Mercados Hoje: Contradições – Empregos voltando e máquinas desligando

tags Intermediário

Introdução: Lá fora os mercados operam em franca queda; Brexit, orçamento italiano e dúvidas quanto ao crescimento chinês trazem fortes instabilidades; No Brasil, o destaque fica com agenda econômica com a divulgação do IPCA-15 e a digestão dos bons dados de emprego formal, que foram divulgados ontem; Na política Rodrigo Maia já acena positivamente para Jair Bolsonaro (PSL), a velha política se aproxima da “nova”; Por fim, hoje a noite tem a divulgação de pesquisa Ibope para Presidente.


CENÁRIO EXTERNO: OUTUBRO SANGRENTO.

Mercados Globais… A maioria dos mercados internacionais operam em queda, um alinhamento negativo dos astros trouxe um gosto de sangue na boca dos investidores. Brexit, orçamento italiano e dúvidas sobre a continuidade do crescimento chinês, essa mistura fez a Bolsa japonesa fechar em queda de -2,67%, na esteira negativa, Shangai -2,26% e Hong Kong -3,08%. Na Europa todas as bolsas operam em significativa baixa, destaque para o DAX que recua 1,57%. Na tendência vem o futuro de S&P que retrai -1,28%. As moedas emergentes refletem o movimento de aversão ao risco, a Lira turca cai 2,6%. O petróleo recua 0,8%.

O dia do julgamento… O governo populista da Itália desafiou os executores orçamentários da zona do euro na segunda-feira, recusando-se a reduzir seus planos para um aumento acentuado nos gastos públicos e insistindo em quebrar as regras fiscais da EU.

A saída é por ali… O governo inglês está preparando uma espécie de manual do Brexit, caso os ingleses não cheguem em um acordo amigável com o resto da Europa sobre como deverá ser conduzida a saída da União. O governo ressaltou que as negociações para evitar esse resultado ainda estão em andamento. No entanto, com o prazo de março se aproximando, o secretário responsável pelo Brexit, o Sr. Dominic Raab, disse aos colegas de gabinete que o governo deveria passar da estratégia de emitir alertas às empresas para enviar de fato direções de como agirem a partir do próximo mês.

Outubro sangrento… Após o resultado da madrugada, as bolsas asiáticas registraram o pior outubro em 10 anos.

Agenda… Lá fora o destaque fica com os discursos dos diretores do FED, principalmente o de N. Kashkari do FED de Minneapolis, que é membro do FOMC (vota na decisão da taxa de juros americana). Todos de olho para sentir a visão do diretor sobre a trajetória da taxa de juros americana.


BRASIL: CONTRADIÇÕES: EMPREGOS VOLTANDO E MÁQUINAS DESLIGANDO

Pesquisas… Hoje a noite tem pesquisa Ibope, que deve continuar confirmando a tendência das últimas pesquisas: Jair Bolsonaro (PSL) como franco favorito a vencer. Ontem a pesquisa MDA/CNT trouxe pouca mudança em relação às pesquisas anteriores, logo a pesquisa de hoje deve criar pouca ansiedade nos mercados.

Costurando o apoio… O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, vai colocar em votação após as eleições projeto que revoga o Estatuto do Desarmamento. O texto facilita a posse de armas em casa pelos cidadãos, retirando a exigência de comprovação da necessidade, e reduz para 21 anos a idade mínima para compra. As medidas são bandeiras de Jair Bolsonaro, de quem Maia busca se aproximar para tentar se manter no comando da Casa. Pelo texto, seriam mantidas as exigências de não ter antecedentes criminais, comprovar curso de tiro e passar por exame psicotécnico. É um grande aceno espontâneo das forças políticas tradicionais ao governo Bolsonaro.

