Fique por dentro do mundo da economia!


CADASTRE-SE AQUI

Resultado: +0,10% m/m; +2,54% a/a

Previsão: +0,07% m/m; +2,50% a/a

Anterior: -0,04% m/m; +2,89% a/a

 

Nossa Visão: O IPCA de outubro veio ligeiramente acima do esperado pelo mercado (Bloomberg), registrando uma inflação na ordem de 0,10% no mês – menor leitura do índice em registro para o mês de outubro. O leve avanço trouxe a inflação acumulada em 12 meses para 2,54%, leitura que furou o piso da meta estabelecida pelo CMN (2,75%). Tendo em vista o ritmo apresentado no período, acreditamos que a inflação irá manter esta dinâmica baixista, e mantivemos nossa aposta que o IPCA irá terminar o ano bem abaixo da meta, ao redor de 3,4%. Essa tese fica clara quando olhamos para a média dos núcleos de inflação, que se situa no patamar de 2,67%, além do fato de que as expectativas de inflação no relatório Focus (3,29%) e no RTI do Banco Central (3,3%) tem sido revisada para baixo sistematicamente desde o início do ano. Acompanhado do fraco desempenho da economia, o resultado corrobora com sinalização do Copom de mais um corte de 0,5 p.p. em dezembro, e com a nossa visão de que ainda há mais espaço para mais um corte entrando em 2020, levando a Selic a encerrar o ciclo de cortes em 4,25%.

 

 

Acesse aqui.

16 visualizações

relacionados

Utilizamos cookies para melhorar a sua navegação

Entendi
Bitnami