Mercados Hoje: A estratégia “Kamikaze”

tags Intermediário

Introdução: Lira volta a operar, após feriado na Turquia. Londres tem a festa do verão e os mercados estão fechados, na última segunda-feira de agosto. Liquidez deve ser mais reduzida. O dólar opera misto contra emergentes: a lira voltou a depreciar, enquanto o destaque é o peso mexicano que se valoriza. Um acordo bilateral entre México e EUA, como parte da renegociação do NAFTA, pode estar próximo, de acordo com o presidente norte americano. A renegociação do Tratado de Livre Comércio da América do Norte foi uma das principais promessas de campanha de Trump. Depois, os 2 países devem reincorporar o diálogo com o Canadá, terceiro membro do grupo. As bolsas sobem na Europa, exceção fica por conta da italiana. Futuros nos EUA apontam para ganhos em NY. Commodities perdem tração. No Brasil, o ambiente de incertezas ainda traz cautela aos ativos locais. Pesquisa para presidente encomendada pelo BTG Pactual não trouxe novidades. Candidatos serão sabatinados no Jornal Nacional. Amanhã, Bolsonaro enfrenta o STF.


CENÁRIO EXTERNO: MÉXICO E EUA PRÓXIMOS DE ACORDO NO NAFTA; FERIADO EM LONDRES.

O “básico” sobre os mercados… Mercados operam com liquidez reduzida. As bolsas sobem na Europa, após fortes ganhos na Ásia. O índice de Xangai subiu 1,9%, e reduziu a queda no ano para 15,9%. De acordo com o noticiário local, intervenções do Banco Central no mercado cambial ajudaram na performance. Nos EUA, S&P futuro também sobe, sinalizando boa abertura por lá. O dólar está misto contra emergentes e desenvolvidos. Commodities recuam, sem a liquidez do mercado londrino. O petróleo (brent) oscila na casa dos US$75/barril. O minério de ferro caiu 1,78% na China para US$ 65,84/tonelada.

Powell mantém plano de voo… Em seu aguardado discurso no Seminário de Jackson Hole, na última semana, o presidente do Fed, Jerome Powell, defendeu a continuidade do ajuste gradual do juro básico. Para ele, essa política é a que melhor se ajusta aos dois riscos enfrentados pelo Fed: um aperto muito rápido dos juros poderia interromper a expansão econômica em vigor, porém, um ajuste muito lento poderia causar um forte aquecimento econômico desestabilizador. Powell entende que a inflação corrente em torno de 2,0% não apresenta riscos elevados de superaquecimento econômico. Além disso, a atual estratégia de política monetária suporta o atual quadro de crescimento econômico robusto.

Confiança em alta na Alemanha… O Euro estava caindo contra o dólar, mas reverteu a tendência com dados fortes de confiança na Alemanha. A confiança empresarial na Alemanha subiu de 101,7 pontos, em julho, para 103,8 pontos em agosto, anunciou hoje o Instituto de Pesquisa Econômica da Alemanha (IFO). Tanto as condições atuais, como as expectativas futuras ficaram acima do esperado. Foi a primeira alta deste indicador desde novembro de 2017.

Na agenda de hoje… Nos EUA, no front macro, temos: (1) índice de atividade nacional, do Fed de Chicago, de julho (9h30); (2) índice de atividade, mnedido pelo Fed de Dallas, de agosto (11h30). Ainda na semana, serão conhecidos: (i) a segunda prévia do PIB do segundo trimestre de 2018 (no dia 29); (ii) os gastos de Renda e Gastos pessoais de julho (no dia 30); e (iii) o PMI de Chicago e a confiança da Universidade de Michigan (no dia 31).


BRASIL: ESTRTÉGIA KAMIKAZE DO PT; BOLSONARO ENFRENTA STF; CANDIDATOS NA GLOBO.

Kamikaze… O Correio Brasiliense e a Folha de S. Paulo divulgaram no final de semana a possibilidade do PT não substituir a candidatura de Lula, em uma eventual impugnação pelo TSE. Os resultados das últimas pesquisas que apontaram o crescimento das intenções de votos de Lula reavivaram debate no PT. Essa decisão ainda depende do que as pesquisas internas dirão a respeito da transferência de votos de Lula para Fernando Haddad. O TSE se prepara para julgar o pedido de registro de Lula na corrida presidencial entre os dias 4 e 6 de setembro. Em caso de manutenção do nome de Lula como candidato depois do dia 17 de setembro (último prazo de substituição), haverá o risco de, se o ex-presidente for declarado inelegível, os votos dele serem considerados nulos, ou seja, não contabilizados para efeito do resultado eleitoral. Essa estratégia pode gerar ainda mais incertezas. Até os aliados de Lula andam meio incomodados com essa situação.

