Lá fora, seguiu o ambiente desfavorável para ativos de risco, reflexo de um endurecimento de postura da China e dos Estados Unidos no tocante à disputa comercial. Em NY, as bolsas recuaram pelo segundo dia consecutivo e o dólar (DXY) seguiu perdendo força contra seus principais pares. Na Zona do Euro, índices de mercado caíram de forma acentuada, repercutindo a notícia de que negociações comerciais com os EUA terão de esperar uma melhora de cenário na disputa comercial americana com a China. Aqui, o Ibovespa teve dia de forte volatilidade, influenciada pela piora externa e pela melhora na cena política brasileira.

Luis Gustavo Pereira Luis Gustavo Pereira

Estrategista

Graduado em Administração de Empresas pela ESPM, com pós-graduação em Economia e Setor Financeiro pela USP e MBA em Finanças pelo INSPER. Tem mais de 8 anos de experiência no mercado financeiro. Atualmente, é o estrategista da Guide Investimentos.

23 visualizações

relacionados

Bitnami