Mercados Hoje: A onerosa discussão sobre a cessão onerosa

tags Intermediário

Introdução: Bolsas asiáticas tiveram seções mistas. Destaque para o Nikkei, que avançou 0,39%. Na Europa, o dia começou de forma positiva, refletindo o momento mais positivo para ativos de risco ao redor do mundo. Nos EUA, Jerome Powell disse que o juro de equilíbrio americano é mais baixo do que aquele previsto pelo FED. No Brasil, o destaque fica com a cessão onerosa que não foi votada no Senado. A dificuldade está na forma em que os recursos poderiam ser repartidos com os demais entes subnacionais. Do lado macro, a Inflação no atacado começa a recuar dada a dinâmica positiva de combustíveis. Incerteza da economia brasileira continua elevada segundo índice da FGV.


CENÁRIO EXTERNO: MAIS PERTO DO PONTO MORTO (JURO NEUTRO).

Mercados Globais… Na Ásia, o Nikkei avançou 0,39%, refletindo a melhora nas bolsas americanas; enquanto as bolsas chinesas recuaram. Na Europa, o dia começa na esteira positiva: o FTSE avança 0,61% e o DAX 0,16%. Os futuros do S&P indicam que o dia pode ser de realização nos mercados americanos, o indicador recua 0,38%. No front emergente, as principais moedas operam no verde. Vale notar: a Lira Turca sobe 0,9%. As commodities operam de forma mista, e o petróleo do tipo brent cai 0,85%.

Vai subir, mas deve parar antes… A taxa de juros da economia americana está mais próximo da taxa neutra do que se imaginava. Pelo menos é o que acredita o Presidente do FED, Jerome Powell. A fala foi feita ontem no Economic Club de Nova York.

Mais perto do ponto morto (juro neutro)… Powell comentou que o juro básico está um pouco abaixo de seu nível considerado como neutro. Em outubro passado, sua avaliação era de que existia um longo caminho para o juro neutro. Segundo o Monetary Policy Report de julho, a mediana das estimativas do juro real neutro estaria em 0,7% ao ano. Assim, se com uma inflação em torno de 2,0% ao ano, o juro nominal neutro estaria em 2,7%. Esta fala de Powell sugere que o Fed pode ser mais lento no ajuste da política monetária ao longo de 2019. Para a reunião de 19/12, é praticamente certo que a Fed Fund rate será elevada para 2,25-2,5%.

O mercado já sabia ou pelo menos já precificou… Há mais de 1 ano, os mercados já indicavam, via instrumentos de juros futuros, que a taxa de juros subiriam menos do que o FED indicava em suas projeções. Na sua última projeção divulgada, a mediana das expectativas para a taxa de juros por parte dos diretores do FED, era de 3,375%, enquanto o mercado esperava uma taxa mais próxima de 2,5%. Tudo indica que a taxa de juros de equilíbrio está ao redor de 2,5%, que o mercado incorpora em seus preços.

Impacto nos mercados… A fala de Powell animou bastante os mercados americanos. O S&P 500 encerrou o dia com alta de 2,30%. As altas recentes foram suficientes para recolocar todos os índices acionários americanos de volta em terreno positivo na janela de 12 meses.

Agenda internacional… O destaque será a ata do FOMC de novembro e a inflação de outubro. O núcleo do deflator do PCE deve ter mantido o ritmo de variação na margem: 0,2%. Na comparação interanual, a alta deve ter ficado um pouco abaixo de 2,0%.


BRASIL: A ONEROSA DISCUSSÃO DA CESSÃO ONEROSA.

Muita discussão e zero de ação… Ontem, após 4 horas de reunião no Palácio do Planalto, as equipes do governo atual, da transição e parlamentares, não haviam chegado a acordo sobre como repartir os recursos do leilão de cessão onerosa com Estados e municípios.

Sem votação… A votação do projeto, prevista para ontem, foi cancelada depois que o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, avisou ao Palácio do Planalto que não assinaria “de jeito nenhum” a Medida Provisória (MP) que estava sendo negociada pelo presidente do Senado e o líder do governo, senador Romero Jucá (MDB-RR) para partilhar 20% da arrecadação entre Estados e municípios.

De olho no teto… O grande desentendimento foi acerca do teto de gastos. O presidente do Senado, Eunício Oliveira, que queria recursos para Estados e municípios, enquanto o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, que dizia que não há forma de se fazer isso sem exceder os limites do teto de gastos.

IGP-M desacelerando no final do ano… O indicador, que é o principal índice de preços no atacado do país, começa a mostrar recuo na margem. O destaque positivo fica com os preços no atacado agropecuários (-2,51%) e industriais (-0,24%).

Combustíveis ajudando… A Petrobras reduziu em 15,28% o preço do Diesel. Com isso, o litro custará R$ 1,7984 a partir de hoje. O maior impacto direto será nos IGPs por conta da participação nos IPAs com peso ao redor de 3,5%. Estimamos um impacto total de cerca de -0,35 ponto percentual a ser captado ao longo das medições de dezembro e janeiro.

A vida continua incerta… Índice de Incerteza da Economia (IIE-Br), calculado pela FGV, subiu 1,3% em novembro, após cair 9,2% no mês anterior, permanecendo na zona de incerteza elevada (acima de 110 pontos). Em relação a novembro do ano passado, avançou 8,3%, contra 6,3% a/a em outubro. Na média móvel trimestral, apresenta retração de 0,7%, ante -1,5% há um mês.

Agenda… Na agenda doméstica, teremos a taxa de desemprego de outubro, para o qual se espera nova queda na margem.

E os mercados hoje? Ambiente externo favorável para os emergentes, após sinalização dovish de Powell, deve compensar a frustração com o novo adiamento da votação da cessão onerosa no Senado. Portanto, o dia deve ser positivo para os ativos de risco aqui no Brasil.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +1,55%, aos 89.251 pontos;
Real/Dólar: +0,58%, cotado a R$3,854;
Dólar Index: -0,60%, 96,786;
DI Jan/21: -09pontos base, 7,910%;
S&P 500: +2,30% aos 2.744 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 31/05.


EMPRESAS:

Cemig: Cia mantém plano de venda da Light
Impacto: Marginalmente Positivo.

Rafael Passos – Equipe Econômica


Jornais:

Folha de São Paulo
– Tribunal valida acordo de Palocci, que deixará prisão
– “Se houver indulto, será o último”, afirma Bolsonaro
– EUA e China fazem principal encontro de cúpula do G20
– Interior da Bahia improvisa sem cubanos

O Estado de São Paulo
– Equipe de Guedes faz projeto para realocar verbas do Orçamento
– Veto à reunião da ONU sobre clima partiu de Bolsonaro
– FMI alerta para risco de piora da economia mundial
– Palocci vai cumprir prisão domiciliar

O Globo
– Bolsonaro: “Se houver indulto, será o último”
– Após delatar, Palocci vai cumprir a pena em casa
– Com três novos nomes, Ministério pode ter 22 Pastas
– Câmara aprova indicação política nas estatais

Valor Econômico
– Fed dá novo ânimo à economia
– Odebrecht quer negociar dívida de R$ 40 bi
– Ciro diz não ver ameaça à democracia
– Bolsonaro indica dois nomes ligados ao MDB

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Victor Cândido Victor Cândido

Economista

Mestrando em economia pela Universidade de Brasília - UnB. Já trabalhou no mercado financeiro na área de pesquisa e operações. Foi pesquisador do CPDOC da Fundação Getúlio Vargas. É formado em economia pela Universidade Federal de Viçosa.

141 visualizações

relacionados

Bitnami