Introdução: Dia para mostrar que o mercado de trabalho está aquecido nos EUA. Na Europa, as bolsas operam com viés de alta, após sessão mista na Ásia. Bolsas na China caíram, enquanto no restante da região recuperaram parte das perdas. O dólar se valoriza no exterior, contra as moedas emergentes, seguindo boa avaliação da economia dos EUA. Atenção aos balanços nos EUA, Apple ajudou bastante na performance dos índices americanos ontem. No Brasil, Alckmin encontra a vice dos sonhos e Marina também indica seu parceiro de chapa. Atenção está no balanço da Petrobras que foi divulgado, agora pela manhã. Ainda na política: o final de semana traz o fim das convenções partidárias.


CENÁRIO EXTERNO: PAYROLL É DESTAQUE; PANO DE FUNDO AINDA É A GUERRA COMERCIAL.

O “básico” sobre os mercados… O dólar se fortalece no exterior (frente a emergentes), com a expectativa do mercado de números fortes no mercado de trabalho norte americano. Os juros das Treasuries, no entanto, estão próximos da estabilidade, sem grandes mudanças nos últimos dias (10 anos ~2,98%). A volatilidade opera estável, segundo índice VIX. As bolsas da Europa sobem, em sua maioria; após sessão mista na Ásia. Ações do setor petrolífero são destaque de alta com receios de restrição de oferta no Irã. Na contramão, fabricantes de automóveis recuam com receios da guerra comercial entre EUA e China. A bolsa da China (índice de Xangai) mais uma vez recuou (-1,00%); enquanto a do Japão (índice Nikkei) subiu 0,06%. Nos EUA, o S&P futuro sinaliza uma abertura positiva. As commodities operam mistas. O petróleo (brent) tem leve alta, ao redor de US$73-74/barril. O minério de ferro na China subiu 0,87%, cotado a US$67,45/tonelada.

Reino Unido desacelera… Essa manhã saíram os dados de atividade na Europa. O índice dos gerentes de compras composto da Zona do Euro recuou para 54,3 em julho de 54,9 em junho. Ficou em linha com as expectativas. Já no Reino Unido, o indicador desacelerou de 55,2 em junho para 53,6 em julho. O indicador ficou abaixo das projeções que esperava uma acomodação para 54,9.

Amizade colorida… A Casa Branca confirmou que o presidente recebeu uma carta do líder norte-coreano, Kim Jong-un na 4ª feira (1.ago). O conteúdo não foi divulgado. Trump elogiou a postura no Twitter e disse não estar surpreso. Já a relação com a China segue desafiadora. O secretário de Comércio dos EUA, Wilbur Ross, sinalizou que haverá mais sofrimento à frente, a menos que a China mude seu sistema econômico.

Na agenda de hoje… Nos EUA, o destaque é o Payroll, às 09h30, que deve mostrar um mercado de trabalho aquecido. A expectativa é a criação de 190 mil postos de trabalho. A taxa de desemprego deve recuar para 3,9%. No entanto, os investidores ficarão atentos no avanço dos ganhos por hora dos salários que poderá pressionar a inflação mais à frente. Durante a manhã (10h45) ainda serão conhecidos o PMI de Serviços e Composto dos EUA, medido pela Markit.


BRASIL: ANA AMELIA É A VICE DE ALCKMIN; EDUARDO JORGE DE MARINA.

A vice dos sonhos… O candidato a presidência Geraldo Alckmin anunciou que a vice do tucano nas eleições será a senadora Ana Amélia (PP-RS). Alckmin anunciou o nome oficialmente ontem. O ex-governador de SP afirmou que encontrou a vice dos sonhos. A escolha parece ser bem positiva por puxar votos das mulheres e atrapalhar Bolsonaro no Sul.

