Introdução: Pregões mistos na Ásia: destaque positivo para o índice Nikkei que opera perto da máxima histórica; Na Europa, dia bastante negativo com notícias ruins do front fiscal italiano; Todas as bolsas do velho continente operam no vermelho; Emergentes veem seus prêmios de risco subindo hoje; Dia de aversão ao risco lá fora; No Brasil, o mercado repercute o último Ibope onde Bolsonaro (PSL) voltou a crescer e Fernando Haddad (PT) ficou estagnado; Bolsonaro pode vencer no primeiro turno?


CENÁRIO EXTERNO: AZEDOU O MOLHO ITALIANO.

Mercados Globais: Na Ásia as seções foram mistas. O índice Nikkei, de Tóquio, subiu 0,10%, operando próximo das máximas históricas. Hong Kong teve uma seção bem negativa, desvalorizando 2,38%. A Europa segue o mesmo clima de sua ex-colônia Hong Kong, com o DAX caindo -0,73%. Todas as grandes bolsas europeias operam em baixa. Da mesma forma, do outro lado do oceano atlântico o futuro do S&P 500 retrai 0,37%. Dia negativo também para emergentes, o prêmio de risco (CDS de 5 anos) abre em todas essas nações, Turquia sobe 3,31%, o da Argentina 0,64% e África do Sul 3,36%.

Azedou o molho… A discussão do orçamento italiano parece que irá terminar em uma bela pizza. O Ministro da economia estava lutando para que o orçamento embutisse um déficit de 1,6% do PIB, enquanto os dois partidos que controlam o país queriam um déficit de 2,4%. O último venceu e agora o país pode enfrentar as duras consequências de sofrer um rebaixamento de crédito. A Itália está apenas a dois rebaixamentos de perder o título de bom pagador, o famoso investment grade . O custo de financiamento do governo italiano voltou ao maior nível desde 2014. O país tem a segunda maior dívida em proporção ao PIB de toda a Europa, perdendo apenas para a Grécia. A Itália é quem azeda o molho dos mercados globais no dia de hoje.


BRASIL: A ONDA VIROU?

A onda virou? Saiu na noite de ontem o resultado da pesquisa Ibope, a primeira feita na semana que antecede as eleições. Aparentemente a maré de Bolsonaro (PSL) parece ter começado a virar. Nas últimas duas semanas, o candidato do PSL vinha sofrendo duros ataques da mídia, dos adversários e até mesmo manifestações nas ruas (#EleNão). Muitos começavam a prever que Bolsonaro não iria mais crescer nas pesquisas e que Fernando Haddad poderia empatar com o Capitão ainda no primeiro turno. Mas, os números de ontem mostraram uma invertida. Bolsonaro voltou a crescer e encostou em 31% das intenções de voto (ante 28%), um avanço de 4p.p. Haddad (PT), por sua vez, ficou pela primeira vez estagnado, com 21% das intenções.

Enquanto isso no segundo turno… Como falamos ontem aqui neste singelo espaço, o segundo turno será uma eleição nova, onde os candidatos terão o mesmo tempo de TV, novas bases de apoio político e o sentimento do eleitorado será outro. Nas simulações de hoje, Bolsonaro voltou a ficar empatado com Fernando Haddad, ambos possuem 42% das intenções de voto. No levantamento anterior, o Petista vencia o Deputado.

A rejeição que só sobe… A rejeição de Bolsonaro parou de subir, porém está estacionando em patamar elevadíssimo de 44%. Já de Fernando Haddad subiu como um foguete. Entre o último levantamento em 26/09 e o de ontem, a rejeição do petista explodiu mais de 11p.p e agora está em 38%.

Mulheres com Bolsonaro? Bolsonaro cresceu mais entre as mulheres, de 18% para 24%, do que entre homens, de 36% para 39%. Mas ele ainda mantém forte resistência para conquistar o voto feminino: 51% não votariam nele de jeito nenhum.

Acabar no primeiro turno? No universo dos votos totais, a vantagem de Bolsonaro sobre Haddad aumentou de 6 pontos percentuais para 10 em cinco dias. Quando se considera apenas os votos válidos, ou seja, sem contar os brancos e nulos, o deputado e militar da reserva lidera por 38% a 25%. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa obter 50% mais um dos votos válidos.

Embalado… Porém a pesquisa foi excelente para Bolsonaro. Criou expectativa de vitória no primeiro turno, o que vai animar seus apoiadores e provavelmente esvaziar outros candidatos. Ou seja, tendência é Bolsonaro subir mais e ficar próximo da vitória no primeiro turno, embora isto ainda não seja o mais provável. Se não acontecer, entrará embalado no segundo turno, com ares de favorito.

Agenda… Será divulgado agora pela manhã, pelo IBGE, os dados da produção industrial referentes ao mês de agosto. A expectativa do mercado é de um avanço de 0,40% na margem e um avanço ao redor de 3% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

E os mercados hoje? Apesar do mercado ter gostado bastante do resultado da pesquisa, onde Bolsonaro cresce com robustez, a empolgação deve ser balanceada com o mal humor do mercado internacional que está em modo de aversão ao risco. O prêmio de risco brasileiro opera em leve queda de 0,19% aos 265 pontos.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -0,91%, aos 78.624 pontos;
Real/Dólar: -0,71%, cotado a R$ 4,019;
Dólar Index: +0,17%, 95,298;
DI Jan/21: -06 pontos base, 9,520%;
S&P 500: +0,36% aos 2.925 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 27/09.


EMPRESAS:

Governo paulista adia leilão da CespVenda da Cesp é cada vez mais improvável
Impacto: Marginalmente Negativo.

Victor Candido – Economista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Moro abre delação em que Palocci relata propina ao PT
– Bolsonaro vai a 31%, e Haddad está com 21%, aponta Ibope
– Presidenciáveis planejam mudar reforma trabalhista
– Dias Toffoli proíbe entrevista de Lula à Folha

O Estado de São Paulo
– Lula sabia de esquema na Petrobras, diz Palocci
– Bolsonaro sobe 4 pontos e vai a 31%; Haddad fica em 21%
– Empresas fazem campanha por voto consciente
– Trump critica relação comercial com o Brasil

O Globo
– Bolsonaro sobe e abre 10 pontos sobre Haddad – Palocci: eleições de Dilma custaram R$ 1,4 bilhão
– Imunoterapia contra câncer leva Nobel de Medicina
– Ao celebrar novo acordo, Trump critica comércio com o Brasil

Valor Econômico
– Bolsonaro amplia vantagem
– Qualicorp cai na bolsa após acordo com CEO
– Trump conclui novo Nafta e agora pode mirar Brasil
– Palocci diz que havia propina em 90% de MPs

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]guideinvestimentos.com.br

Victor Candido
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Victor Cândido Victor Cândido

Economista

Mestrando em economia pela Universidade de Brasília - UnB. Já trabalhou no mercado financeiro na área de pesquisa e operações. Foi pesquisador do CPDOC da Fundação Getúlio Vargas. É formado em economia pela Universidade Federal de Viçosa.

183 visualizações

relacionados

Bitnami