O que mais? Os jornais deram destaque ao desentendimento dentro do PSL da participação de Bolsonaro nos debates. Jair Bolsonaro negou qualquer desavença. Além disso, a Folha divulgou que o militar vai mesmo anunciar oito dos seus 15 ministros antes das eleições. Alguns já estão escolhidos, ou quase certos: Para a Casa Civil, vai o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS). Gustavo Bebiano (PSL), hoje talvez o assessor mais próximo de Bolsonaro, é o nome mais forte para o Ministério da Justiça. Nessa semana, Bolsonaro terá mais um desafio…

Bolsonaro x STF… A 1ª Turma do STF decide amanhã se Bolsonaro vai virar réu. O candidato do PSL ao Planalto é acusado de racismo por declarações a respeito de quilombolas, indígenas e refugiados. A análise do caso seria só em 4 de setembro, mas foi antecipada a pedido da defesa do militar.

Campanhas… Faltando apenas 41 dias para o primeiro turno, esta última semana de agosto ainda não tem propaganda na TV, mas o telejornal de maior audiência, o Jornal Nacional, da Globo, entrevista 4 candidatos a presidente, dando 25 minutos para cada 1 deles. Ciro Gomes é o primeiro convidado. A ordem dos entrevistados é: Ciro (hoje, 2ª feira), Bolsonaro (3ª); Alckmin (4ª) e Marina Silva (5ª). Marina Silva ainda tem sabatina na Recordo na noite de hoje. Nas mesmas datas, os 4 presidenciáveis serão entrevistados pelo Jornal das 10, da GloboNews. Lula, nem Haddad vão participar. Na 6ª feira (31.ago) começa a propaganda eleitoral na TV e no rádio. Vai durar 35 dias, até 4 de outubro.

Pesquisas… Pesquisa da FSB Pesquisa divulgada hoje, encomendada pelo BTG Pactual, mostra uma dinâmica muito parecida com a pesquisa da XP divulgada na sexta-feira. Sem novidades, a expectativa fica para a pesquisa para presidente do Ibope em Minas Gerais e do DataPoder360 na quarta-feira.

Agenda de hoje… No front macro, é dia mais esvaziado. Destaque para o saldo em conta corrente (10h30), o Investimento Estrangeiro Direto (10h30) e a Balança comercial semanal (15h). O Focus divulgado, agora pela manhã, trouxe uma deterioração de seus indicadores. O IPCA subiu em 2018 e 2019, de 4,15% para 4,17% e 4,10% para 4,12%, respectivamente. A atividade de 2018 caiu de 1,49% para 1,47%. Com o recente movimento do câmbio o dólar para o final de 2018 passou de R$ 3,70 para R$ 3,75. Para 2019 se manteve inalterado.

E os mercados hoje? Diante do mercado externo positivo podemos ter a continuidade de um alívio na abertura. Esperamos uma reação positiva em bolsa. Dólar e juros devem ceder. No entanto, qualquer novidade no campo político deve ser monitorado. A percepção de risco país, medida pelo CDS de 5 anos, tem leve alta nesta manhã, e oscila ao redor de 287 pontos base.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +0,83%, aos 76.262 pontos;
Real/Dólar: -0,25%, cotado a R$ 4,104;
Dólar Index: -0,54%, 95,146;
DI Jan/21: -08 pontos base, 9,680%;
S&P 500: +0,62% aos 2.875 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 31/05.


EMPRESAS:

CCR: Com dívida negociada, AG descarta vender CCR.
Impacto: Neutro.

Luis Gustavo Pereira – Estrategista


Jornais:

Folha de São Paulo
–  Justiças Eleitoral reduz fiscalização e recebe críticas
– Ferramenta ajuda escolha de candidato a deputado
– Clóvis Rossi: Apuração sobre corrupção na Argentina já lembra Lava-Jato
– Papa acobertou caso de abuso sexual na igreja, diz arcebispo

O Estado de São Paulo
– Bancos tomam 70 mil imóveis por falta de pagamento em 4 anos
– Eleitorado evangélico cresce; Marina perde apoio
– Partidos têm R$ 3,6 milhões em protestos por “calotes”
– Atirador mata 2 em campeonato de videogame

O Globo
– No Rio, só 3 de 13 mortes de políticos foram resolvidas
– Ao som de “amigo”, a volta por baixo de Aécio
– PT é acusado de compra ilegal de elogio nas redes
– Por ano, gastos de R$ 75 milhões com furto e depredação

Valor Econômico
– Novo dono investe R$ 1,9 bi para recuperar Walmart
– Andrade desiste de vender CCR
– “Boitech” ajuda a cortar custos na pecuária
– Anglo quer jornada maior em minas

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Luis Gustavo Pereira Luis Gustavo Pereira

Estrategista

Graduado em Administração de Empresas pela ESPM, com pós-graduação em Economia e Setor Financeiro pela USP e MBA em Finanças pelo INSPER. Tem mais de 8 anos de experiência no mercado financeiro. Atualmente, é o estrategista da Guide Investimentos.

81 visualizações

relacionados

Bitnami