Fique por dentro do mundo da economia!


CADASTRE-SE AQUI

Internacional 
· Bolsas globais ensaiam movimentos negativos na falta de desenvolvimentos envolvendo as negociações comerciais entre China e EUA
· Investidor europeu registra melhora de sentimento em dezembro
· Índice de preços chinês é divulgado hoje após o fechamento de mercado

Brasil 
· Ibovespa opera de lado e encerra próximo dos 111 mil pontos
· Mercado fica no aguardo da divulgação do Fed e do Copom na 4ªF


FECHAMENTO:

Ibovespa: 110.935 (- 0,17%)
Real/Dólar: 4,13 (+ 0,02%)
DI Jan/21: 4,63% (+ 3 bps)
S&P 500: 3.135 (- 0,32%)

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg

PRINCIPAIS ALTAS:

SMLS3: R$ 37,94 (+19,53%)
BPAC11: R$ 76,65 (+2,57%)
VVAR3: R$ 10,22 (+2,20%)

PRINCIPAIS BAIXAS:

YDUQ3: R$ 42,51 (-3,69%)
USIM5: R$ 8,70 (-3,33%)
JBSS3: R$ 26,55 (-3,28%)


CENÁRIO EXTERNO:

Mercados… Bolsas ao redor do mundo iniciaram a semana em tom negativo, com o STOXX600, índice pan-europeu, e o S&P500, acumularam perdas na sessão. A dinâmica fraca dos mercados repercutiu a indefinição que paira sobre o ambiente de comércio internacional, assim como um processo de realização de lucros após sucessivas altas na semana passada.

Comércio global… Enquanto investidores globais ficam ansiosamente à espera de algum desfecho em torno do acordo parcial entre China e Estados Unidos, a notícia de que a França pretende ir à OMC (Organização Mundial do Comércio) os deixou ainda mais cautelosos. A ocorrência se dá em função da ameaça de Donald Trump de impor tarifas de 100% sobre bens de consumo franceses como medida retaliatória ao imposto sobre empresas do setor de tecnologia que vigora na nação europeia. Ainda é cedo para dizer se o ente internacional irá acatar a reclamação dos franceses, mas o caso em si já é motivo de preocupação em um ambiente já desafiador na cena do comércio mundial.

Economia europeia… Investidores europeus receberam mais uma notícia positiva ao observar que o índice de confiança do investidor avançou para 0,7, ante estimativa de -5,3. O índice é produzido a partir de uma pesquisa que mede o sentimento dos investidores com relação às situações corrente e futura. A melhora para o mês de dezembro explica-se em função de um maior otimismo com relação ao futuro. O dado repercute o ânimo de investidores com relação à aprovação definitiva de um Brexit ordenado, como preconizado pelo partido conservador de Boris Johnson, assim como por perspectivas otimistas em torno de um desfecho concreto no que diz respeito a fase um do acordo sino-americano.

No radar…. Após o fechamento de mercado, a NBS, o Escritório Nacional de Estatística da China (NBS, na sigla em inglês), divulgará os índices de preços ao produto e consumidor referentes ao mês de novembro. Estimativas de mercado preveem inflação para o primeiro e deflação para o segundo, sendo que boa parte do aumento de preços ao consumidor deve continuar refletindo o elevado preço da proteína, que ainda continua pressionado pelo excesso de demanda pelo produto. Vamos acompanhar…


BRASIL:

Mercados… Ao contrário do que ocorreu no exterior, o Ibovespa operou acerca da estabilidade. Em dia de poucas novidades, investidores ficam à espera da divulgação das decisões de política monetária do Fed e do Copom na 4ªF. Com apostas quase que unânimes na manutenção da taxa americana e na queda de mais 50 pontos base da Selic, o foco ficará voltado ao comunicado pós-reunião no Brasil, e na coletiva de imprensa de Jerome Powell nos EUA, onde residirão novas pistas sobre o futuro da política monetária nos dois países. Nos mercados de câmbio e de juros, ativos encerraram o dia com oscilações amenas, também refletindo a falta de mudanças relevantes no quadro local.

Smiles e Gol…. A empresa de aviação e sua respectiva filiada configuraram-se na ponta verde do pregão desta segunda-feira. A Gol informou à Smiles uma proposta de reorganização societária do grupo, algo que ocasionaria uma maior eficiência tributária e simplificação da estrutura de capital, assim como uma melhora em sua governança corporativa e um reduzido custo de capital. Todos estes fatores contribuem para uma valorização do papel das empresas.

JBS…. Na ponta oposta, a frigorífica configurou desvalorização na ordem dos 3%. O papel da empresa operou em queda ao longo do dia em linha com a notícia de que pretende, a partir de 2020, segregar ativos de bovinos no Brasil em reestruturação. Com isto, restará, na B3, um negócio menor. Ao perceber que a capitalização de mercado da empresa ficará menor, investidores antecipam o movimento e exercem uma pressão vendedora sobre o papel da empresa.

 

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Conrado Magalhães
[email protected]

Alejandro Ortiz Cruceno
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável  por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Luis Gustavo Pereira Luis Gustavo Pereira

Estrategista

Graduado em Administração de Empresas pela ESPM, com pós-graduação em Economia e Setor Financeiro pela USP e MBA em Finanças pelo INSPER. Tem mais de 8 anos de experiência no mercado financeiro. Atualmente, é o estrategista da Guide Investimentos.

105 visualizações

relacionados

Utilizamos cookies para melhorar a sua navegação

Entendi
Bitnami