Fique por dentro do mundo da economia!


CADASTRE-SE AQUI

Internacional
• Ativos de risco ao redor do globo encerram negociações sem direção única;
• Fed segue em frente com medidas de estímulo;
• BC chinês mantém juro de empréstimos de um e cinco anos estacionado.

Brasil
• Ibovespa volta a importar dinâmica americana e opera em queda;
• Risco-país segue elevado, embutindo efeito na curva de juros;
• Dólar opera em queda.


FECHAMENTO:

Ibovespa: 67.069 (-1,85%)
R$/US$: 5,02 (-1,41%)
DI Jan/27: 8,82% (+ 21 bps)
S&P500: 2.304 (-4,34%)

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg

PRINCIPAIS ALTAS:

SMLS3: R$ 10,82 (+19,96%)
GOLL4: R$ 7,05 (+12,80%)
AZUL4: R$ 13,50 (+12,78%)

PRINCIPAIS BAIXAS:

EMBR3: R$ 8,40 (-12,95%)
KLBN11: R$ 13,05 (-9,05%)
SBSP3: R$ 33,67 (-8,73%)


CENÁRIO EXTERNO:

Mercados…. O S&P500, índice americano e o Stoxx 600, índice que abrange uma gama de ativos ao redor do continente, encerraram as negociações em territórios distintos. O melhor ânimo dos investidores europeus vem ocorrendo ao passo que digerem e entendem os impactos expansionistas trazidas pelos BCE e autoridades fiscais. Nos EUA, especificamente, investidores não reagiram muito a mais uma medida de estímulo promovida pelo Fed, banco central americano. Já cientes de que a medida, assim como as outras, visa garantir liquidez e fluxo de crédito, investidores não a tomam para fazer preço.

Fed segue atuando… Além dos dois cortes de juro de forma emergencial em 150 bps, da ampliação da compra de títulos no mercado monetário para US$ 700 bilhões e da criação de uma linha de swap de dólares com uma gama de BCs ao redor do mundo, o BC americano agora pretende garantir a estabilidade no mercado de títulos municipais. O mercado de títulos municipais – que sofreu intensa pressão vendedora e fez os custos de captação subirem ao longo dos últimos dias – está passando por um momento altamente volátil. Desta forma, o Fed irá, via força compradora, injetar liquidez e garantir a estabilidade e redução nos custos de financiamento dos estados ao passo que estes lidam com a crise do covid-2019.

Banco central da China… Ontem a noite, após o fechamento de mercado, o PBoC, banco central chinês, contrariou expectativas de mercado optou por manter as taxas sobre os empréstimos de um e cinco anos inalterada. O resultado foi importante por uma razão: se os formuladores de política monetária já não vêm estímulos monetários como necessário, é porque a economia está em ritmo, mesmo que gradual, de recuperação. Para a economia mundial, a notícia é bastante positiva, pois indica que talvez a recuperação nas economias centrais não seja tão longa. Porém, como sempre frisamos, nada, e muito menos neste ambiente, está certo.

 


BRASIL:

Mercados… O Ibovespa acompanhou a dinâmica das bolsas americanas e voltou a operar em queda ao longo da sessão desta sexta-feira. No mercado cambial, o real, ao contrário do que se verificou ao longo das últimas semanas, voltou a ganhar terreno contra o dólar. A linha de dólares estabelecida entre o Fed e o BCB, ou pelo menos a expectativa de sua introdução, – que tem intuito de fornecer liquidez em dólares para bancos locais – parece ter surtido efeito relevante para conter a força da moeda americana contra a brasileira. Ao ainda elevado patamar do CDS de cinco anos, métrica de risco país, porém, continua sustentando a moeda americana em patamares elevados. Os planejamentos de elevar os gastos em função do surto local de covid-19 irá continuar ocasionando dúvidas em torno de como ficará o estado das contas públicas; colocando ainda mais pressão sobreo CDS. No mercado de juros, as taxas continuaram a operar em alta, porém com menos intensidade, ainda pontuando as elevações no prêmio de risco mesmo face ao corte de juro pelo Copom.

Setor Aéreo… As companhias aéreas foram o destaque positivo do pregão de hoje. Os papéis chegaram a subir 40%, mas finalizaram o dia com altas entre 15-16%. O desempenho positivo se deu por medidas do governo para auxílio fiscal de curto prazo, a perspectiva de não fechamento de aeroportos e redução da folha salarial dos funcionários.

Sabesp… A empresa novamente configurou-se como umas das principais quedas do índice. A aprovação da proposta que visa isentar pagamentos de contas dos consumidores das categorias de uso residencial social e residencial favela pesou fortemente sobre o ativo.

Equipe Econômica

Conrado Magalhães
[email protected]

Alejandro Ortiz Cruceno
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
162 visualizações

Relacionados

Utilizamos cookies para melhorar a sua navegação

Entendi
Bitnami