Fique por dentro do mundo da economia!


CADASTRE-SE AQUI

Mercados Hoje: Agenda política volta com força

Introdução:

• Bolsas globais iniciam semana em tom negativo;
• Manifestações em Hong Kong se agravam, levando ao fechamento do aeroporto da região;
• Macri sofre nova derrota na Argentina;
• No Brasil, o mercado acompanha início do trâmite do texto da reforma da Previdência no Senado;
• Cosan, Eletrobrás, Itaúsa, Magazine Luiza e Rumo divulgam resultados depois do pregão;
• O governo pretende divulgar sua versão da reforma tributária;
• MP 881 deve ser votada ainda esta semana.


CENÁRIO EXTERNO: MANIFESTAÇÕES SE AGRAVAM

Mercados… Índices asiáticos iniciaram a semana sem direção única. As bolsas de Shanghai (-1,5%) e de Tóquio (0,4%) recuaram enquanto o Hang Seng, em Hong Kong, registrou queda de 0,4% na sessão. Na Europa, os mercados já se movimentam com viés mais negativo, com o índice pan-europeu, STOXX 600, recuando 0,3% até o momento. Em NY, futuros operam em baixa, sinalizando uma abertura também negativa para ativos de risco americanos, e o dólar (DXY) mantém a estabilidade. Em relação às commodities, ativos se movimentam majoritariamente no vermelho. O petróleo (Brent crude) cai 1,0%, voltando a se ser negociado abaixo do patamar de US$ 58,00/barril.

Manifestações se agravam… Uma nova rodada de protestos em Hong Kong levou ao fechamento do aeroporto da região nesta 2ªF, deixando mais claro que a situação está saindo do controle por lá. Milhares de manifestantes invadiram o principal terminal aeroportuário, onde já se mantêm há 4 dias, fazendo com que autoridades cancelassem todos os voos remanescentes e gerando novas incertezas sobre o rumo do “país”.

1º resultado não anima… O presidente argentino, Mauricio Macri, sofreu nova derrota em mais um resultado de eleição inesperado, e deve acabar perdendo a presidência para seu maior rival, Alberto Fernandez. Macri perdeu as eleições PASO – uma espécie de eleição prévia vista como medida de sentimento mais importante antes das eleições de outubro – para Fernandez por cerca de 15 pontos, margem considerada por muitos como irreversível. Dada a situação atual do país, com economia em recessão, inflação forte, dívida externa elevada e um pacote de auxílio do FMI já em curso, a volta de um governo intervencionista não traz boas perspectivas para o mercado, que já deve se preparar para a possibilidade de um default. Para o Brasil, o setor que mais deve sentir as consequências negativas é a indústria, que têm se deteriorado desde a entrada mais forte da Argentina nesta crise.

Na agenda… Não serão divulgados indicadores relevantes ao longo do dia de hoje.


BRASIL: AGENDA POLÍTICA VOLTA COM FORÇA

Governo divulga reforma tributária… O governo pretende revelar a sua versão da reforma tributária ainda esta semana. Segundo o secretário da receita federal responsável pela construção da proposta, Marcos Cintra, os principais focos do projeto são a desoneração da folha de pagamento, a criação de um imposto sobre o valor agregado e alterações ao imposto de renda. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), já declarou que não acha o momento atual oportuno para alterações ao IR.

MP da Liberdade Econômica… A Câmara pode votar, em algum momento desta semana, a Medida Provisória 881/2019. A intenção da proposta governista é reduzir a burocracia e melhorar o ambiente de negócios para as pequenas empresas. Caso a Câmara não vote a proposta nesta semana, pode não sobrar tempo para que o Senado faça o mesmo. A MP expira no final do mês.