Dois coelhos com uma cajadada só… A escolha de Ana Amélia, que disputaria a reeleição, desmonta o palanque de Bolsonaro no Rio Grande do Sul e também visa rebater o discurso de que o apoio do “Centrão” tem viés fisiológico. O tucano virou alvo dos adversários com essa aliança, que deu para ele o maior tempo de propaganda eleitoral na TV e rádio, mas também o ligou à base do governo Temer e reforçou sua posição de candidato do establishment político. O ingresso da vice ainda animou ruralistas -cujas bases flertam com Bolsonaro. O acerto entre Alckmin e Ana Amélia representa mais uma baixa na campanha de Jair Bolsonaro. Luis Carlos Heinze (PP-RS), que daria palanque ao militar, deve abrir mão de sua candidatura ao governo.

REDE + PV… A dois dias da convenção que oficializará sua terceira candidatura à Presidência da República, a ex-senadora Marina Silva (Rede) conseguiu garantir o apoio formal do PV, partido pelo qual ela concorreu ao Planalto em 2010. O presidente nacional do PV, José Luiz Penna, confirmou ontem que o partido fechou aliança com a Rede. O ex-deputado federal Eduardo Jorge será candidato a vice ao lado de Marina. O reencontro ajudará a ampliar o tempo de televisão de 8 para 33 segundos, além de garanti-la em debates na TV.

Convenções eleitorais… O calendário de convenções nacionais de partidos acabam nesse final de semana, quando esgota-se o prazo para a realização dos eventos: sábado – PT,PSDB, Rede, Podemos, Novo, PPS, PHS e PR realizam convenções nacionais; domingo (5.ago) – PSB, PRTB, PPL, PPC e Patriota organizam convenções.

Agenda de hoje… No front macro, a Markit divulga o PMI composto do Brasil (10h). No front micro, destaque para o forte balanço da Petrobras. IRB e Sulamerica também divulgaram números. A primeira surpreendeu positivamente o mercado, enquanto a segunda ficou em linha com as expectativas.

E os mercados hoje? Deve ser um dia de alta em bolsa, também influenciado pela repercussão dos números da Petrobrás. O dólar deve ser pressionado para baixo, mas o movimento pode ser contido pelo desempenho da divisa americana contra emergentes no exterior. Com a desalavancagem da Petrobras, movimentação favorável de Alckmin na disputa eleitoral e desempenho positivo das bolsas no exterior a curva de juros deve reduzir o prêmio nos vértices mais longos.

 

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +0,42%, aos 79.636 pontos;
Real/Dólar: +0,00%, cotado a R$3,750;
Dólar Index: +0,54%, 95,170;
DI Jan/21: +01 pontos base, 8,890%;
S&P 500: +0,49% aos 2.817 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 31/05.


EMPRESAS:

Petrobras: Números do 2º tri
Impacto: Marginalmente Positivo.

Luis Gustavo Pereira – Estrategista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Com vice gaúcha de direita, Alckmin mira Jair Bolsonaro
– Venezuela libera compra de moeda estrangeira
– Papa muda doutrina e torna a pena de morte inadmissível
– Professor da UFSC é intimado após criticar ação da PF

O Estado de São Paulo
– Desembolsos do BNDES caem à metade no governo Temer
– Metrô pede ao MP que investigue empreiteira
– Alckmin terá senadora do PP como vice
– Eduardo Jorge, do PV, será o vice Marina

O Globo
– Estado do Rio acumula dívida de R$ 6,2 bi na saúde
– Sem verba, Capes ameaça cortar 200 mil bolsas em 2019
– Ana Amélia será vice de Alckmin, e Marina fecha acordo com PV
– Após 24 anos, MDB lança nome ao Planalto: Meirelles

Valor Econômico
– Incerteza sobre frete pode criar passivo bilionário
– Farmácias fazem guerra de promoções
– Come-cotas em fundo fechado ‘exila’ capitais
– Marina diz não ser contra privatizações

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Luis Gustavo Pereira Luis Gustavo Pereira

Estrategista

Graduado em Administração de Empresas pela ESPM, com pós-graduação em Economia e Setor Financeiro pela USP e MBA em Finanças pelo INSPER. Tem mais de 8 anos de experiência no mercado financeiro. Atualmente, é o estrategista da Guide Investimentos.

224 visualizações

relacionados

Bitnami