Fique por dentro do mundo da economia!


CADASTRE-SE AQUI

Internacional
• Nova iniciativa da China com intuito de oferecer um acordo mais vantajoso para os EUA mantem os mercados operando em alta;
• Segue a expectativa em torno do anúncio das decisões de política monetária do BCE (amanhã) e do Fed (18/09);
• Troca de ativos do portfólio dos investidores reflete melhora de humor dos mercados.

Brasil
• Bolsa encerra 5º sessão em alta nos últimos 6 dias, mas permanece abaixo dos 104 mil pontos.
• Sessão foi marcada pela recuperação dos setores de construção civil e varejo.


FECHAMENTO:

Ibovespa: +0,40%; 103.446 pts
Real/Dólar: -0,37%; R$ 4,06
DI Jan/21: +3 bps; 5,38%
S&P 500: +0,72%; 3.000 pts

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg

PRINCIPAIS ALTAS:

MRVE3: R$ 18,50 (+9,02%)
MGLU3: R$34,60 (+6,46%)
PCAR4: R$ 85,35 (+6,06%)

PRINCIPAIS BAIXAS:

CSNA3: R$ 14,49 (-3,08%)
UGPA3: R$ 17,90 (-2,61%)
BBAS3:R$ 47,99 (-2,38%)


CENÁRIO EXTERNO:

Mercados… No exterior, uma nova iniciativa da China com intuito de oferecer um acordo mais vantajoso para os EUA no início de outubro manteve os mercados operando em alta. O anúncio de uma lista de produtos americanos que ficarão isentos das tarifas adicionais de 25% impostas no fim do ano passado foi bem recebida por investidores, ao melhorar a perspectiva sobre o principal direcional dos mercados no ano. Repercutindo essa melhora bolsas de NY e da Zona do Euro encerraram a sessão com ganhos de forma generalizada. No plano de fundo, segue a expectativa em torno do anúncio das decisões de política monetária do BCE (amanhã) e do Fed (18/09).

Troca providencial… A melhora de humor generalizada desde de que China e Estados Unidos acordaram em se reunir no início de outubro também pode ser verificada na troca de ativos do portfólio dos investidores. Observa-se ativos “momentum”, que tem apresentado valorizações acima dos índices de mercado, sendo trocados por ativos de “valor”, considerados “baratos” – mais descontados em relação aos seus pares de setor, com base nas análises de múltiplos. Este movimento geralmente acompanha uma melhora de perspectiva em torno do quadro de crescimento da economia global, explicado pelas menores tensões comerciais entre as duas maiores economias mundiais.

 


BRASIL:

Mercados… A divulgação dos dados de vendas no varejo de julho acima do esperado pelo mercado impulsionou o Ibovespa, que encerrou o dia em alta de 0,4%. Na máxima do dia o índice superou os 104 mil pontos, mas não conseguiu se manter acima desse patamar, com o mercado perdendo força em função do anuncio da demissão do secretário da Receita, Marcos Cintra, um dos principais responsáveis pela elaboração da reforma tributária do governo. Com o cenário de maior otimismo também no exterior, o dólar operou em queda e voltou ao patamar de R$ 4,06. Os juros futuros apresentaram leve alta no dia. O CDS de 5 anos, ativo que mede a percepção de risco país, fechou estável, cotado a 125 pontos base.

Varejistas… O setor foi principal destaque do dia, recuperando parte das perdas da sessão negativa de ontem (efeito Amazon) e beneficiado pela divulgação dos dados positivos de venda no varejo, que mostrou aceleração em praticamente todas as categorias. Destaque para o crescimento da categoria supermercados, impulsionando as ações de Pão de Açúcar e Carrefour, assim como para a de móveis e eletrodomésticos, impactando Magazine Luiza, B2W e Via Varejo.

Construção Civil… Outro destaque positivo, as ações das construtoras, principalmente do segmento de baixa renda, tiveram uma sessão de fortes ganhos. A medida assinada pelo governo garantindo que os recursos do FGTS sejam utilizados para a aquisição de imóveis das faixas 1,5 e 2 do programa Minha Casa Minha Vida trouxe alívio para o setor, que vinha sofrendo com os recentes cortes no orçamento do programa e atraso nos repasses de verbas. MRV foi a principal alta do índice, com desempenho também para Tenda e Direcional.

Vendas no varejo… O forte desempenho das vendas no varejo em julho surpreendeu, e veio impulsionado pelo avanço das vendas na grande maioria das categorias quando analisando o dado no conceito restrito (não considera veículos e material de construção). No conceito ampliado, houve recuo do volume de vendas na categoria de veículos, motos e partes automotivas, parcialmente compensado pelo crescimento nas vendas de materiais de construção. De modo geral, o dado trouxe uma perspectiva mais positiva para a recuperação do setor – parcialmente estimulado pelo aumento na concessão de credito livre – , apontando uma melhora disseminada entre diversos segmentos. No entanto, seguimos acreditando que para sustentar uma retomada mais acelerada será preciso uma melhora mais clara do mercado de trabalho e da confiança dos consumidores – dois fatores que têm apresentado uma recuperação muito lenta na margem.

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Luis Gustavo Pereira Luis Gustavo Pereira

Estrategista

Graduado em Administração de Empresas pela ESPM, com pós-graduação em Economia e Setor Financeiro pela USP e MBA em Finanças pelo INSPER. Tem mais de 8 anos de experiência no mercado financeiro. Atualmente, é o estrategista da Guide Investimentos.

177 visualizações

relacionados

Utilizamos cookies para melhorar a sua navegação

Entendi
Bitnami