Fique por dentro do mundo da economia!


CADASTRE-SE AQUI

CCR: Empresa aprova novo estatuto social mesmo sob críticas

Apesar da resistência entre os acionistas minoritários do grupo, a CCR aprovou mudanças em seu estatuto social nesta sexta-feira.

Um dos principais trechos questionados foi a autorização para novos acordos de indenização a executivos e conselheiros em casos judiciais, administrativos ou arbitrais que sejam decorrentes de atividades da empresa.

Segundo a consultoria internacional “Institutional Shareholder Services (ISS)”, a CCR incluiu um dispositivo que garante autoridade para assinar acordos de indenização a executivos, sem fornecer informações suficientes para que os acionistas avaliem completamente o impacto da proposta.

Outra crítica levantada pelos acionistas foi a mudança na chamada política de alçada, que fixa os limites daquilo que precisa ou não passar por aprovação do conselho. Antes, os contratos acima de R$5 milhões tinham que passar pelo conselho, agora, o valor subiu para R$120 milhões.

Impacto: Negativo. Apesar das mudanças não serem práticas desconhecidas do mercado, o novo estatuto distancia os investidores minoritários da empresa, fato esse que traz incerteza e insegurança para novos investimentos.

Luis Gustavo Pereira Luis Gustavo Pereira

Estrategista

Graduado em Administração de Empresas pela ESPM, com pós-graduação em Economia e Setor Financeiro pela USP e MBA em Finanças pelo INSPER. Tem mais de 8 anos de experiência no mercado financeiro. Atualmente, é o estrategista da Guide Investimentos.

72 visualizações

relacionados

Utilizamos cookies para melhorar a sua navegação

Entendi
Bitnami