Empregos formais aceleram… Em setembro o país criou 137,3 mil vagas de empregos formais, O resultado veio bem acima da expectativa do mercado que na mediana era de 82 mil postos. Vale lembrar que, em setembro de 2017 o saldo foi de 34,4 mil vagas. Quando consideramos a série com ajuste sazonal, o saldo passou de 55,4 mil em agosto para 68,8 mil em setembro. Por trás desse maior saldo está o avanço das admissões (0,7% no mês) aliado a queda dos desligamentos (-0,3% no mês). Todos os setores apresentaram saldo positivo no mês. O maior destaque foi o setor de serviços (43,0 mil, ante 37,6 mil em agosto). Os dados do Caged de setembro novamente mostraram mais vigor do mercado de trabalho formal, quer seja pelo maior saldo quer pelo maior patamar de admissões. Desde agosto, parece ter havido uma aceleração da tendência de recuperação do mercado de trabalho. Por sua vez, os salários de admissão e demissão permanecem em queda, o que evita pressões inflacionárias advindas dessa recuperação.

Máquinas paradas… De acordo com os dados preliminares da sondagem do empresário industrial da FGV, o índice de confiança do setor (ICI) teve queda de 1,4% na margem em outubro, na série com ajuste sazonal e retrocedeu ao nível mais baixo desde setembro de 2017. Este resultado atribui-se à piora tanto da percepção da situação atual (-1,7% no mês) quanto das expectativas (-1,0% na margem). A última vez que o ICI subiu na margem foi em março (antes da greve dos caminhoneiros). Porém, a deterioração se agravou nos últimos dois meses. Por fim, a o nível da capacidade utilizada da indústria ficou 76,9% para 76,1%.

Agenda… O destaque do dia fica com o IPCA-15 que deve continuar confirmando a inflação mais pressionada. Os vilões são combustíveis, alimentos e passagens aéreas.

E os mercados hoje? O risco Brasil sobe 0,93% aos 213 pontos refletindo o grande movimento de aversão ao risco lá fora. Porém, ainda existe espaço para que o mercado opere na contramão do exterior, assim como foi nas últimas semanas. Portanto, para hoje o dia deve ser neutro com viés levemente negativo para os ativos de risco.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +1,63%, aos 85.597 pontos;
Real/Dólar: -0,67%, cotado a R$3,686;
Dólar Index: +0,31%, 96,013;
DI Jan/21: -18 pontos base, 8,340%;
S&P 500: -0,43% aos 2.756 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg. *valores referentes à sessão do dia 27/09.


EMPRESAS:

Banco do Brasil: BB busca sócio, mas terá que adiar plano.
Impacto: Marginalmente Positivo.

Eletrobras: Cia não espera ofertas em leilão hoje.
Impacto: Negativo.

Marfrig: Cia obtém aprovação do Japão para vender Keystone à Tyson .
Impacto: Marginalmente Positivo.

Valid: Cia compra Agrotopus para diversificar negócios.
Impacto: Positivo.

Victor Candido – Economista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Atacar Judiciário é atacar a democracia, afirma Toffoli
– Na economia, discórdia entre Bolsonaro e o PT é recente
– Caravana com 7.000 migrantes cresce e Trump fala em emergência nacional
– EUA falam em sair de tratado nuclear e irritam a Rússia

O Estado de São Paulo
– Criação de vagas é a maior desde o início da recessão
– Toffoli diz que ataque ao STF mira a democracia
– Facebook tira do ar páginas com conteúdo pró-Bolsonaro
– Marina declara “voto crítico” em Haddad

O Globo
– Jair Bolsonaro pede desculpas ao Poder Judiciário
– Marina Silva anuncia apoio a Haddad com “voto crítico”
– Trauma como legado
– Casa Branca e Kremlim podem reiniciar corrida armamentista

Valor Econômico
– Candidatos ajustam planos para capturar voto indeciso
– Ênfase da campanha em segurança é inédita
– Adesão ao “Refis do Funrural” decepciona
– Licitação testa conformidade da Petrobras

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Candido
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Victor Cândido Victor Cândido

Economista

Mestrando em economia pela Universidade de Brasília - UnB. Já trabalhou no mercado financeiro na área de pesquisa e operações. Foi pesquisador do CPDOC da Fundação Getúlio Vargas. É formado em economia pela Universidade Federal de Viçosa.

163 visualizações

relacionados

Bitnami