caixa-preta de Minas Gerais

O Estado de São Paulo
– Presidente, Bolsonaro repete discurso eleitoral
– Guedes quer uma medida econômica a cada dois dias
– A posse de Bolsonaro
– Dersa rompe contratos do Rodoanel Norte

O Globo
– Bolsonaro propõe pacto nacional e fala em ‘libertar o país do socialismo’
– Apoio para ‘abater’ traficantes

Valor Econômico
– Bolsonaro mantém tom eleitoral
– Discurso não revela planos de governo
– Ajuste domina pronunciamentos de governadores
– Regra estimula terceirização no setor público

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Candido
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Victor Candido Victor Candido

Economista

Mestrando em economia pela Universidade de Brasília - UnB. Já trabalhou no mercado financeiro na área de pesquisa e operações. Foi pesquisador do CPDOC da Fundação Getúlio Vargas. É formado em economia pela Universidade Federal de Viçosa.

213 visualizações

relacionados

Bitnami