Relator da Previdência na CCJ do Senado… A PEC 06/2019 foi enviada ao Senado na semana passada. O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) foi designado relator da proposta na Comissão de Constituição e Justiça. O tucano anunciou que pretende apresentar seu parecer até o dia 28 de agosto. O senador também deixou claro que não quer que o presidente Jair Bolsonaro se envolva durante a análise da proposta no Senado “quanto mais calado, melhor”, e ainda alertou sobre iniciativas do governo que podem “contaminar o ambiente”, como a nomeação de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a embaixada nos Estados Unidos.

Senado analisa indicação de Eduardo para embaixada… Nesta semana, o Senado deve iniciar sua análise da indicação de Eduardo Bolsonaro para a embaixada de Washington. Primeiro, a nomeação será apreciada pela Comissão de Relação Exteriores e depois será votada no Plenário.

Articulação… O presidente Jair Bolsonaro tem articulado nos bastidores da casa legislativa para fortalecer a candidatura do seu filho. Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente da casa, deve trabalhar em prol da candidatura do deputado. Eduardo tem viajado pelo Oriente Médio para se reunir com líderes estrangeiros e registrou tudo nas mídias sociais. O parlamentar busca demonstrar que está apto para negociar interesses brasileiros no exterior. Apesar da reação negativa do público e da classe política ao anúncio, a tendência é que o Senado permita que o filho do presidente ocupe a vaga.

Na agenda… O destaque da agenda nesta 2ªF será divulgação do IBC-Br de junho (8h30), medida de atividade do Bacen para o mês. As projeções de mercado apontam para um crescimento da economia de 0,1% no período, que representaria uma queda de -2,4% em comparação com junho de 2018. Às 8h25, a pesquisa FOCUS traz uma nova relação de projeções do mercado para a economia brasileira. No cenário corporativo, Cosan, Eletrobrás, Itaúsa, Magazine Luiza e Rumo estão dentre as empresas que divulgam resultados após o fechamento do pregão.

E os mercados hoje? No exterior, bolsas iniciam a semana com viés mais negativo, com investidores ponderando novos riscos associados à desaceleração da economia mundial. Aqui, o mercado começa a acompanhar o trâmite da reforma da Previdência no Senado. Com isso, esperamos um dia de viés neutro/negativo para ativos de risco locais, que deve ter como principais direcionais a agenda corporativa e os movimentos do mercado no exterior.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -0,11%, aos 103.996 pontos;
Real/Dólar: +0,33%, cotado a R$ 3,94;
Dólar Index: -0,06%, cotado a 97.556;
DI Jan/21: -03 pontos base, 5.44%;
S&P 500: -0,66% aos 2919 pontos.

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Jornais:

Folha de São Paulo
– Supremo arquiva todos os pedidos de suspeição de ministros e viola regimento
– Quanto mais calado Bolsonaro ficar, melhor para Previdência, diz Tasso
– Favorito para PGR anuncia equipe com conservadores
– Cúpula do PSL diz que sigla considera expulsar Frota

O Estado de São Paulo
– Guedes age para evitar que dívida judicial de Estados afete União
– ‘Governo vende o almoço para pagar o jantar’, diz ministro do TCU
– Ministério Público lidera criação de cargos nos Estados
– Derrota em prévia para candidato de Cristina complica reeleição de Macri

Valor Econômico
– BNDES ‘errou’ em operação com JBS, diz presidente do banco
– CVC absorve perda com Avianca e corre para faturar na web
– Política ganhou peso no mercado, diz Goldman Sachs
– Marca Walmart sai do mercado e novo grupo enxuga operação

O Globo
– Governo quer fim do monopólio do INSS em benefícios como auxílio-doença e maternidade
– Sob ataques de Bolsonaro, agências reguladoras vão reforçar comunicação contra esvaziamento
– Com declarações diárias, Bolsonaro dirige própria imagem para ser ‘autêntico’
– Sérgio Moro deixa de ser unanimidade e vira alvo de críticas dentro do governo

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
272 visualizações

relacionados

Utilizamos cookies para melhorar a sua navegação

Entendi
Bitnami